Universidades do Paraná inscrevem estudantes para receber equipamentos de informática

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) confirmou nesta segunda-feira, 10, que as universidades estaduais já recebem as inscrições de alunos que necessitam de equipamentos de informática ou acesso à internet para estudar durante a pandemia. A Assembleia Legislativa repassou R$ 1,5 milhão para compra de equipamentos para cessão em empréstimos a estudantes enquadrados em programas sociais do governo federal.

“Alunos que não têm aparelhos celulares ou tabletes e estão com dificuldades para acompanhar as aulas remotas em razão da falta de equipamentos e conexão de internet devem se inscrever para recebê-los”, disse Romanelli.

O recurso repassado no final do mês de julho é  para a compra de equipamentos, telefones celulares e tabletes e também para a aquisição de pacotes de internet móvel. As universidades também estão recebendo doações de equipamentos tecnológicos apreendidos pela Receita Federal, que também serão cedidos em empréstimos aos estudantes.

Inscrições – Na Uenp (Universidade Estadual do Norte Pioneiro), e nas demais universidades estaduais (UEL, UEM, Unioeste, UEPG e Unicentro), os estudantes devem preencher formulário de inscrições para adesão ao programa de acessibilidade tecnológica. Alunos de cursos de graduação e pós-graduação terão até o dia 14 de agosto para se inscrever e acessar equipamentos como  smartphone e pacote de dados de tecnologia da informação (internet).

O estudante também precisa declarar que não tem equipamento próprio ou que o equipamento em uso é obsoleto e incompatível com os recursos tecnológicos necessários ao desenvolvimento das atividades. Outro critério é o aluno autodeclarar que não possui meios de acesso à tecnologia da informação.

“O equipamento será emprestado – e não doado – para o estudante pelo período correspondente ao Regime Especial do curso de vinculação e deverá ser devolvido nas mesmas condições em que recebeu, em até 30 dias após o retorno das atividades presenciais”, disse Romanelli.

Acesso – Dados das próprias universidades apontam que cerca de seis mil estudantes paranaenses serão atendidos. A reitora da Uenp, Fátima Padoan, destaca a importância do programa para atendimento da parcela de alunos que não está tendo acesso a oferta das aulas online pela falta de equipamento e internet.

Segundo a reitora, presidente da Apiesp (Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público), aponta que cerca de 15% de alunos não possuem condições de acompanhar as aulas online por falta de equipamentos, e que o recurso repassado pela Assembleia e a doação de equipamentos da Receita Federal atendem estritamente a esse público.

“Nosso desejo é que o programa alcance a todos os alunos da universidade que de fato necessitam do celular e internet, para participação nas aulas do regime especial. Importante destacar que o programa é de fato para quem precisa, pois o acesso de um estudante que não tenha necessidade do equipamento poderá inviabilizar a participação de um colega que necessita realmente”, considera a reitora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.