Pedreira Paulo Leminski terá festival de rock neste sábado

Aos poucos, o mundo todo vai se adaptando ao “novo normal”. Se não é possível voltarmos no tempo para nos aproximar de tudo o que vivíamos antes do aparecimento do coronavírus, que tal reinventar nossas experiências? Com esse pensamento e muita vontade de levar diversão aos curitibanos, o Planeta Drive-In Curitiba, implantado na icônica Pedreira Paulo Leminski, e o Bar Crossroads vão promover neste sábado, dia 22 de agosto, a segunda edição do Thunderstruck Drive-In, que contará com atrações especiais para toda a família. O evento será realizado no formato drive-in, ao ar livre e com os espectadores dentro de carros.

A programação musical do Thunderstruck Drive-In contará com a apresentação de três bandas: República Pine, F4T e Backstage.  A República Pine, que sobe ao palco a partir das 16h, vai apresentar o melhor do rock n’ roll, indie e grunge. Já a partir das 17h30, o palco será ocupado pela banda F4T, com um tributo ao Charlie Brown Jr. Para completar, a partir das 19h, a banda Backstage invade a Pedreira Paulo Leminski com grandes sucessos do Aerosmith, Bom Jovi, Queen e Guns N’ Roses. “Para esse dia histórico na Pedreira Paulo Leminski, convidamos três projetos musicais que fazem muito sucesso no Bar Crossroads. Rock and roll de altíssima qualidade para a família toda. Temos certeza de que teremos um dia incrível, com entretenimento de qualidade e, antes de tudo, seguro”, comenta Alessandro Reis, proprietário do Bar Crossroads, uma das grandes referências da noite curitibana.

Entretenimento seguro

Segundo o diretor da Planeta Brasil Entretenimento, Patrik Cornelsen, o Planeta Drive-In foi desenhado como uma forma de trazer de volta atrações culturais fora de casa à vida das pessoas, uma experiência vintage, com tecnologia de última geração aplicada, além de uma infraestrutura completa de gastronomia e serviços com comodidade e segurança, respeitando as principais orientações dos órgãos oficiais para diminuir a disseminação da Covid-19, entre elas evitar aglomerações em locais públicos. “Trata-se de um modelo inteiramente pensado para atender as demandas de cultura e entretenimento. Diferentemente de qualquer comércio ou serviço, no drive-in não há contato entre as pessoas”, afirma.

No Planeta Drive-In, não existe qualquer forma de aglomeração e o modelo foi pensado para os cenários mais extremos de isolamento social, seguindo as melhores referências de eventos já realizados na Europa e na Ásia para controle da Covid-19. Os colaboradores envolvidos na produção são em número bastante reduzido, e submetidos a exames, paramentos e esterilização total, inclusive de pertences, antes do início de suas atividades.

Levando em consideração o público espectador, os veículos passam por um pioneiro sistema de desinfecção nos pneus e da lataria, com ingresso validado eletronicamente e sem contato humano. A venda de alimentação e bebida é feita via aplicativo, e os produtos são entregues embalados na janela do veículo, que só pode permanecer aberta do lado esquerdo. “Até mesmo o uso dos sanitários ganhou uma ajuda muito importante no combate ao coronavírus. A ida aos banheiros deve ser solicitada e agendada via aplicativo, pois apenas uma pessoa por vez é autorizada a transitar na arena. Além da limpeza tradicional, os sanitários são dotados de um moderno sistema de esterilização de ar”, completa Cornelsen.

A segunda edição do Thunderstruck Drive-In será realizada neste sábado, dia 22 de agosto, a partir das 16h, no Planeta Drive-In Curitiba, implantado na Pedreira Paulo Leminski – Parque das Pedreiras (R. João Gava, 970). Os ingressos custam R$ 100 por carro (até 4 pessoas por automóvel) e estão disponíveis no site www.planetadrivein.com. Mais informações nas redes sociais oficiais da Planeta Brasil Entretenimento, do Planeta Drive-In e do Bar Crossroads.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cine Passeio comemora dois anos com estreia na programação virtual

Podem ir preparando a pipoca. Considerado um dos 20 cinemas mais legais do mundo pela revista segmentada Exibidor, o Cine Passeio completa dois anos de inauguração com atrações imperdíveis nas salas de exibição virtual Cine Vitória e também no Cine Plaza. Serão seis filmes em cada ambiente a partir desta quinta-feira (25). Cada título poderá ser visto a partir desta quinta (25) até dia 31 no site www.cinepasseio.org, onde também estão os preços.

