Empresas de São José dos Pinhais participam de programa para aumento de competitividade e produtividade

Em São José dos Pinhais, 50 empresas participam do Brasil Mais. O programa visa aumentar a produtividade e a competitividade das micro, pequenas e médias empresas com uso de soluções de baixo custo e com potencial de alto impacto. Com duração de quatro meses, serão realizados acompanhamentos individuais e coletivos com Agentes Locais de Inovação (ALI) do Sebrae Paraná, para apoiar o desenvolvimento dos participantes durante toda a jornada de execução, implementação e validação de ideias. 

“Temos o objetivo de estar cada vez mais próximos das empresas e essa ação vai nos permitir atender, de forma especializada, um novo público. Com a nova estratégia de atendimento da Regional Leste em São José dos Pinhais, seguimos com a ampliação da nossa rede e do fortalecimento do empreendedorismo na região”, diz a consultora do Sebrae Paraná, Sarah Golinhaki.  

Desde o início de sua realização em 2021, o Sebrae atendeu 10.233 empresas de todo o Brasil nos setores de indústria, comércio e serviços. No Paraná, a expetativa é que 3.850 sejam atendidas até o fim de outubro. Entre os resultados conquistados no programa, estão o estímulo de 87% na competitividade e o crescimento de 45% do faturamento.  

De acordo com Adriano Melim, secretário de Indústria, Comércio e Turismo de São José dos Pinhais, o programa será uma ferramenta para ativar a economia local e incentivar a competitividade. 

“Além de utilizar técnicas consolidadas no mercado, conta com um time de especialistas. O impacto será positivo e viabilizará a inclusão dos empresários de micros e pequenas empresas, que são a parte mais representativa da nossa economia. Somente com ações onde existe a união entre o conhecimento científico e o Poder Público é possível garantir políticas públicas de excelência”, celebra. 

Para o empresário e presidente da AEBCR, Luiz Carlos Costa da Silva, a iniciativa levará soluções para um novo público. Ao todo, 35 empresas da associação participarão do programa. 

“Entendemos que é uma importante ferramenta que auxiliará os empreendedores a escalar cada vez mais a sua produtividade e, consequentemente, obterá conhecimento para enfrentar os desafios de manter-se no mercado de forma consciente e com mais lucratividade”, completa.

Impactos no comércio

Uma das empresas participantes é a Total Supermercados. Fundada em 2000, a rede possui quatro unidades em funcionamento. Segundo a gerente de Recursos Humanos, Emily Ribeiro, o Brasil Mais tem o potencial de gerar impacto em diversas áreas do negócio. 

“Temos em mente que o programa trará uma perspectiva diferente. Com ele, planejamos identificar possíveis pontos de melhoria em nossos procedimentos. Também vamos realizar uma análise em nossos processos com o objetivo de identificar potenciais de melhoria e, assim, reformular o que for necessário para gerar resultados mais efetivos”, completa.

O Brasil Mais possui abrangência nacional, é coordenado pelo Ministério da Economia e realizado em parceria com o Sebrae, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Em São José dos Pinhais, é oferecido pela secretaria de Indústria, Comércio e Turismo do município e conta com a participação da Associação Empresarial de São José dos Pinhais (Aciap) e da Associação Empresarial Borda do Campo e Região (AEBCR).

O escritório do Sebrae Paraná, em São José dos Pinhais, abriu uma lista de espera para empresas participar de próximas edições e conta, atualmente, com 23 interessados. Mais informações sobre o assunto estão disponíveis pelo telefone e whatsapp (41) 3330-5927.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Aulas show vão orientar sobre abertura de negócios em casa durante Feira do Empreendedor

Aulas show para mostrar como um negócio pode ser adaptado e funcionar em um espaço reduzido serão as grandes atrações do espaço Negócios em Casa na Feira do Empreendedor 2022 do Sebrae. O evento será realizado de 7 a 11 de outubro, no São Paulo Expo e na plataforma digital Sebrae Experience. As inscrições são gratuitas. 

Durante a pandemia, o número de Microempreendedores Individuais (MEI) cresceu 45,8%, passando de 9.918.983 em março de 2020 para 14.462.041 em agosto de 2022 no país. E muitos dos negócios começaram na casa dos empreendedores por conta do baixo custo de investimento inicial. 

O espaço Negócios em Casa foi planejado para ensinar e demonstrar opções de fácil operação e montagem em espaço reduzido. O estande será dividido em quatro palcos, cada um focado em um segmento: moda, beleza, alimentação e negócios digitais, com 39 lugares cada um.

