Hauer Shopping transmite a final da Libertadores neste sábado

Neste sábado, dia 23 de novembro, Flamengo e River Plate se enfrentam para definir o grande campeão da Copa Libertadores da América 2019. A partida, que será realizada em Lima, no Peru, será assistida em cinco continentes, por 169 países, com potencial para atingir 5 bilhões de espectadores. Em Curitiba, o Hauer Shopping preparou uma programação bem especial para transmitir o jogão entre brasileiros e argentinos.

Localizado em uma das esquinas mais tradicionais da capital paranaense, formada pela Rua Coronel Dulcídio e pela Avenida Batel, o Hauer Shopping é hoje um dos principais destinos para pessoas que buscam diversão na cidade. No sábado, a partida entre Flamengo e River Plate será transmitida em diversos televisores espalhados pelo espaço.

Além de curtir a final da Copa Libertadores da América com os amigos, o público poderá sabores preparos gastronômicos incríveis, que seguem as mais variadas vertentes gastronômicas. O empreendimento conta com 18 operações, muitas delas inéditas na cidade: Vino!, CHō Street Food, Big Bear Burger, Tasca, South Bronx Bagel, Ponto Gin, The Fish’n Chips English Pub, Don Kebab, Roots, WhataFuck Hamburgueria, Chicano Pub Libre, WolfPack Barber Shop, Templo da Cerveja, Spirits Coquetelaria, Flango, Seu Dulcídio, Bar do Didi e Catch the Pizza.

Além de preparos gastronômicos, as operações do Hauer Shopping oferecem uma grande quantidade de cervejas especiais. São rótulos dos mais variados estilos, produzidos por cervejarias que conquistaram o mercado nacional, entre elas DUM, Gauden, Eden Beer, Bodebrown, Bastards, Way Beer, Swamp, Morada, Fucking Beer, Tormenta, Asgard e Klein.

O Hauer Shopping fica na esquina da Coronel Dulcídio com a Avenida do Batel, no Bairro Batel, um dos mais tradicionais da cidade de Curitiba. A partida entre Flamengo e River Plate acontece neste sábado, dia 23 de novembro, a partir das 17h. Mais informações pelo telefone (41) 3223-2226.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba tem 405 novos casos e 13 mortes por covid-19

O boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) nesta quinta-feira (17/9) registou 405 novos casos de covid-19 e 13 óbitos de moradores de Curitiba pela infecção causada pelo novo coronavírus.

As novas vítimas são quatro homens e nove mulheres, com idades entre 55 e 94 anos. Dos novos óbitos 12 ocorreram nas últimas 48 horas e um aconteceu no dia 13 de setembro.

Todas as novas vítimas tinham fator de risco para as complicações da covid-19 e estavam internadas.

Até agora são 1.169 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia. 

Novos casos

Com os novos casos confirmados, 40.036 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia – 34.199 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 4.668 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

UTIs do SUS

Nesta quarta-feira (17/9), a taxa de ocupação dos 334 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 é de 83%. Todos os pacientes que são internados com quadro de síndrome respiratória aguda grave vão para os leitos exclusivos covid-19 e não apenas os casos confirmados da doença. Há 57 leitos livres.

Números da covid-19 em 17 de setembro

405 novos casos
13 novos óbitos

Números totais

Confirmados – 40.036 
Investigação: 643
Recuperados – 34.199
Óbitos – 1.169
 

Prefeitura volta atrás e proíbe atividades extracurriculares nas escolas particulares de Curitiba

Determinação parte da não concordância do Ministério Público Estadual

Quase uma semana após autorizar, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) voltou atrás e decidiu restringir as atividades presenciais extracurriculares nas escolas particulares de Curitiba. De acordo com documento assinado pela secretária Márcia Huçulak, nesta terça-feira (15), a atitude decorre da “não concordância, por parte do Ministério Público Estadual, das definições do Comitê de Técnica e Ética Médica”.

O documento ainda diz que, “mesmo mantendo a convicção da decisão tomada anteriormente e da procedência de todos os argumentos, a revogação decorre da possibilidade de responsabilização administrativa, civil e criminal do membro do Comitê de Técnica e Ética Médica, individualmente”.

Com a revogação, as escolas ficam novamente proibidas de receber alunos para as atividades extracurriculares, como prática de esporte, aulas de idiomas, música, além de atividades individuais de apoio às aulas virtuais e atendimentos pedagógicos individuais, entre outras.

Informações Banda B.