Campo Largo passa a notificar irregularidades do Estar Digital via app

O estacionamento rotativo está presente na cidade de Campo Largo/PR há três anos. Até dezembro de 2021, ativar o uso de uma das 1.500 vagas era possível de duas maneiras: pela compra de créditos de maneira virtual, via aplicativo da Estar Digital, ou através da compra dos tickets de papel, com os valores correspondentes ao tempo de estacionamento.

Desde junho, a Prefeitura e a empresa Cidatec, que administram o serviço regulamentado, iniciaram a retirada total do papel, eliminando o formato híbrido para uso das vagas.

Na prática, isso altera também a forma de regularizar as eventuais notificações. “A partir de agora, será 100% digital. O motorista precisa baixar o aplicativo e é através dele que será informado se há alguma irregularidade, e não mais através de papel colocado no carro pelos agentes”, explica o Secretário de Ordem Pública, Samir Moussa.

Para que sejam esclarecidas todas as dúvidas, a Prefeitura e a empresa estão treinando os agentes do Estar Digital e orientando os motoristas pelos próximos dias e, até o final deste período, as irregularidades ainda serão comunicadas em papel, no caso de quem ainda não dispõe do app. Mas, o percentual de quem não faz uso da tecnologia é pequeno. Conforme a Prefeitura, mais de 90% (mais de 30 mil motoristas) já fizeram download da ferramenta e, portanto, conhecem o seu funcionamento.

“Através do aplicativo, o usuário pode gerenciar seus créditos de forma remota, também, regularizar as notificações sem a necessidade de ir presencialmente aos pontos de venda, sair da vaga antecipadamente e ter o saldo de hora retornado para a sua conta”, ressalta Adriano Krzyuy, representante da Cidatec. Além disso, é possível adquirir créditos para uso no estacionamento rotativo, em qualquer local e momento. “O mesmo motorista pode cadastrar mais de um veículo, já que os créditos são vinculados ao CPF. O usuário recebe os avisos também pelo e-mail”, lembra Adriano.

Após o período de orientação, a prática de notificações será integralmente digital. O motorista tem até dez dias para regularizar sua notificação, pagando R$ 15 (R$ 12 volta ao usuário como bônus), através do próprio aplicativo ou nos pontos de venda espalhados pela cidade. Caso contrário, a irregularidade vira multa de trânsito, com perda de cinco pontos na Carteira de Habilitação. “É preciso ficar atento ao app e, quem ainda não fez o download, que o faça o quanto antes”, orienta Samir Moussa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Prefeito de Campo Largo tem piora clínica e retorna ao coma induzido, diz hospital

Com piora no quadro clínico, o prefeito de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, Marcelo Puppi, precisou retornar ao coma induzido nesta terça-feira (5). A informação foi confirmada pelo Hospital Nossa Senhora do Rocio, em boletim divulgado pelas redes sociais do prefeito.

“Informamos que o Excelentíssimo Sr. Prefeito Marcelo Fabiani Puppi permanece internado em UTI, apresentando piora do quadro clínico, sendo necessário retornar nesta dará para sedação plena (coma induzido), estando traqueostomizado, em ventilação assistida, com instabilidade hemodinâmica e uso de medicações vasoativas”, diz o boletim.

Reeleito para o cargo, Puppi havia acordado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na última sexta-feira (1). Ele está internado desde o início de dezembro por complicações da covid-19.about:blank

Na UTI, Puppi foi empossado. “O ato seguiu todas as normas de segurança, não sendo realizado nenhum tipo de cerimônia. Uma comitiva de três vereadores se dirigiu ao hospital e um representante da Câmara Municipal, bem como, alguns profissionais da saúde atestaram o ato. Na leitura do juramento previsto na Lei Orgânica do município, por gestos, o prefeito consentiu assertivamente, sendo então dada a ele a posse”.

Ainda não há previsão de alta.

Informações Banda B.

Com Covid-19, prefeito de Campo Largo, Marcelo Puppi continua internado na UTI

O prefeito de Campo Largo, Marcelo Puppi (DEM), 61 anos, está internado na UTI do Hospital do Rocio desde o dia 28 de novembro, devido às complicações da Covid-19.

“… internado em UTI, em ventilação assistida, sedado, em coma induzido, hemodinamicamente estável até o momento, mantendo o tratamento e medicações conforme protocolo institucional do Hospital”, diz o boletim médico divulgado nesta quinta-feira (17).

A esposa de Puppi, Daniela Corsini Puppi, também chegou a ser internada, mas já recebeu alta hospitalar.

Marcelo foi reeleito prefeito com 39,26% dos votos.