Queiroga prevê fim da obrigatoriedade de máscaras em lugares abertos a partir de novembro

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, tem feito, nos bastidores, previsão mais exata de quando o governo federal poderá “recomendar” o fim do uso obrigatório de máscaras em lugares abertos no Brasil.

Em conversas com interlocutores, Queiroga projeta que, se os números da Covid-19 no país continuarem caindo, a pasta poderá orientar a abolição do uso de máscaras ao ar livre a partir de novembro deste ano.

Nessa segunda-feira (13/9), a média móvel de casos de Covid-19 no Brasil foi de 15.336. É o menor número desde 20 de maio de 2020, início da pandemia, quando o indicador registrou 14.647 infecções, em média.

Para ler a matéria completa clique aqui.

Informações Banda B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.