10 reações de um turista em Curitiba


10 reações de um turista em Curitiba

“Cachorro-quente com duas vinas?”

Oil Man está passeando na XV.

Depois de beber no largo.

Viu o Dalton Trevisan na rua.

“Me passa o penal, por favor?”

Borboleta 13?

“Bora chupar uma mimosa?”

Turista diz: “Que horas sai o tubo?”

Onde eu pego o ônibus turismo?

AMEI ESSA CIDADE! <3

0 Comments

  1. Olha, SL…cada lugar tem sua maneira de falar, e as pessoas as vezes n associam as coisas. Tem q n sabe q mandarina, fuxiqueira, mimosa, mexerica e tangerina são a msm coisa :v uhauhaha

  2. Gente ele sai sim, ele nao é um vampiro o livro mais famoso dele é o Vampiro de Curitiba…mas ele existe e quem sabe as pessoas fiquem espanadas qnd vejam ele pq ele qse n sai, e pelo fato d ele ter ganho premio na academia brasileira d letras! ou seja ele n deixa de ser uma celebridade!

  3. Ele sai cedinho, sim.
    Ele mora na esquina da Ubaldino do Amaral com Amintas de Barros, entre o Centro e o Alto da XV.

    Ele sempre vai à livraria do Chain pelas manhãs, e costumava comprar à noitinha quando o Mercadorama da Rua XV ainda era 24h.
    Quem mora na região ali sempre acaba vendo ele por ali vez ou outra.

  4. Pois olha rsrs. Eu carioca, chegando em Ctba há 20 anos atrás cheguei na barraquinha e pedi um cachorro-quente. Perguntei o que vinha dentro, o cara disse: pão, duas vinas, bla bla bla. Falei ok. Me dá um com duas salsinhas, sem milho, sem ervilha e com mais essas duas vinas para eu experimentar! hahahaha

  5. Lembrei de quando eu era pequena e n conseguia entender uma propaganda dum cara que pedia cachorro quente com duas vinas e o vendedor n entendia, eu n via graça naquilo kkk depois de um tempo que percebi que só tem aqui a tal vina kk :s

  6. hahaha…Pra quem quer manjar de vina:

    Subst. fem. Salsicha do tipo Viena. Do alemão: Wiener Wurst (a pronúncia de "wiener" lembra o som "vina"). Denominação amplamente utilizada na cidade de Curitiba-PR.

  7. Uma falecida amiga minha já me perguntou isso… Estávamos na estação da mariano torres e ela perguntou se precisava se segurar e quando que o tubo ia sair…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Restaurante japonês promove 1º Festival do Atum de Curitiba a R$ 10

Atenção amantes do mar! A partir desta sexta-feira, dia 1º de julho, o Ken’eki, restaurante de culinária japonesa contemporânea comandado pelo chef Dudu Sperandio, vai promover a primeira edição do Festival do Atum, que irá oferecer dez opções de preparos que levam o atum como protagonista pelo preço fixo de R$ 10 cada.

Entre os destaques do evento estão o Atum Grelhado com Crosta de Gengibre, o mini Tartare de Atum; o Carpaccio de Atum e Tartufata; e o Tuna Salad, com cubos de atum, rúcula, botarga e molho especial da casa. O restaurante ainda oferece diversas porções de niguiri, sashimi, uramiki, entre outros preparos de excelência.

Propondo uma harmonização completa, o Ken’eki trabalha com drinks a base de sake e gin. Além disso, os amantes de atum poderão aproveitar o festival em um ambiente refinado e aconchegante, que vai da parte interna ao deck frontal do empreendimento.

O 1º Festival do Atum do Ken’eki (Rua Myltho Anselmo da Silva, nº 1439) vai acontecer durante todo o mês de julho. Mais informações no Instagram oficial do empreendimento (@keneki.sushi).

Começa amanhã o 7º Festival do Fettuccine no Grana Padano do Ernesto Ristorante

Produzido na planície de Padana, na Itália, o queijo grana padano conquistou o paladar dos amantes da gastronomia ao redor do mundo, em especial dos brasileiros. Afinal, quem não gosta de uma boa massa artesanal preparada dentro de uma enorme peça do queijo, não é mesmo? O fettucine, típico da culinária italiana, ganha ainda mais sabor neste preparo irresistível.

Pensando nesta combinação perfeita, o Ernesto Ristorante, clássico restaurante italiano de Curitiba, comandado pelo chef Dudu Sperandio, vai promover durante todo o mês de julho o 7º Festival do Fettucine no Grana Padano. “Aqui no Ernesto, finalizamos o preparo dentro do Grana Padano, queijo que passa por 12 meses de maturação, seguindo uma forte tradição italiana. Desde que fizemos o primeiro festival, o preparo logo se transformou em uma marca registrada do nosso restaurante”, comenta Dudu Sperandio.

Grande responsável pelo evento, o chef Dudu Sperandio cuida diretamente do preparo do prato, que já na apresentação conquista os apaixonados por gastronomia. “A massa, quase pronta, é finalizada dentro de uma enorme peça de queijo Grana Padano flambado, para aproveitar o máximo do sabor do queijo, bem no meio do salão. Assim, a experiência gastronômica deixa de ser apenas para o paladar, passando a ser, também, uma experiência visual”, destaca o chef.

Durante o 7º Festival do Fettuccine no Grana Padano, os clientes podem escolher entre diversas receitas exclusivas do preparo: fettuccine no grana padano flambado (R$ 79 ou R$ 129 no menu completo), fettuccine no grana padano flambado e trufado (R$ 89 ou R$ 139 no menu completo); mignon grelhado com molho grana e fettuccini no grana padano (R$ 99 ou R$ 149 no menu completo); mignon grelhado com molho trufado e fettuccini no grana padano (R$ 109 ou R$ 159 no menu completo); e fettuccine no grana padano flambado com lascas de botarga e raspas de limão (R$ 99 ou R$ 149 no menu completo).

Para quem optar pelo menu completo, o restaurante oferece dois pratos de entrada: endívia com brie morno e marmelada de maçã com canela ou polenta brustolada com cogumelos e creme de gana padano. Na parte das sobremesas, são três opções de doces: pudim de ovos do Mosteiro de Alcobaça, pudim de leite condensado da vovó ou mousse de chocolate 70%.

O 7º Festival do Fettuccine no Grana Padano acontece entre os dias 01 e 31 de julho, no Ernesto Ristorante (Rua Myltho Anselmo da Silva, n° 1483), no bairro Mercês. O evento é válido durante o jantar, a partir das 19h30, e nos almoços de domingo, a partir das 12h. As reservas podem ser feitas pelo telefone (41) 4141-5477. Mais informações no Instagram oficial do empreendimento (@ernesto.risto).