Spray nasal contra Covid-19 feito no Brasil pode estar disponível até fim de 2022

Uma vacina em forma de spray nasal contra a covid-19 está sendo desenvolvida por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Em fase de estudos, o novo imunizante promete ser de baixo custo, proteger contra variantes e bloquear o novo vírus ainda no nariz. A expectativa é que ela esteja disponível até o fim de 2022.

“Você já começa a induzir resposta no epitélio nasal e induzir a produção de um anticorpo que é muito importante nas mucosas, que são as IgAs [Imunoglobulina A] secretórias”, explica o coordenador do estudo, Jorge Elias Kalil Filho, professor da Faculdade de Medicina da USP e chefe do Laboratório de Imunologia Clínica e Alergia do Hospital das Clínicas.

Além de inovar na forma de inoculação do vírus, com aplicação pelo nariz e não por via intramuscular, o imunizante também se diferencia no antígeno.

“Em vez de usarmos a Spike do vírus de Wuhan, nós vamos utilizar só a RBD [domínio receptor obrigatório, pela sigla em inglês] das quatro variantes de preocupação”.

diz Kalil Filho.

De acordo com a Fiocruz, a proteína Spike é associada à capacidade de entrada do patógeno nas células humanas e é um dos principais alvos dos anticorpos neutralizantes produzidos pelo organismo para bloquear o vírus.

O pesquisador explica ainda que o antígeno vai conter pedaços de proteínas que estimulem a resposta celular mais duradoura do que aquela mediada pelos anticorpos neutralizantes.

“Nós estudamos 220 pessoas que tiveram a doença, estudamos também por informática todo o genoma do vírus e selecionamos fragmentos que teoricamente induzem uma boa resposta celular” 

acrescenta.

O imunizante, portanto, deve incluir fragmentos que são capazes de matar a célula, caso ela seja infectada. “Se o vírus entrar na célula, a única coisa que você pode fazer é usar as células chamadas CD8 citotóxicas, que matam a célula infectada”, afirma Kalil Filho.

spray deve incluir, portanto, os chamados linfócitos T CD8+ citotóxicos, que matam células doentes, e os linfócitos T CD4+, que auxiliam na produção de anticorpos e nas respostas citotóxicas.

Outra inovação do produto é a criação de um tipo de nanopartícula que adere à mucosa do nariz. “A mucosa tem muitos cílios que não deixam nada aderir, mas desenvolvemos um jeito de colocar uma formulação específica em que a gente induz uma resposta de mucosa importante”, acrescenta o médico.

Custo

Sobre o custo, Kalil Filho diz que deve ficar em torno de US$ 5, mas que ainda são necessárias outras análises relacionadas ao rendimento. “Nós temos alguns laboratórios que produzem proteínas recombinantes, mas ainda está muito no início, então estamos tratando com as empresas farmacêuticas pra ver se a gente acha alguma que consiga produzir com boa quantidade”.

A vacina spray nasal pode funcionar como um reforço para as doses já existentes e que são aplicadas por via intramuscular. “Provavelmente, quando o spray estiver pronto, boa parte da população mundial vai estar vacinada. Eu acredito que ele vai ser, sobretudo, como uma dose de reforço”, afirmou o médico. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Unidade de Saúde Mãe Curitibana realiza oficina para gestantes

Unidade de Saúde Mãe Curitibana realiza oficina para gestantes.

Na próxima sexta-feira (5/8), a Unidade de Saúde Mãe Curitibana terá uma oficina para gestantes alusiva à 30ª Semana Mundial de Amamentação.

O evento, que começa a partir das 9h30, é aberto para todas as gestantes, independente da idade gestacional, e também para nutrizes (mães que estão amamentando).

De acordo com a supervisora do Distrito Sanitário da Regional Matriz, Gisele Jarek Túlio, na programação estão previstas palestras sobre amamentação, cuidados durante a gravidez para a mãe e o bebê e ergonomia da amamentação.

Mês do aleitamento materno

As futuras mamães também receberão orientação sobre como manter em dia a saúde bucal da mãe e do bebê e também será realizado um mamaço para incentivar o aleitamento. “Agosto é o mês do aleitamento materno no Brasil e também é o período em que comemoramos a semana mundial referente ao tema”, explicou Gisele.

A primeira vacina

O leite materno é considerado a primeira vacina que a criança recebe na vida, além de fortalecer o vínculo entre mãe e filho.

A Prefeitura incentiva o método pelo Programa Mama Nenê, mantido pelas secretarias da Saúde e Educação. Pelo programa, as mães têm nos CMEIs e CEIs um local reservado para amamentar os filhos ou retirar o leite.

