Instituto organiza curso de capacitação de professores da Escolinha de Triathlon

A dedicação aos estudos, fundamental para as crianças da Escolinha de Triathlon Formando Campeões, se estende também aos professores. Toda a equipe técnica dos sete núcleos de Curitiba passou por duas semanas de aperfeiçoamento, no 2ª Curso de Capacitação de Professores. O encerramento, na última sexta-feira (22), contou com a participação do idealizador e padrinho do projeto, Juraci Moreira, hexacamepão brasileiro da modalidade, com participação em três Olimpíadas.

A segunda edição do curso foi organizada pelo Instituto Escolinha de Triathlon Formando Campeões, responsável por centralizar todas as ações do projeto. O objetivo era compartilhar a experiência de sete anos na formação de crianças e adolescentes, alinhando a teoria com a rotina e a realizade de cada núcleo para aperfeiçoar o trabalho. O evento foi também um passo importante para a construção da metodologia de ensino que será aplicada em todas as 18 unidades da Escolinha no Brasil.

Durante as duas semanas de capacitação, foram abordados temas como a forma de planejamento das aulas, manutenção dos equipamentos, prevenção de lesões, técnicas de primeiros socorros e a relação de alunos e professores com os patrocinadores. Presidente fundador do Instituto, Juraci Moreira encerrou a programação falando sobre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas e a relação com o ESG (meio ambiente, social e governança, em português), princípios de sustentabilidade para as empresas. Fortalecer as ações sociais alinhadas com os ODS para a redução das desigualdades é a meta do projeto para 2022.

“Passamos por duas semanas de muito aprendizado. Um evento conjunto em que pudemos fomentar e aperfeiçoar o trabalho realizado durante estes sete anos de Escolinha. Queremos alinhar a teoria com as necessidades de cada núcleo. Isso é fundamental para construir e aperfeiçoar a nossa metodologia de ensino”, destacou Ricardo Júnior Cardoso, coordenador do projeto.

Além dele e de Juraci Moreira, a capacitação contou com a participação de Homero Cachel, treinador da Seleção Escolinha de Triathlon Formando Campeões, time de alto rendimento do projeto. Os professores Carlos Ernesto Borges de Macedo e Leonardo Lisboa e a fisioterapeuta Betina Cachel completaram a equipe que ministrou o curso.

O Instituto

O Instituto Escolinha de Triathlon Formando Campeões foi fundado em 2021 como plataforma de apoio a um projeto de seis anos que já é referência na formação de crianças e adolescentes por meio do esporte. O intuito é unificar e expandir ações do projeto em todo o Brasil. A organização não governamental irá centralizar ações voltadas para o desenvolvimento social por meio do esporte em todo o Brasil.

A criação do Instituto é reflexo do sucesso da Escolinha de Triathlon Formando Campeões. Chancelado pela Confederação Brasileira de Triathlon, entidade máxima do esporte no Brasil, como modelo de FOMENTO, o projeto atende hoje 920 crianças e adolescentes em 18 núcleos espalhados pelo Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Distrito Federal e Ceará.

Comprometido com a Agenda 2030 da ONU, o Instituto também se alinha ao ESG, do inglês Environmental, social and corporate governance, traduzida em português como Governança ambiental, social e corporativa. Trata-se de critérios para mediar ações nos âmbitos ambiental, social e a governança dentro das empresas. Eles englobam as áreas de pobreza, nutrição, saúde, educação, água e saneamento e igualdade de gênero.

Saiba mais no site escolinhadetriathlon.com/instituto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Seleção de talentos paranaenses conquista quatro pódios no Circuito Triathlon Brasil Sprint

A Seleção Escolinha de Triathlon Formando Campeões voltou ao pódio neste domingo (24), em Florianópolis. A equipe de alto rendimento, com talentos do Paraná em preparação para as principais competições nacionais e internacionais, conquistou quatro medalhas na segunda etapa do Circuito Triathlon Brasil Sprint.

