Motorista paranaense é multada por comer coxinha ao volante

Uma motorista de Ponta Grossa foi multada por dirigir tendo na mão direita uma coxinha e na mão esquerda um sache de maionese. O caso viralizou nas redes sociais nesta quinta-feira (13) depois que a imagem do auto de infração foi compartilhada nas redes sociais. A imagem mostra a multa por infração leve (três pontos e R$ 88) por ser flagrada dirigindo seu veículo enquanto comia uma coxinha – a multa foi aplicada no dia 9 de dezembro, por volta das 15h. 

Foto: Reprodução

Veja o texto completo no site: A Rede

Sucesso de público: espaço pet no Ecoville reabre com evento especial

Uma das iniciativas urbanas mais elogiadas da cidade nos últimos tempos irá reabrir em grande estilo: o Espaço Pet criado pela Favretto Painéis, uma praça de recreação aberta ao público e a animais de estimação localizada na esquina da Rua Paulo Gorski com a Dep. Heitor Alencar Furtado, será reaberta ao público depois de um período de manutenção. A ação acontece neste próximo sábado, dia 24 de setembro, com novos equipamentos para os pets, brindes e uma feira de adoção.

O espaço foi inaugurado no início do mês de julho e em pouco mais de dois meses de funcionamento conquistou a simpatia de moradores e visitantes da região. A iniciativa faz parte de um projeto da Favretto Painéis de revitalização de espaços alugados pela empresa: a partir de um cuidadoso estudo paisagístico próprio, os locais selecionados são transformados em praças recreativas abertas ao público, com temáticas específicas.

Localizado próximo ao Park Shopping Barigui, o Espaço Pet foi a primeira iniciativa da empresa pensada exclusivamente para contemplar animais de estimação e seus donos, uma prática cada vez mais comum em países europeus e que vem se popularizando no Brasil. O número de frequentadores do espaço superou as projeções iniciais da Favretto que, pensando em tornar a praça ainda mais atrativa para os visitantes, decidiu fechar o espaço por duas semanas a fim de ampliar a infraestrutura do local.

De acordo com Enrique Favretto, gerente de marketing da Favretto Painéis, a ideia é tornar o espaço um ponto de encontro conhecido por amantes de pet de toda a cidade: “O sucesso tem sido enorme, nós estamos realmente felizes em como nosso projeto foi abraçado pelo público. Estamos ouvindo os feedbacks de moradores da região e visitantes. Queremos que o Espaço Pet da Favretto Painéis se torne um ponto de encontro de amantes de animais de todos os cantos da cidade”, conta.

Evento de reabertura

O espaço será reaberto ao público neste próximo sábado, dia 24 de setembro, com atrações especiais. Além da manutenção paisagística do local, foram instalados novos equipamentos e espaços de proteção para garantir a segurança dos animais e de seus donos. Haverá também a distribuição de brindes e uma feira de adoção com animais abandonados em parceria com a ONG Curitibana “U.AU!”.

O evento acontece das 10h às 14h, e estará aberto ao público gratuitamente. A entrega de brindes é limitada e estará sujeita à disponibilidade.

Serviço:

Espaço Pet Favretto – Reabertura

Quando: sábado, 24 de setembro, das 10h às 14h

Localização: Rua Paulo Gorski, esquina com a Rua Dep. Heitor Alencar Furtado, nas proximidades do Park Shopping Barigui – Ecoville – Curitiba

Entrada gratuita

Sobre a Favretto Painéis

A Favretto Painéis se confunde com a história da chegada da família Favretto em Curitiba, a partir de 1970. A empresa nasce em 1977 e já no primeiro ano de atuação obtém resultados grandiosos. Em mais de 45 anos no mercado de painéis, a empresa se reformula a cada ano para proporcionar o que há de mais moderno no mercado para seus clientes. Atualmente, com mais de 2 mil pontos de visualizações, a marca é referência no mercado de comunicação visual.

