Campo Largo passa a notificar irregularidades do Estar Digital via app

O estacionamento rotativo está presente na cidade de Campo Largo/PR há três anos. Até dezembro de 2021, ativar o uso de uma das 1.500 vagas era possível de duas maneiras: pela compra de créditos de maneira virtual, via aplicativo da Estar Digital, ou através da compra dos tickets de papel, com os valores correspondentes ao tempo de estacionamento.

Desde junho, a Prefeitura e a empresa Cidatec, que administram o serviço regulamentado, iniciaram a retirada total do papel, eliminando o formato híbrido para uso das vagas.

Na prática, isso altera também a forma de regularizar as eventuais notificações. “A partir de agora, será 100% digital. O motorista precisa baixar o aplicativo e é através dele que será informado se há alguma irregularidade, e não mais através de papel colocado no carro pelos agentes”, explica o Secretário de Ordem Pública, Samir Moussa.

Para que sejam esclarecidas todas as dúvidas, a Prefeitura e a empresa estão treinando os agentes do Estar Digital e orientando os motoristas pelos próximos dias e, até o final deste período, as irregularidades ainda serão comunicadas em papel, no caso de quem ainda não dispõe do app. Mas, o percentual de quem não faz uso da tecnologia é pequeno. Conforme a Prefeitura, mais de 90% (mais de 30 mil motoristas) já fizeram download da ferramenta e, portanto, conhecem o seu funcionamento.

“Através do aplicativo, o usuário pode gerenciar seus créditos de forma remota, também, regularizar as notificações sem a necessidade de ir presencialmente aos pontos de venda, sair da vaga antecipadamente e ter o saldo de hora retornado para a sua conta”, ressalta Adriano Krzyuy, representante da Cidatec. Além disso, é possível adquirir créditos para uso no estacionamento rotativo, em qualquer local e momento. “O mesmo motorista pode cadastrar mais de um veículo, já que os créditos são vinculados ao CPF. O usuário recebe os avisos também pelo e-mail”, lembra Adriano.

Após o período de orientação, a prática de notificações será integralmente digital. O motorista tem até dez dias para regularizar sua notificação, pagando R$ 15 (R$ 12 volta ao usuário como bônus), através do próprio aplicativo ou nos pontos de venda espalhados pela cidade. Caso contrário, a irregularidade vira multa de trânsito, com perda de cinco pontos na Carteira de Habilitação. “É preciso ficar atento ao app e, quem ainda não fez o download, que o faça o quanto antes”, orienta Samir Moussa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Multar em até R$ 150 mil quem promove ou participa de festas clandestinas agora é lei em Campo Largo

Multas que variam de R$ 1 mil a R$ 150 mil agora estão previstas em lei em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, para quem promove ou participa de aglomerações e festas clandestinas durante o enfrentamento á pandemia da covid-19. Também estão previstas no regramento, aprovado na Câmara Municipal de Vereadores e sancionado pelo prefeito da cidade, Mauricio Rivabem, sanções como embargos, interdição e cassação de alvará.

O prefeito disse ao Jornal Metropolitano, da Rádio Banda B, que a medida foi necessária diante do quadro pandêmico em que a cidade se encontra. “Infelizmente as pessoas, especialmente os jovens, não têm consciência da atual situação. Estamos com uma nova cepa mais contagiosa e está sendo adquirida principalmente nas aglomerações. Antes a gente só notificava, mas infelizmente no outro dia eles voltavam a festar. Então, agora optamos em fazer uma lei onde colocamos a multa de R$ 1 mil podendo chegar a até R$ 150 mil”, explicou.

Rivabem lamentou o desrespeito as medidas de distanciamento, especialmente por parte dos jovens. “A gente percebe muitos jovens morrendo pela covid e ainda assim as pessoas não tomaram a consciência de que não podem aglomerar. Os jovens acham que são imunes, mas a quantidade deles agravando está muito grande. Quase 50% dos internados no Hospital do Rocio, aqui em Campo Largo, são jovens de 20 a 40 anos”, pontuou.

Ainda de acordo com o prefeito, no momento a situação da covid em Campo Largo está estabilizada, com uma queda de casos, mas muito distante do ideal. “Tivemos há alguns dias de seis a sete pacientes internados no nosso Centro Médico Hospitalar, fora de uma UTI, porque não se tinham vagas. Está baixando um pouco, mas ainda tem fila. Não se pode relaxar, porque é uma doença muito perigosa”, concluiu o prefeito.

Para conferir a Lei n° 3022/2021 na íntegra clique aqui.

Informações Banda B

IPTU em Campo Largo terá desconto de 20% para pagamento à vista

Prefeito Rivabem avalia desconto como boa oportunidade

O pagamento do imposto mais significativo para o desenvolvimento da cidade de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, está com 20% de desconto à vista. O campo-larguense pode quitar a dívida do
Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2021 até o dia 26 de fevereiro com um desconto ou ainda parcelar o valor total em até oito vezes, sem juros.

O pagamento com 20% de desconto é um grande suporte tributário em decisão tomada pelo prefeito Maurício Rivabem (PSL). “Esse é o principal imposto da cidade, é o valor que sustenta a folha dos servidores, asfalto, uniformes escolares. Há uma lei em que não é permitido manter o desconto dos anos anteriores, mesmo havendo uma reeleição. Então, busquei tudo o que poderia fazer para a cidade e consegui descontos com o suporte tributário para pagamento à vista. Para pagamento à vista até 26 de fevereiro tem esse desconto de 20%, para quem pagar até 26 de março terá 10% de desconto. Ou ainda, poderá pagar, sem desconto, em oito parcelas iguais”, esclareceu o prefeito, em entrevista à Banda B, nesta quinta-feira (28).

Quem não receber o carnê, poderá ir até a prefeitura para emissão da segunda via. Entretanto, por meio dos serviços digitais da Prefeitura de Campo Largo, há disponível boleto online para os contribuintes acessarem de qualquer dispositivo. Além da Caixa Econômica Federal, o contribuinte pode pagar no Banco do Brasil e no Banco Itaú.

Decisão

A busca por descontos para pagamento do IPTU à vista, mesmo diante de uma lei impeditiva, é uma das primeiras grandes ações como prefeito de Campo Largo. Rivabem foi reeleito como vice ao lado de Marcelo Puppi (DEM), no ano passado. Poucos dias depois da eleição, Puppi recebeu o diagnóstico de covid-19, foi internado no dia 28 de novembro e logo encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O prefeito reeleito não resistiu ao agravamento da doença e faleceu no dia 7 de janeiro.

Para Rivabem, Puppi teve um papel decisivo na construção de sua experiência como gestor. “Uma satisfação ser vice dele por quatro anos porque ele realmente foi um professor pra mim, me ensinou muito. Como campo larguense, com 100 anos de família aqui, eu planejava ser o prefeito da cidade, mas queria ele perto de mim. Agora, talvez não esteja de corpo, mas com certeza estará de alma”, acredita ele.

Vacinação

Campo Largo recebeu mais 360 doses de vacinas da AstraZeneca/Oxford, além das 3 mil já distribuídas da Coronavac. “Estamos na expectativa para mais dose para fazermos pelo menos a primeira e segunda fase, já que 85% dos internados estão acima das pessoas de 60 anos. Muito receio com a variante de Manaus, por isso é preciso usar máscara e álcool em gel, mantendo especialmente o distanciamento social”, alertou Rivabem.

Informações Banda B.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com