O circuito montado na praia de Canasvieiras contou com as distâncias de 750 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e 5 quilômetros de corrida. Amanda Moro, da Seleção Escolinha de Triathlon, foi a campeã júnior, e Alice Tinelli conquistou a prata na categoria Sub23. Entre os rapazes, Gabriel Lecheta ficou com a medalha de bronze na elite e o quinto lugar geral. João Vítor Mazorca também levou bronze, na categoria Júnior, numa prova de recuperação. O atleta se envolveu num acidente de bike, mas conseguiu completar o percurso entre os primeiros colocados.

“Ficamos muito felizes com a vitória da Amanda Moro na categoria Júnior. Ela vem treinando forte para recuperar o seu espaço”, destacou o coordenador Ricardo Júnior Cardoso. Amanda tem no currículo cinco títulos brasileiros infantis. “Entre os rapazes, O Gabriel Lecheta teve um bom resultado na elite. O nível dos triatletas subiu no Brasil todo, as provas estão bem mais disputadas, mas ele vem melhorando o ritmo de competição. E o João Mazorca foi muito bem. Ele estava no primeiro grupo, mas teve um acidente, se machucou bastante. Mesmo assim terminou entre os primeiros.”

Recuperada de uma lesão, Alice Tinelli retornou em ótima forma às competições. “Tive um pouquinho de dificuldade na natação, mas me senti bem no pedal, e a sensação de voltar a correr é ótima, pois estava há um tempo sem treinar corrida”, contou a atleta.  

Renovação da base do triathlon

O grupo de pré-alto rendimento da Escolinha de Triathlon Formando Campeões, que reúne atletas numa fase intermediária de desenvolvimento, também brilhou no Circuito Triathlon Brasil em Florianópolis. Os atletas mais jovens conquistaram sete pódios, mostrando o trabalho de renovação das categorias de base feito no projeto paranaense.

Angelina Carvalho foi a campeã na categoria Youth, formando uma dobradinha com Ana Carolina Licheski, vice-campeã. Os rapazes dominaram a categoria, com João Vitor Vicente em segundo, Arthur Morer em terceiro, Miguel Mazorca em quarto e Nicolas Kusma em quinto. Na categoria Júnior, Sophia Gomes ficou com o quinto lugar.

“A categoria Youth é muito importante, porque abre espaço para os atletas na categoria Júnior. Por isso ficamos muito felizes com a vitória da Angelina e com o desempenho dos outros atletas”, avaliou o coordenador Ricardo Júnior Cardoso. O próximo desafio para a Seleção Escolinha de Triathlon Formando Campeões e o grupo de pré-alto rendimento será a terceira etapa do Circuito Triathlon Brasil Sprint. A competição, marcada para 11 de setembro em Maceió, Alagoas, será válida como o Campeonato Brasileiro de Triathlon Sprint.  

Resultados Circuito Triathlon Brasil Sprint – 2ª etapa Elite masculina

1. Gabriel Klein – 57:03
2. João Teixeira Neto – 57:18
3. Gabriel Lecheta – 58:31 – Seleção Escolinha de Triathlon
4. Yago Rodrigues – 58:32
5. Luis Ohde – 58:42

Júnior feminino

1. Amanda Moro – 01:08:26 – Seleção Escolinha de Triathlon
2. Sofia Gelati – 01:09:34
3. Adrielli Oliveira – 01:14:07
4. Lara do Nscimento – 01:14:09
5. Sophia Gomes – 01:14:57 – Pré alto-rendimento

