Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço: SBOC chama atenção para diagnóstico precoce e prevenção da doença

São Paulo, julho de 2022 – Em 27 de julho será celebrado o Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, data que chama atenção para a prevenção, o diagnóstico e os cuidados desse tipo de neoplasia, que engloba tumores de boca; laringe; garganta; seios da face; e tireoide. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2022, deverão surgir 22 mil novos casos da doença.

O câncer de cabeça e pescoço é o segundo que mais acomete homens (acima dos 40 anos), atrás apenas do câncer de próstata.  Por ser silencioso, costuma apresentar sinais já quando está em estágio avançado, o que ocorre em 76% dos casos, elevando a taxa de mortalidade. Alguns dos principais sintomas desse grupo de tumores são: nódulos na região do pescoço e garganta; rouquidão persistente; dificuldade de deglutição; feridas que não cicatrizam; e manchas na área bucal, que não saem com a escovação de dentes.

“Atualmente, um dos principais desafios para quem trata esse tipo de neoplasia é o diagnóstico precoce. Se detectado no início, o câncer de cabeça e pescoço tem boas chances de cura, mas, seja por questões culturais ou pela falta de sintoma inicial, a maioria dos pacientes acometidos com a doença acabam procurando ajuda quando o quadro já está agravado”, afirma Dr. Eduardo Moraes, médico oncologista e coordenador do Comitê de Tumores de Cabeça e Pescoço da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC).

Fatores de risco e prevenção

Hoje, o tabagismo e o consumo de álcool em excesso são comprovadamente fatores de risco para o desenvolvimento desse tipo de câncer. Além disso, estudos apontam que a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV) e a prática de relações sexuais sem o uso de preservativos também têm ligação com a doença.

A prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço está atrelada a uma mudança de hábitos. “Para evitar esse tipo de neoplasia, antes de mais nada, as pessoas precisam se conscientizar sobre a importância de realizar consultas e exames de rotina com seu médico e dentista de confiança. Esses profissionais saberão identificar sinais de que algo errado possa estar se desenvolvendo no organismo do paciente. Além disso, é importante adotar bons hábitos como a prática de exercícios físicos; manter uma alimentação saudável; deixar de lado o tabagismo e o consumo de álcool em excesso; além de não se esquecer da higiene bucal”, comenta Dr. Eduardo Moraes.

Confira mais detalhes sobre o Câncer de Cabeça e Pescoço no infográfico da SBOC, disponível para download aqui <https://sboc.org.br/prevencao/item/1991-cancer-de-cabeca-e-pescoco> .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Atenção às atitudes que podem atrapalhar o emagrecimento

Segundo pesquisa Actions & Interventions for Weight Loss, realizada pela especialista em inteligência de mercado Ipsos e divulgada em 2021, 48% dos brasileiros entrevistados estão tentando perder peso. A busca pelo emagrecimento é o desejo de muitas pessoas, mas pode ser um processo longo e cansativo, principalmente quando atitudes erradas são colocadas em prática. 

Muitos imaginam que para perder alguns quilos é preciso unir a prática de atividades físicas a uma alimentação balanceada. A ideia costuma funcionar para algumas pessoas, mas para outras pessoas o processo pode ser ainda mais difícil. 

Mesmo seguindo a risca às orientações de profissionais da saúde e até mesmo ingerindo medicamentos como o Morosil, que auxilia no processo de emagrecimento saudável, há quem deseje que esse processo de perda de peso seja ainda mais rápido. O obstáculo pode estar em detalhes que, geralmente, nem sequer são percebidos. 

Esquecer-se de beber água regularmente, pular o café da manhã, não se exercitar constantemente e não descansar após os treinos são algumas atitudes que podem atrapalhar o processo de emagrecimento. 

Não consumir água

A água é essencial para a manutenção do metabolismo, mas ainda assim muitas pessoas deixam de consumi-la adequadamente. Segundo orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), adultos devem beber pelo menos dois litros do líquido por dia.

