Risorama: primeiro festival de shows de comédia do país completa 16 anos de Festival de Curitiba

Uma semana com os mais populares humoristas do país apresentando seus shows em um ambiente que reproduz o dos clubes de comédia. Irreverência, dinamismo e descontração na dose certa para uma maratona de “happy hours”. Assim é o Risorama: risadas + drinks + humor.

Recheado de atrações, o Risorama completa 16 anos nessa edição. “É um adolescente no Festival de Curitiba. Foi pioneiro, inspirou os principais festivais de comédia do Brasil e nunca perdeu a essência de balada de humor”, diz o curador Diogo Portugal.

Mais uma vez, o palco está no Park Cultural, dentro do Parkshopping Barigui. “Esse vai ser o point da comédia stand up de novo. Ali vão se revelar novos talentos. E ali o público vai se reunir com os amigos para ver grandes nomes da comédia. Não é uma atração isolada e sim uma experiência para curtir com amigos. O Risorama leva até grupos de Whatsapp para o teatro: desde o do futebol ao das mães do colégio”, brinca Diogo.

A programação tem seis comediantes e um mestre de cerimônias por noite. Entre os nomes confirmados para essa edição estão os experientes Danilo Gentili, Murilo Couto, Rafael Portugal, Sérgio Mallandro e Léo Lins. “São vários nomes importantes do stand up comedy. Essa edição vai trazer o Victor Amhar, que escreveu o programa de Fábio Porchat e o Tirullipa, que vem em uma fase ótima da carreira. Ele está pra estrear o programa ‘Os Roni’ no Multishow”, conta Portugal.

O Risorama 2019 tem também algumas novidades que devem surpreender o público com temáticas importantes tratadas de forma hilariante, mas sem perder a crítica por trás da piada. Entre os destaques estão a comediante chinesa Jing Jing, que aborda a realidade do imigrante que vive no país. Outro exemplo é o humorista Diogo Almeida, que fez sucesso na Internet abordando o lado tragicômico de ser professor no Brasil. A questão LGBTi também entra na “pauta”, com o show de Junior Chicó, que, com um estereótipo improvável, arranca risadas do público ao falar com naturalidade sobre o universo gay. “Ele tem pinta de lutador de jiu jitsu, o que deixa a apresentação ainda mais engraçada”, conta o curador do Risorama.

O Risorama vai do dia 28 de março a 2 de abril, no Park Cultural, anexo ao Parkshopping Barigui.

Apresentadores, patrocinadores e apoiadores

O Festival de Teatro de Curitiba tem parceiros fundamentais para sua realização e é apresentado pelo Banco RCI Brasil, com patrocínio da Junto Seguros, EBANX, Uninter GRASP, Cielo, Copel e Governo do Estado do Paraná.

Os eventos simultâneos – Programa Guritiba, Mish Mash, Gastronomix e Risorama -, igualmente, contam com o apoio de parceiros importantes para levar a arte, cultura e entretenimento ao público.

O Programa Guritiba é apresentado por Caterpillar e Perkins Motores, com patrocínio da Tradener Comercialização de Energia e tem como apoiadores as empresas Novozymes, New Holland, Mili e Savana | Mercedes-Benz. São parceiros também na realização do Guritiba a Berneck, Brose do Brasil e o BRDE.

O Banco RCI Brasil, Instituto Grupo Boticário e a Denso do Brasil apresentam o Mish Mash, evento que tem também o patrocínio da Unimed Curitiba e Rumo.

O Risorama é apresentado pela Potencial Petróleo e Restaurante Madero e patrocinado por Lojas Havan, FH e Ferramentas Worker. O segmento de stand up comedy do Festival de Curitiba tem também o apoio do Grupo Barigui. A cerveja oficial do evento é a Cacildis.

O Gastronomix, por sua vez, é apresentado por Electrolux, tem o patrocínio da Melitta e o apoio da Electra Energy, Da Magrinha e da Ritmo Logística. Conta ainda com a Oxford como fornecedora da louça oficial do evento. Stella Artois é cerveja oficial do evento.

As bilheterias do Festival de Curitiba são uma parceria com o ParkShoppingBarigüi e o Shopping Mueller.

 

Ingressos

A venda dos ingressos será pelo site www.festivaldecuritiba.com.br, pelo aplicativo “Festival de Curitiba 2019” e nas bilheterias oficiais do evento, no ParkShoppingBarigüi (Piso Superior – Lado Norte), de segunda a sexta, das 11h às 23h, no sábado, das 10h às 22h e, aos domingos, das 14h às 20h; e no Shopping Mueller (Piso L3), de segunda a sábado, das 10h às 22h, domingos e feriados das 14h às 20h.

