Saúde vacina adolescentes com 12 anos completos e conclui chamamento de 1ª dose para todo o público-alvo

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) convoca os adolescentes nascidos entre 1 de janeiro e 8 novembro de 2009 para receberem a primeira dose da vacina contra a covid-19 nesta segunda-feira (8/11). Com esta convocação, Curitiba irá atender os adolescentes com 12 anos completos, concluindo assim o chamamento de primeira dose para todo o público-alvo da vacinação anticovid definido pelo Ministério da Saúde até o momento.

Os adolescentes já convocados anteriormente – ou seja, os nascidos até 31 de dezembro de 2008 – também poderão aproveitar a oportunidade para receber a vacina, caso tenham perdido a data. O atendimento será feito em 50 pontos de vacinação abertos das 8h às 17h.

O chamamento de todo o restante do público de adolescentes foi possível a partir da última remessa de vacinas Pfizer – única liberada no país para este público – entregue pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) na quarta-feira (3/11).

Ao todo, Curitiba já aplicou 2.944.266 unidades da vacina anticovid até a quinta-feira (4/11), sendo 1.485.984 primeiras doses e 1.285.900 segundas doses; 38.255 doses únicas e 134.127 doses de reforço. Assim, 78,2% dos curitibanos já receberam ao menos uma dose do imunizante e 67,9% da população da cidade está totalmente imunizada contra a covid-19, com as duas doses ou a dose única.

Agilidade

Para agilizar o processo de vacinação, a SMS orienta que os pais e/ou responsáveis façam o cadastro antecipado do adolescente, como seu dependente, na plataforma Saúde Já pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br ou pelo aplicativo do celular. O cadastro agiliza o processo da vacinação.

Levar o termo de consentimento preenchido com os dados do adolescente e assinado pelo responsável é outro passo para dar maior agilidade à vacinação. O documento está disponível para impressão no site Imuniza Já.

Outras orientações

No dia da vacinação o adolescente deverá comparecer a um dos pontos acompanhado dos pais e/ou responsáveis pela assinatura do termo de consentimento.

Também é preciso apresentar um documento de identificação com foto e CPF. Quem não possui documento com foto pode levar a certidão de nascimento, que deve ser apresentada com um documento com foto do responsável.

Além disso, é preciso apresentar comprovante de residência com endereço de Curitiba, que pode estar no nome do pai ou da mãe, anexado a um documento que comprove a filiação.

Para os casos de locações não formalizadas por imobiliárias, deverá ser apresentado o comprovante do endereço da residência com uma declaração do proprietário do imóvel, com responsabilização legal pela locação e pela informação.

Outros grupos

Os pontos de vacinação também aplicarão, na segunda-feira (8/11), doses de reforço em profissionais de saúde. Haverá, ainda, antecipação de segunda dose de Astrazeneca e aplicação de segunda dose de Coronavac.  

Todos os pontos de vacinação permanecem atendendo também nesta segunda-feira (8/11): repescagem de primeira dose de pessoas com 13 anos ou mais, repescagem de segunda dose de pessoas já convocadas, repescagem de dose de reforço dos idosos já convocados (todos com 68 anos completos ou mais vacinados até 3 de maio) e repescagem de dose de reforço para imunossuprimidos vacinados com segunda dose até 6 de outubro.

Locais de vacinação

Das 8h às 17h

1 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

2 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

3 – US Salvador Alende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1712 – Sitio Cercado

4 – US Bairro Novo
Rua Paulo Rio Branco de Macedo, 791 – Sítio Cercado

5 – US Sambaqui
Rua Roberto Dala Barba, 44 – Sítio Cercado

6 – US Bairro Alto
Rua Jornalista Alceu Chichorro, 314 – Bairro Alto

7 – US Santa Efigênia
Rua Voltaire, 139  – Barreirinha

8 – US Atuba
Rua Rio Pelotas, 820 – Bairro Alto

9 – US Tarumã
Rua José Veríssimo, 1352 – Bairro Alto

10 – US Abranches
Rua Aldo Pinheiro, 60 – Abranches

11 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 Abranches

12 – US Tingui
R. Nicolau Salomão, 671 – Tingui

13 – US Vila Leonice
Av. Anita Garibaldi, 6814 – Cachoeira

14 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

15 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne 57 – Alto Boqueirão

16 – US Vila Hauer
Rua Waldemar Kost, 650 – Hauer

17 – US Xaxim
Rua Batista da Costa, 1163 – Xaxim

18 – US Pantanal
Rua Maria Marques de Camargo, 119 – Alto Boqueirão

19 – US Waldemar Monastier
Rua Romeu Bach, 80 – Boqueirão

20 – US Érico Veríssimo
Rua Expedicionário Francisco Pereira dos Santos, 510 – Alto Boqueirão

21 – US Tapajós
Rua André Ferreira de Camargo, 188   – Xaxim

22 – US Irmã Teresa Araújo
Rua Maestro Carlos Frank, 785 –  Boqueirão

23 – US São Pedro
Rua Bernardo Mann 131 – Xaxim

24 – US Menonitas
Rua Domicio da Costa, 52 – Xaxim

25 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

26 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

27 – US Iracema
Rua Professor Nivaldo Braga, 1.571 – Capão da Imbuia

28 – US Salgado Filho
Avenida Senador Salgado Filho, 5265 – Uberaba

29 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, 700

30 – US Oswaldo Cruz
Rua Pedro Gusso, 3749 – Cidade Industrial

31 – US Atenas
Rua Emilia Erichsen, 45 – Cidade Industrial

32 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

33 – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

34 – US Fanny Lindóia
Rua Conde dos Arcos, 295 – Lindóia

35 – US Sagrado Coração
Rua Antonio Claudino, 375 – Pinheirinho

36 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700

37 – US Vila Guaíra
Rua São Paulo, 1.495 – Guaíra

38 – US Parolin
Rua Sergipe, 59 – Guaíra

39 – US Santa Quitéria 2
Rua Bocaíuva, 310 – Santa Quitéria

40 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

41 – US Orleans
Av. Ver. Toaldo Túlio, 4.577 – Orleans

42 – US Campina do Siqueira
Rua General Mário Tourinho, 1684 – Campina do Siqueira

