Arquivos

No Paraná, encontro de comitês dos pequenos negócios reúne 700 participantes

Teve início nesta terça-feira (8), em Foz do Iguaçu, na região oeste no Paraná, o Encontro Estadual dos Comitês dos Pequenos Negócios. A iniciativa é do Sebrae/PR, com apoio do Fórum Paranaense da Micro e Pequena Empresa (Fopeme), dos comitês territoriais e locais e das Salas do Empreendedor, com o objetivo de estimular a troca experiências, de fortalecer governanças e de alinhar uma agenda de incentivos ao crescimento dos pequenos negócios do Paraná.

O presidente da Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe) e da Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Estado do Paraná (Fampepar), Ercílio Santinoni, falou da satisfação de ver a atuação de diversos grupos em prol dos empreendedores.

“Vivemos, hoje, uma realidade de muitas entregas que contribuem com a melhoria do ambiente de negócios no Paraná”, citou.

Entre agentes de desenvolvimento, prefeitos e secretários de municípios de todas as regiões do estado, além de representantes de setores empresariais, o evento reúne 700 participantes. Na programação, palestras e apresentação de referências de atuação que ajudam a promover emprego e renda. Além disso, o evento premia inciativas de destaque em favor dos pequenos negócios.  

O diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, fez a primeira palestra e destacou que o encontro consolida os programas Cidade Empreendedora e Território Empreendedor, em acordo com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei Complementar nº 123/2006).

Conforme Agostini, a intenção é incentivar os territórios a implementar políticas públicas de apoio às micro e pequenas empresas e potencializar a implementação de iniciativas que ajudam a transformar o ambiente de negócios. Um exemplo é a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesimples), que chega a 396 municípios paranaenses.

“Com esta e outras soluções implementadas junto aos municípios, o tempo para abrir uma empresa no Paraná vem diminuindo. Em dezembro de 2019, o tempo médio era de quatro dias e 21 horas. Em dezembro de 2020, de três dias e oito horas. Em dezembro de 2021, de 24 horas. E, em outubro deste ano, o tempo médio para abrir um negócio é de apenas 15 horas”, ressaltou.

O coordenador Nacional do Programa Cidade Empreendedora, Maurício Tedeschi, disse que o momento é de reconhecimento e de celebração e que a transformação do País depende da soma do que é realizado em cada cidade. Segundo ele, o programa é uma iniciativa do Sebrae no Paraná para os gestores públicos que querem direcionar, acelerar e sustentar o processo de desenvolvimento socioeconômico dos municípios.

“Atuamos para a melhoria do ambiente de negócios juntamente com as lideranças e instituições para entender a realidade dos territórios e municípios. A sinergia entre todos é fundamental para a agenda de desenvolvimento”, comentou.

Para Tedeschi, o Paraná é referência em âmbito nacional pela sua atuação histórica no desenvolvimento territorial e melhoria do ambiente de negócios. “Sempre esteve na vanguarda da temática e deu vida ao Cidade Empreendedora, fruto de uma jornada das inúmeras ações realizadas”, pontuou. Hoje, o programa está presente em mais de 1.600 municípios brasileiros.

A secretária técnica do Fopeme, Ozélia Rodrigues, reiterou que o momento fortalece as ações dos comitês territoriais, relembrando o legado deixado por Mário José Doria da Fonseca, que foi secretário técnico do Fopeme, falecido em agosto desse ano.      

“É uma satisfação acompanharmos o trabalho realizado no Paraná e estamos à disposição para apoiar o desenvolvimento das micro e pequenas empresas”, salientou.

Premiações

Até esta quarta-feira (9), último dia do encontro, serão entregues as premiações Território Empreendedor e Cidade Empreendedora, reconhecendo aqueles que alcançaram os Índices de Desenvolvimento do Ambiente de Negócios nos níveis municipal e territorial, além das Salas do Empreendedor, destaques em 2022.

700 lideranças paranaenses participam do evento. Foto: Adriano Oltramari