Durante o processo de emagrecimento, a água ajuda o corpo a se manter hidratado para realizar as atividades físicas, portanto seu consumo pode ser ainda maior que o recomendado . Por isso, é importante ter atenção aos sinais que o corpo pode dar em relação à hidratação. 

Segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira, elaborado pelo Ministério da Saúde, é fundamental ingerir água ao perceber os primeiros sinais de sede. 

Pular o café da manhã 

Deixar de consumir alguns alimentos ou pular refeições como o café da manhã pode parecer a solução secreta para o emagrecimento. O corpo, porém, não funciona dessa forma.

O café da manhã é a primeira refeição do dia e, por esse motivo, a primeira fonte de energia para o organismo desempenhar bem suas funções. Segundo artigo publicado no site da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Goiás (UFG), não comer nada durante o período da manhã pode reduzir em até 30% o rendimento das atividades diárias. 

Deixar de se exercitar 

As atividades físicas são essenciais para garantir um emagrecimento saudável. Não é à toa que a OMS indica realizá-las como parte de uma rotina de vida alinhada com saúde. 

Outra recomendação do órgão é relacionada à carga horária necessária para manter o corpo ativo e sair do sedentarismo. Ainda segundo a Organização, os adultos devem se exercitar de 150 (atividades intensas) a 300 (atividades moderadas) minutos por semana, incluindo quem apresenta doenças crônicas ou alguma incapacidade motora.

A constância nos treinos também deve ser levada a sério para que os resultados possam ser mais eficazes. Alinhar uma alimentação saudável e a prática de exercícios é o método mais eficaz para garantir um emagrecimento saudável. 

Não deixar o corpo descansar 

Como visto, as atividades físicas são importantes para quem busca emagrecer. No entanto, um detalhe importante acaba passando despercebido e causa reflexos negativos no processo de perda de peso.

Deixar o corpo repousar após realizar exercícios é essencial, pois durante o momento de descanso o organismo libera hormônios importantes para o funcionamento do metabolismo. 

As recomendações da Associação Brasileira do Sono, que segue as diretrizes da National Sleep Foundation, é que adultos a partir dos 25 anos durmam entre 6 e 10 horas por dia. Dessa forma, é possível recuperar a energia para continuar se exercitando. 

Hospital busca parceria com startups para melhorar experiência de pacientes

Healthtech. O termo se tornou tendência para os negócios que buscam soluções inovadoras para a área da saúde. As empresas do setor estão apostando cada vez mais em tecnologia para oferecer produtos e serviços que melhorem a experiência dos pacientes e tornem a medicina mais acessível. Telemedicina, gerenciamento de prontuários eletrônicos, inteligência artificial para agilizar diagnósticos e análise de dados melhoram a experiência dos pacientes nas instituições de saúde. Esse é o objetivo do programa Inova HMC, lançado pelo Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR), em parceria com a Hotmilk, ecossistema de inovação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). 

Focado na medicina de alta complexidade, inovação é um dos focos da instituição com desafios principalmente nas áreas de automação de processos, rastreabilidade e experiência do usuário. “Ações como essa contribuem para fomentar e fortalecer o ecossistema de inovação na área da saúde, além de proporcionar agilidade, integração e apoio às startups”, explica a médica e coordenadora do Centro de Estudos, Pesquisa e Inovação do hospital, Maíra Loesch. “O projeto une as frentes de educação e saúde do Grupo Marista em uma sinergia que tem sido essencial para o avanço das duas áreas, usando a inovação e a pesquisa para melhorias práticas na assistência”, explica.

“Estamos buscando startups de todo o país, que tenham soluções tecnológicas para apoiar o hospital na jornada e na experiência dos pacientes. Em contrapartida, as startups terão a oportunidade de fazer uma imersão em uma instituição de referência e poderão testar suas soluções”, esclarece a coordenadora de inovação aberta da Hotmilk, Poliane Brito.

As inscrições vão até o dia 19/8 e podem ser feitas no site: https://hotmilk.pucpr.br/inova-hmc/obrigado/.