43 – US Butiatuvinha
Avenida Manoel Ribas, 8640 – Butiatuvinha

44 – US São Braz
Rua Antonio Escorsin, 1960 – São Braz

45 – US Vista Alegre
Rua Miguel de Lazari, 85 –  Pilarzinho

46 – US Bom Pastor
Rua José Casagrande, 220 – Vista Alegre

47 – US União das Vilas
Rua Frederico Escorsin, 314 – São Braz

48 – US Palmeiras
R. João Batista Burbelo, 12 – Tatuquara

49 – US Caximba*
Rua Delegado Bruno de Almeida, 7881 – Caximba
*A US Caximba funciona das 7h30 às 16h30

50 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba ilumina pontos turísticos de laranja pela prevenção ao câncer de pele

Nesta terça-feira (7/12), a Praça do Japão e a Torre de Cronometragem do Parque Náutico estarão iluminados de laranja, em alusão à adesão de Curitiba ao Dezembro Laranja, a campanha nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

A iluminação nesses locais foi feita para essa segunda-feira (6/12) e hoje ainda pode ser contemplada pela população. O objetivo é chamar a atenção dos curitibanos sobre a importância do diagnóstico e do tratamento precoce, além de orientar sobre os cuidados que devem ser incorporados à rotina diária.

O câncer de pele é o tipo de neoplasia mais incidente no Brasil, com cerca de 180 mil novos casos ao ano. Em Curitiba, dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam a projeção de 1.820 novos casos por ano. A boa notícia é que a maior parte, 95%, é do tipo não melanoma, menos agressivo. Além disso, quando descoberto no início, tem mais de 90% de chances de cura.

“Por isso é importante que a população fique atenta aos sinais e sintomas, e procure logo um serviço de saúde”, afirma a dermatologista do Centro de Especialidades de Santa Felicidade da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, Simone Viola Ampuero Gehlen.

Prevenção

De acordo com a médica, a orientação é para que as pessoas fiquem atentas a lesões na pele que não cicatrizam, principalmente nas áreas que comumente ficam expostas ao sol. Sangramentos e pruridos neste tipo de lesões também são sinais de alerta. Segundo Simone, é importante observar pintas com mudança na cor e bordas irregulares.

Em qualquer um desses casos, a orientação é procurar o mais breve possível, um serviço de saúde, para uma avaliação. No SUS Curitibano, a porta de entrada é a unidade de saúde. Caso seja necessário, a unidade faz o encaminhamento do paciente para um especialista.

Além de observar os sinais de alerta, é importante também se prevenir. Medidas básicas do dia a dia que podem ajudar são o uso de filtro solar nas áreas que ficam expostas (com mínimo de fator de proteção solar de 30); evitar o sol entre as 10h e 16h; além de usar chapéu e roupas que protejam a pele o máximo possível da exposição direta ao sol.  

Câmara de Curitiba aprova suspensão de reajuste e limita correção do IPTU em 2022

O projeto da Prefeitura que adia a revisão da Planta Genérica de Valores e garante que o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) não sofra reajuste em 2022 foi aprovado, por unanimidade, nesta segunda-feira (06/12) em primeiro turno na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A proposta, que recebeu 38 votos favoráveis, será votada em segundo e último turno nesta terça-feira (07/12).

Confirmada a aprovação, a atualização da Planta Genérica de Imóveis fica adiada para outubro de 2022, sendo que o reajuste que será aplicado valerá para 2023.

Dessa forma, os reajustes que estavam em vigor nos últimos anos, de 4% para imóveis residenciais, e de 7% para terrenos (mais a inflação), não serão praticados no IPTU 2022, que terá apenas a correção pela inflação, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A revisão da Planta Genérica de Valores atualizaria o valor venal dos imóveis da cidade, de acordo com o mercado. Com isso a cobrança do IPTU poderia variar acima da inflação para aqueles imóveis com valor venal defasado.

“A atual pandemia de Covid-19 teve repercussão no campo econômico, diminuindo a renda de muitas famílias e a receita de muitas empresas, que foram obrigadas a paralisar suas atividades. Fazer essa correção, neste momento, traria inúmeros prejuízos para população”, diz a mensagem da Prefeitura no projeto.

A revisão da Planta Genérica é prevista pela legislação. A Lei Complementar nº 40, de 18 de dezembro de 2001 determina, no § 2º do art. 36, que o Poder Executivo deve encaminhar ao Poder Legislativo, até o dia 15 de outubro do primeiro ano do mandato, projeto de lei com proposta de atualização dos valores unitários de metro quadrado de construção e de terrenos, constantes na Planta Genérica de Valores Imobiliários

No entanto, a valorização imobiliária observada nos últimos quatro anos e a entrada em vigor da nova Lei de Zoneamento, em agosto de 2020, provocaram consideráveis alterações na ocupação urbana, com reflexos diretos no valor venal dos imóveis na capital.