Vacina do Coronavírus: Governo do Paraná e Rússia devem assinar acordo

O governo do Paraná anunciou nesta terça-feira (11) que vai assinar um convênio com a Rússia para produzir a vacina Sputnik V. O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) será responsável pela pesquisa e distribuição do imunológico.

A decisão foi tomada horas depois do presidente russo, Vladimir Putin, divulgar a vacina como a primeira registrada no mundo.

(Foto: Freepik)

Segundo o que apurou o G1, o convênio deverá ser assinado pelo governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), e pelo embaixador da Rússia, Sergey Akopov, na tarde desta quarta-feira (12).

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda precisa liberar realização dos procedimentos necessários para os testes.

Previsão é que distribuição no Brasil não comece antes do segundo semestre de 2021.

Governo paranaense vinha discutindo parceria com Rússia desde julho.

Jorge Callado, presidente do Tecpar, ressaltou que a pesquisa vai avançar conforme o compartilhamento as informações.

“Antes da liberação, não há possibilidade de colocar nada em prática. Reitero que a prudência e a segurança são palavras-chave nesse processo”, declarou o presidente do Tecpar.

Conforme as informações russas, o Brasil vai participar da fase 3 dos estudos clínicos, que tem previsão para começar nesta quarta-feira. Serão 2 mil participantes dos testes. Além dos brasileiros, deve haver voluntários da própria Rússia, dos Emirados Árabes, da Arábia Saudita e do México.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.