Copa do Mundo no Qatar: de flagelação a apedrejamento, veja restrições do país árabe

Um país absolutista, muito rico, dono da terceira maior reserva de gás natural do mundo, com apenas 3 milhões de habitantes e com leis e costumes bastante diferentes dos brasileiros. Mesmo com uma série de escândalos na preparação para o evento, como a morte de mais de 6 mil pessoas nas obras dos estádios e inúmeras violações aos direitos humanos, o Qatar será a sede da Copa do Mundo FIFA 2022, sendo a primeira vez que um país do Oriente Médio recebe um evento desse porte.

Há uma estimativa de que o Qatar receberá cerca de um milhão de turistas de todo o mundo durante o campeonato e o Brasil é um dos 10 países que mais comprou ingressos para os jogos da competição. Embora as autoridades cataris tenham dito que pretendem afrouxar algumas regras enquanto durar o evento, é preciso ficar atento às leis do país, conforme explica o doutorando em estratégia João Alfredo Lopes Nyegray, coordenador do curso de Comércio Exterior e professor de Geopolítica e Negócios Internacionais na Universidade Positivo (UP). “Por ser um país islâmico, as leis do Qatar derivam da Xaria, do Alcorão e da Suna, que são livros base do islamismo, uma religião com princípios e costumes bastante diferentes das religiões ocidentais”, alerta, ressaltando ainda que esses princípios se aplicam tanto a atos criminosos quanto a direitos de família, como a herança, por exemplo.

Segundo o especialista, o Qatar considera crime a homossexualidade e o adultério, além do consumo de álcool fora dos lugares permitidos. “A homossexualidade é um crime passível de pena de morte para os muçulmanos. Para o adultério e até mesmo relações entre pessoas que não são formalmente casadas, o país utiliza punições como flagelação. Bebidas alcoólicas são permitidas apenas dentro de alguns hotéis, predominantemente de luxo. Para quem consumi-las fora desses lugares, a pena é a mesma”, aponta o especialista, lembrando que existem relatos de estrangeiros condenados ao açoitamento por consumo de álcool no país. “O apedrejamento também é previsto na lei catari, embora não há registros de que tenha sido usado recentemente.”

É importante também um cuidado na hora de tirar fotos na visita aos pontos turísticos, uma vez que filmar e fotografar pessoas sem a autorização prévia delas também é crime no país. O professor alerta que esse cuidado extra para não infringir as leis do Qatar é fundamental, pois, se o testemunho for feito por uma pessoa considerada não confiável pelas autoridades, sequer é aceito. “É uma situação complicada, já que considerar alguém confiável ou não é algo bastante relativo. Além disso, se for uma questão envolvendo homens e mulheres, o testemunho feminino tem metade do valor do relato deles”, destaca.

Além das questões legislativas do Qatar, existe também o choque cultural em relação ao Brasil, de ações que são consideradas normais em território brasileiro mas que não são bem vistas no mundo árabe. “Aos heterossexuais também não são recomendadas manifestações públicas de afeto. É importante cuidar com as vestimentas também, uma vez que é mal visto pelos muçulmanos andar com roupas que expõem ombros, peitoral e coxas. Deve-se evitar também usar decotes e roupas justas”, finaliza Nyegray, que recomenda o uso de roupas que cubram, no mínimo, desde os ombros até os joelhos.

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo é referência em Ensino Superior entre as IES do Estado do Paraná e é uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aula modernas, laboratórios com tecnologia de ponta e mais de 400 mil metros quadrados de área verde no campus sede, a Universidade Positivo é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. A Instituição conta com três unidades em Curitiba (PR), uma em Londrina (PR), uma em Ponta Grossa (PR) e mais de 70 polos de EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de graduação, centenas de programas de especialização e MBA, cinco programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas. Além disso, tem sete clínicas de atendimento gratuito à comunidade, que totalizam cerca de 3.500 metros quadrados. Em 2019, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric. Desde março de 2020 integra o Grupo Cruzeiro do Sul Educacional. Mais informações em up.edu.br/