Além dos espaços físicos e da orientação às famílias sobre a importância do aleitamento, o Mama Nenê oferta ações formativas para todos os profissionais envolvidos com o cuidado e atendimento às crianças.

Ergonomia da amamentação

A postura correta para amamentação também será tema do encontro. Manter a coluna sempre apoiada, preservando sua curvatura normal, além de ter sempre os pés no chão são algumas das dicas que serão citadas. 

“A posição correta para amamentar evita que este momento tão importante para a mãe e a criança seja desgastante além de prevenir eventuais lesões”, explicou Gisele.

Massagem para bebês

As mães também vão aprender a aplicar a shantala, uma técnica de massagem específica para bebês, trazida da Índia há mais de 40 anos.

Além de fortalecer os vínculos entre a mãe e o bebê, a shantala pode trazer vários benefícios para os pequenos, como a melhoria do sono, alívio das cólicas e além de servir para acalmar as crianças.

Serviço: Oficina para gestantes – 30ª Semana Mundial de Amamentação

Local: Unidade de Saúde Mãe Curitibana (Rua Jaime Reis, 331, São Francisco)

Data: 5/8

Horário: a partir das 9h30

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Saúde no inverno: temperaturas baixas podem comprometer o sistema imunológico

O inverno chegou e, com ele, aumenta a circulação de vírus e bactérias que podem afetar diretamente a saúde, resultando em inúmeras ocorrências de doenças que atingem o sistema respiratório como sinusites, amigdalites, gripes e resfriados. A boa notícia é que é possível fortalecer o sistema imunológico e evitar ou reduzir a gravidade desses problemas que podem surgir durante as temperaturas mais baixas.

“É justamente nesta época do ano que o sistema imunológico é mais afetado. Com as baixas temperaturas e o tempo seco, as pessoas tendem a ficar em locais mais fechados ou pouco ventilados, favorecendo a disseminação das bactérias e vírus, fortalecendo as tão indesejadas doenças típicas do inverno. Para conseguir passar por esse período sem problemas ou com sintomas leves é necessário investir em alimentação adequada, microbiota equilibrada, prática regular de exercícios físicos e sono de boa qualidade”, explica a nutricionista da Puravida, Alessandra Feltre.

A alimentação, aliás, é um ponto chave nesta questão: deve ser balanceada e rica, com a ingestão de frutas, legumes e verduras, além de carnes magras. Além disso, com o avanço da tecnologia, a forma mais prática, segura e eficiente de garantir esse aporte pode ser por meio da suplementação.

Para estar saudável e eficiente, o sistema imunológico precisa de nutrição de qualidade. Proteínas, vitaminas (A, complexo B, C, D3 e K2), minerais (ferro, zinco, selênio) e ômega 3 estão entre alguns dos nutrientes naturais que participam dessa atividade. É pensando nisso que a Puravida – empresa que nasceu com o propósito de facilitar a prática de um estilo de vida saudável, oferece alimentos naturais e suplementos concentrados para cultivar a saúde e o bem-estar.

A marca oferece a linha multivitamínica Alpha, que atende perfeitamente a nutrição de todos os gêneros e idades: Family, Men, Women, Kids e Mater. Suplementos como Ômega 3 DHA, Vitamina C lipossomal, D3 + K2,  Premium Própolis, Immune+,  Curcumagic e NAC Acetilcisteína são ricos em nutrientes que auxiliam na manutenção do sistema imunológico.

As proteínas e aminoácidos são vitais para a imunidade e podem ser suplementadas através das opções de Collagen Protein, Whey Protein Grassfed, Whey Isolado, One Nutrition e Vegan Protein, elaborados com sabores deliciosos.

Para otimização do repouso, tão necessário para a revitalização do sistema imunológico, a Puravida oferece a Melatonina, Blue Calm (suporte ao sistema neuromuscular e auxílio no metabolismo energético) e o Bio Magnésio.

Sobre a Puravida:

No mercado desde 2015, a Puravida possui o objetivo de levar conhecimento e saúde através da nutrição facilitando a prática de um estilo de vida saudável.

A empresa oferece um portfólio com mais de 200 produtos entre suplementos, superfoods e cosméticos. Entre os produtos consagrados da Puravida, estão o Collagen Protein, Ômega 3 DHA, Immune+, Blue Calm e o multivitamínico Alpha. Todos os itens são criados seguindo parâmetros de pureza máxima, oferecendo assim o maior potencial de cada ingrediente utilizado.