Júnior masculino

1. Victor Hugo Pereira – 59:14
2. João Victor Pereira – 59:30
3. João Vitor Mazorca – 01:01:15 – Seleção Escolinha de Triathlon
4. Enzo Krauss – 01:02:23
5. Cauã Diniz – 01:03:23
6. Cristiano Ferreira – 01:04:37
9. Nicolas Carvalho – 01:05:58 – Pré alto-rendimento
10. Kalel Alexandrino Freire – 01:06:39 – Pré alto-rendimento
11. Cecil Eduardo Meirelles – 01:06:44 – Pré alto-rendimento
13. Caio Arantes – 01:08:22 – Pré alto-rendimento
15. Adryan Castro – 01:09:43 – Pré alto-rendimento

Sub23 feminino

1. Giovanna Lacerda – 01:07:46
2. Alice Tinelli – 01:10:06 – Seleção Escolinha de Triathlon

Youth feminino

1. Angelina Carvalho – 01:12:13 – Pré alto-rendimento
2. Ana Carolina Licheski – 01:18:00 – Pré alto-rendimento
3. Yasmin Nogueira Ferreira – 01:26:52

Youth masculino
1. Igor Bertoli Meira – 01:05:33
2. João Vitor Vicente – 01:09:20 – Pré alto-rendimento
3. Arthur Morer – 01:10:46 – Pré alto-rendimento
4. Miguel Mazorca – 01:11:22 – Pré alto-rendimento
5. Nicolas Kusma – 01:12:54 – Pré alto-rendimento    

Formando Campeões

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões, iniciada há cinco anos em Curitiba (PR), é hoje um modelo de formação da modalidade no País. Idealizado pelo atleta olímpico curitibano Juraci Moreira, contempla 920 crianças e adolescentes em 18 núcleos espalhados por Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Distrito Federal e Ceará.

A Seleção Escolinha de Triathlon selecionou os seis alunos dos núcleos de Curitiba com maior potencial para o alto rendimento: Gabrielle Lemes, Alice Tinelli, Amanda Moro, Gabriel Lechetta, Vinícius Avis Sant”anna e João Vítor Mazorca. O foco do grupo é a preparação para as principais competições brasileiras e internacionais.

O projeto tem execução da Federação Paranaense, apoio da Prefeitura de Curitiba e da Componente. Os patrocinadores são Banco Safra, Instituto Joanir Zonta e Electrolux.  

Paraesgrima do Paraná tem novos desafios no Brasileiro e no Regional das Américas

Os atletas da equipe de paraesgrima da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP) intensificaram os treinamentos nas últimas semanas, em preparação para três importantes competições dos calendários nacional e internacional, marcadas para agosto e outubro, em São Paulo.

O primeiro compromisso é a II Copa Brasil, que se inicia em 4 de agosto e reúne equipes estaduais. A seguir, o Campeonato Brasileiro, em outubro, no Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo, e, logo depois, o Campeonato Regional das Américas, com seleções de países das Américas do Sul, Norte e Central.

“Vamos com força, sabemos que a disputa será grande, porque o esporte cresce cada vez mais no Brasil e no exterior, mas vamos confiantes de nossa capacidade para trazer os resultados positivos que buscamos”, diz Clodoaldo Zafatoski, um dos três diretores técnicos da equipe.

Criada em 2004, a equipe de esgrima em cadeira de rodas da ADFP coleciona títulos e medalhas nas mais importantes competições da modalidade, como as Paralimpíadas, e forma a base da seleção do Brasil, com atletas como Jovane Guissone, que conquistou em Londres 2012 a primeira medalha de ouro da esgrima nacional, medalha de prata em Tóquio 2020/21, e Carminha Oliveira, três vezes campeã brasileira invicta.

Competitivos no esporte, os atletas de esgrima da ADFP também fazem apresentações e palestras em escolas e instituições, recebem e treinam iniciantes na modalidade. “Demonstramos que superar limitações, sonhar e conquistar é possível”, afirma Carminha.

A equipe de paraesgrima da ADFP tem apoio da Copel, por meio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo ao Esporte (Proesporte) do Governo do Paraná, da Prefeitura de Curitiba e da Academia Mestre Kato.