Cine Passeio comemora dois anos com estreia na programação especial. Foto: Daniel Castellano/SMCS

A sala virtual Cine Vitória terá quatro documentários. Volta à grade de programação o recordista de inscrições e visualizações Marumbi, a montanha por dentro (do brasileiro Matias Dala Stella). Com ele, também serão exibidos Me chamo Samuel (do queniano Pete Murimi); Vida de Artista (do brasileiro João Batista de Andrade) e Conversas do Maranhão (de Andrea Tonacci). A sala virtual traz ainda os argentinos Cuando ella saltó, drama dirigido por Sabrina Farji, e Caño dorado, suspense de Eduardo Pinto.

No Cine Plaza, o público poderá ver uma estreia virtual. É o inglês Prisioneiro espacial, suspense de ficção de Luke Armstrong. Outras opções são os franceses A poucos passos de Paris (comédia de Virginie Verrier) e Um amor proibido: escute o som do seu coração (de Arnold de Parscau), Nona: se me molham eu os queimo (drama chileno de Camila José Donoso), Mambo man (drama anglo-cubano de Edesio Alejandro e Mo Fini ) e o norte-americano O muro (drama de Genevieve Anderson).

Debates de sábado

A trajetória e as perspectivas para o Cine Passeio serão o assunto da mesa-redonda que acontecerá neste sábado (27), a partir das 10h30. Para debater o tema, foram convidados três frequentadores assíduos da programação do Cine Passeio: a produtora e diretora Téia Werner, o desenhista industrial Francisco Nascimento e a produtora cultural e colunista de gastronomia Bárbara Magalhães Browne. A atividade vai até as 12h30.

À tarde haverá outro debate. Em meio às novas tecnologias de acesso aos filmes e à crise sanitária que agora afasta o público das salas físicas dos cinemas, qual será o seu futuro? Para responder à pergunta, Marcos Jorge e Marden Machado convidaram o gerente de produções local dos estúdios Disney, Bruno Bluwol; o fundador da Expocine e editor da revista Exibidor, Marcelo Lima; e a diretora e produtora Cláudia da Natividade. A conversa será neste sábado (27), das 17h30 às 19h30.

Na segunda, a volta dos podcasts

Idealizado para o formato virtual de programação inaugurado na pandemia, os podcasts voltam ao cartaz nesta segunda-feira (29). O convidado para abrir a segunda temporada da atração é Alessandro Larocca – o homem por trás do som de alguns dos mais importantes filmes brasileiros. Ele é supervisor de edição de som sound designer, mixador e responsável pela direção técnica e artística da 1927 Áudio, de Curitiba.

Os interessados em ouvir o bate-papo de Larocca com os curadores do Cine Passeio, Marcos Jorge e Marden Machado, poderão fazê-lo pelo Spotify e pelo Deezer do espaço (www.cinepasseio.org/podcasts).

Sucesso mesmo na pandemia

Desde que o Cine Passeio abriu as portas, em 27 de março de 2019, 99.031 pessoas assistiram a 507 filmes exibidos em 3.127 sessões de filmes de diferentes gêneros e países e destinados a públicos diversos. Os números se referem às charmosas salas físicas Cine Luz e Cine Ritz e também aos contabilizados na segurança do sofá da casa dos espectadores.

“No momento em que as novas tecnologias alteraram o modo de consumo de conteúdos audiovisuais, o Cine Passeio vem mostrando que é possível integrar velhos e novos hábitos de apreciar cinema, com muito sucesso. Esse espaço cultural representa o esforço da Prefeitura e supera as expectativas do público, inovando e respeitando as tradições”, avalia a coordenadora de Audiovisual da Fundação Cultural de Curitiba, Valéria Marques Teixeira.