Serão realizadas apresentações estilo “mão na massa”, com duração de 40 minutos, para demostrar aulas de maquiagem, produção de penteado, aplicação de unhas em gel, trança e design de sobrancelhas, no espaço dedicado à beleza.

Na área de alimentação, estão planejadas aulas de decoração de cupcakes, minipanetones recheados, salgados fitness e chocolate, por exemplo. Quem visitar o espaço de moda poderá assistir aulas sobre acessórios pet (bandana, sling, jogo americano), ajuste de roupas, artigos para cozinha e confecção de kit necessaire, tudo feito na hora. Os temas das aulas show foram definidos de acordo com os cursos mais procurados do Empreenda Rápido, programa do Sebrae-SP em parceria com o Governo de São Paulo, que oferece o que o empreendedor precisa para abrir, regularizar ou ampliar seu negócio.

Já o palco voltado para os negócios digitais vai seguir quatro linhas: infoprodutos (venda de cursos pela internet), venda de produtos, serviços e influenciadores. O espaço terá a presença de especialistas de empresas parceiras e grandes marketplaces.

As aulas serão gravadas e farão parte do acervo na plataforma Sebrae Experience, onde a Feira do Empreendedor será realizada simultaneamente. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site https://feiradoempreendedor22.com.br

Parque Aurora é nova aposta do ramo imobiliário de Londrina (PR)

Entender o comportamento do consumidor é um dos principais desafios das construtoras e incorporadoras que buscam constantemente oferecer soluções de moradias. Para auxiliar nos passos dos futuros lançamentos de empreendimentos, as empresas se baseiam em pesquisas e estudos como o “Comportamento do consumidor de imóveis em 2040” – Onde e como habitaremos?”, realizado em 2019 pela Deloitte, em parceria com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

O resultado indicou inúmeras mudanças no perfil da sociedade e dentre os itens mais requisitados entre os clientes em potencial estão que: os imóveis deverão oferecer soluções adaptáveis para uma sociedade mais plural e dinâmica; oferecer espaços compartilhados; reunir espaços modulares e adaptáveis; apresentar sustentabilidade e eficiência energética; estar ancorado na Construção 4.0 e, ainda, ser uma  residência/condomínio eco friendly.

Referência no segmento de imóveis econômicos e compactos e de olho nessas tendências e necessidades, a Yticon, construtora do Grupo A.Yoshii, acaba de lançar sua trigésima sétima obra, sendo trinta apenas em Londrina. O residencial Malibu será um empreendimento com duas torres de 14 andares e 8 apartamentos por andar, que vão de 51 a 64 metros quadrados privativos, contemplando sacada com churrasqueira. Há, também, opções de plantas com garden, uma tendência no mercado imobiliário vertical.

Economia compartilhada e localização privilegiada

Baseada no conceito de “economia compartilhada”, o edifício terá coworking (espaço de trabalho), play studio, espaço para mini mercado e lavanderia, além de itens de uso coletivo, como bicicletas, ferramentas, material esportivo, tudo incorporado ao condomínio e planejamento urbanístico da área. Na área de lazer, os moradores poderão desfrutar de piscina com prainha, brinquedoteca, espaço gourmet, churrasqueiras, espaço fitness, quadra esportiva, entre outros.

O residencial estará localizado bem próximo à região da Gleba Palhano, no bairro Parque Aurora (sul de Londrina), uma área promissora de vertiginoso crescimento e desenvolvimento, que já apresenta grandes mudanças resultantes do avanço do mercado imobiliário. Com muita natureza ao redor, o residencial estará bem perto do Shopping Catuaí, instituições de ensino, acesso rápido à rodovia PR – 445 (com ligação direta à Universidade Estadual de Londrina – UEL) e uma rede de serviços bem completa, como supermercados e farmácias. 

Segundo Bruno Catarino, gerente da unidade da Yticon em Londrina, empreendimentos desse perfil fortalecem e valorizam ainda mais a região, sobretudo pela quantidade de itens no projeto, que facilitam a vida do morador. “Importante ressaltar que, além da construção do empreendimento, damos todo o suporte para a realização de infraestrutura e benfeitorias públicas, o que traz ainda mais segurança ao cliente de que está fazendo um bom investimento”, diz.

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há mais de doze anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, além de Presidente Prudente e Campinas, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 5,9 mil unidades, todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 550 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.

Sobre o Grupo A.Yoshii Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de metros quadrados do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br