 

Valores

 

Risorama 2019

R$ 70,00 (entrada inteira) + taxa administrativa

 

Programação Risorama 2019

Dia 28/03 (quinta), às 20h

Mestre de Cerimônia: Sérgio Mallandro

Diogo Portugal

Mhel Marrer

Igor Guimarães

Maurício Meirelles

Patrick Maia

 

Dia 29/03 (sexta), às 20h

Mestre de Cerimônia: Victor Sarro

Léo Lins

Victor Ahimar

Maloka

Júnior Chicó

 

Dia 30/03 (sábado), às 20h

Mestres de Cerimônia: Danilo Gentili e Diguinho Coruja

Diogo Portugal

Jing Jing

Luiz França

Rogério Vilela

Rogério Morgado

 

Dia 31/03 (domingo), às 19h

Mestre de Cerimônia: Gustavo Mendes

Diogo Portugal

Rodrigo Marques

Murilo Couto

Fabiano Cambota

Nando Viana

 

Dia 01/04 (segunda), às 20h

Mestre de Cerimônia: Diogo Portugal

Thiago Ventua

Renato Albani

Matheus Ceará

Rafael Portugal

Fábio Rabin

 

Dia 02/04 (terça), às 20h

Mestre de Cerimônia: Emerson Ceará

Paulinho Serra

Eros Prado (Pagode da Ofensa)

Afonso Padilha

Tirullipa

Diogo Almeida

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba ilumina pontos turísticos de laranja pela prevenção ao câncer de pele

Nesta terça-feira (7/12), a Praça do Japão e a Torre de Cronometragem do Parque Náutico estarão iluminados de laranja, em alusão à adesão de Curitiba ao Dezembro Laranja, a campanha nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

A iluminação nesses locais foi feita para essa segunda-feira (6/12) e hoje ainda pode ser contemplada pela população. O objetivo é chamar a atenção dos curitibanos sobre a importância do diagnóstico e do tratamento precoce, além de orientar sobre os cuidados que devem ser incorporados à rotina diária.

O câncer de pele é o tipo de neoplasia mais incidente no Brasil, com cerca de 180 mil novos casos ao ano. Em Curitiba, dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam a projeção de 1.820 novos casos por ano. A boa notícia é que a maior parte, 95%, é do tipo não melanoma, menos agressivo. Além disso, quando descoberto no início, tem mais de 90% de chances de cura.

“Por isso é importante que a população fique atenta aos sinais e sintomas, e procure logo um serviço de saúde”, afirma a dermatologista do Centro de Especialidades de Santa Felicidade da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, Simone Viola Ampuero Gehlen.

Prevenção

De acordo com a médica, a orientação é para que as pessoas fiquem atentas a lesões na pele que não cicatrizam, principalmente nas áreas que comumente ficam expostas ao sol. Sangramentos e pruridos neste tipo de lesões também são sinais de alerta. Segundo Simone, é importante observar pintas com mudança na cor e bordas irregulares.

Em qualquer um desses casos, a orientação é procurar o mais breve possível, um serviço de saúde, para uma avaliação. No SUS Curitibano, a porta de entrada é a unidade de saúde. Caso seja necessário, a unidade faz o encaminhamento do paciente para um especialista.

Além de observar os sinais de alerta, é importante também se prevenir. Medidas básicas do dia a dia que podem ajudar são o uso de filtro solar nas áreas que ficam expostas (com mínimo de fator de proteção solar de 30); evitar o sol entre as 10h e 16h; além de usar chapéu e roupas que protejam a pele o máximo possível da exposição direta ao sol.  

Câmara de Curitiba aprova suspensão de reajuste e limita correção do IPTU em 2022

O projeto da Prefeitura que adia a revisão da Planta Genérica de Valores e garante que o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) não sofra reajuste em 2022 foi aprovado, por unanimidade, nesta segunda-feira (06/12) em primeiro turno na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A proposta, que recebeu 38 votos favoráveis, será votada em segundo e último turno nesta terça-feira (07/12).

Confirmada a aprovação, a atualização da Planta Genérica de Imóveis fica adiada para outubro de 2022, sendo que o reajuste que será aplicado valerá para 2023.

Dessa forma, os reajustes que estavam em vigor nos últimos anos, de 4% para imóveis residenciais, e de 7% para terrenos (mais a inflação), não serão praticados no IPTU 2022, que terá apenas a correção pela inflação, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A revisão da Planta Genérica de Valores atualizaria o valor venal dos imóveis da cidade, de acordo com o mercado. Com isso a cobrança do IPTU poderia variar acima da inflação para aqueles imóveis com valor venal defasado.

“A atual pandemia de Covid-19 teve repercussão no campo econômico, diminuindo a renda de muitas famílias e a receita de muitas empresas, que foram obrigadas a paralisar suas atividades. Fazer essa correção, neste momento, traria inúmeros prejuízos para população”, diz a mensagem da Prefeitura no projeto.

A revisão da Planta Genérica é prevista pela legislação. A Lei Complementar nº 40, de 18 de dezembro de 2001 determina, no § 2º do art. 36, que o Poder Executivo deve encaminhar ao Poder Legislativo, até o dia 15 de outubro do primeiro ano do mandato, projeto de lei com proposta de atualização dos valores unitários de metro quadrado de construção e de terrenos, constantes na Planta Genérica de Valores Imobiliários

No entanto, a valorização imobiliária observada nos últimos quatro anos e a entrada em vigor da nova Lei de Zoneamento, em agosto de 2020, provocaram consideráveis alterações na ocupação urbana, com reflexos diretos no valor venal dos imóveis na capital.