Até o início das restrições resultantes da pandemia do novo coronavírus, o espaço cultural exibiu 260 filmes em 2.699 sessões presenciais que atraíram 89.964 pessoas de todas as idades. Com as portas fechadas pouco antes de completar seu primeiro ano de funcionamento, o Cine Passeio concebeu um variado cardápio de atrações virtuais que reuniram 9.067 pessoas em torno de 428 sessões de 247 filmes, entre atrações grátis e pagas.

Programação diversificada

Fizeram parte da programação 27 lançamentos, mostras e festivais presenciais que atraíram 7.335 pessoas, além de 17 virtuais. Destes, 15 (cerca de 90%) foram realizados por meio de plataformas externas, o que não permite a aferição de público.

Entre os destaques exibidos nas salas do Cine Passeio estiveram os festivais Glauber Rocha 80 anos e Ingmar Bergman 100 anos, além do pré-lançamento nacional de Cemitério Maldito. Como atrações virtuais, destacaram-se as mostras Varilux, Babenco e o 13º Festival de Cinema da Lapa.

Workshops, palestras, bate-papos e podcasts que fazem parte da programação do mais novo cinema de rua de Curitiba também caíram no gosto do público que cultua a chamada sétima arte. Em quase 1 anos de atividades presenciais, foram 20 eventos com 860 participantes.

Já em sua configuração virtual, com o público em casa, o Cine Passeio ofereceu 47 atividades e atraiu 2.877 participantes. A novidade ficou por conta dos podcasts. Em 16 edições, foram registradas 1.101 participações.

Todos esses projetos terão continuidade durante o 1º semestre de 2021. Dessa forma – independente do formato, presencial ou virtual – o Cine Passeio segue as diretrizes estabelecidas pela Fundação Cultural de Curitiba com a missão de apresentar o melhor do cinema para um público apaixonado por audiovisual.

Serviço: dois anos de Cine Passeio

Programação especial de 25 a 31 de março. Filmes, debates, podcasts
Confira em www.cinepasseio.org e www.cinepasseio.org/podcasts

Espetáculo Natal Mágico Condor ganha formato drive-in

Serão dez apresentações gratuitas, entre os dias 14 e 22 de dezembro. As inscrições acontecem pelo site da Prefeitura de Curitiba

A programação de Natal de Curitiba ganhou este ano um novo show para o calendário de apresentações de 2020. O espetáculo “Natal Mágico Condor”, patrocinado pelo Instituto Joanir Zonta em parceria com a Companhia Regina Vogue, promete encantar os curitibanos entre os dias 14 e 22 de dezembro, com dez apresentações em sistema drive-in, no novo estacionamento do Jardim Botânico (Futuro Museu de História Natural).

Para assistir ao Auto de Natal, os curitibanos devem acessar o site da Prefeitura de Curitiba e inscrever a placa do automóvel. A capacidade do evento é de até 80 veículos por apresentação. Cada sessão do espetáculo dura em torno de 40 minutos. No dia 19 de dezembro, às 15h, acontece uma exibição especial, inclusiva, com tradução simultânea em Libras e Audiodescrição.

Dirigido por Maurício Vogue, o Auto de Natal traz uma reflexão sobre o amor, a esperança e a empatia para toda a família. A iniciativa é realizada pela Companhia de Teatro Regina Vogue e recebeu o patrocínio do Condor Super Center e do Banco Safra, por meio do Programa Nacional de Incentivo à Cultura do Ministério do Turismo. Todas as apresentações integram a programação oficial da Fundação Cultural de Curitiba para o Natal e seguem todas as medidas sanitárias exigidas pelas autoridades.

Inicialmente, as apresentações do Espetáculo Natal Mágico Condor aconteceriam no Memorial de Curitiba, mas por conta do agravamento da pandemia do novo coronavírus a organização optou pelo formato drive-in, garantindo o distanciamento social e o controle do número de pessoas. Mais informações em https://natal.curitiba.pr.gov.br/programacoes/.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Espetáculo NatalMágico

Companhia Regina Vogue

De 14/12 a 18/12, às 20h30

Dia 19/12, às 15h, 18h e 20h30

Dias 21 e 22/12, às 20h30

Local: Novo estacionamento do Jardim Botânico (Futuro Museu de História Natural).

End: Av. Linha Verde, 8470

Entrada GRATUITA

Inscrições: natal.curitiba.pr.gov.br