Em meio a crescimento de demanda, hospitais filantrópicos buscam formas de captar recursos para investir em melhorias

Os hospitais filantrópicos são hoje responsáveis por 70% da assistência de alta complexidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e por metade de todos os atendimentos públicos nessa área. Os dados são da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB) e expõem o desafio imposto a mais de 1.800 instituições sem fins lucrativos, que ficaram à frente de grande parte dos atendimentos também durante a pandemia da covid-19. Período que  impossibilitou a realização de algumas das principais ações beneficentes de rotina dos hospitais, e trouxe novos desafios para levantar recursos para manutenção e melhoria dos serviços. 

“A captação começa no relacionamento com parlamentares em busca da destinação de emendas, passa pelo contato com empresas para conseguir patrocínio e chega até as pessoas físicas, que podem destinar uma parte do seu imposto de renda ou simplesmente doar notas fiscais”, explica Carolina Piva, gerente de Marketing e Mobilização de Recursos da Saúde do Grupo Marista, responsável pela gestão do Hospital Universitário Cajuru.

Referência em transplante renal e suporte a vítimas de trauma, o hospital de Curitiba (PR) realiza em média 147 mil atendimentos por ano, entre internamentos, urgências e emergências, cirurgias e consultas ambulatoriais. “Com um serviço essencial, nossa instituição precisa que a sociedade se una para contribuir na arrecadação de recursos. Então, a doação de valores é fundamental para darmos sequência ao nosso atendimento humanizado e de qualidade”, destaca o diretor-geral do hospital, Juliano Gasparetto.

Corrente do bem

Com os eventos sendo retomados, almoços, festas e bazares voltam a fazer parte da receita de muitas instituições filantrópicas para promover a manutenção dos trabalhos, melhorias dos espaços e aproximação com a comunidade. No Hospital Universitário Cajuru, os eventos beneficentes já fazem parte do calendário há muitos anos. Em julho, a instituição espera arrecadar mais de R$ 150 mil, entre vendas e patrocínios, com a realização do Arraiá pela Saúde. 

Com pratos e ritmo musical característicos, a festa está marcada para começar ao meio-dia, do dia 9 de julho, na praça Nossa Senhora de Salette, em Curitiba (PR). Serão dezenas de barraquinhas com comidas e bebidas, além de shows e atrações para as crianças. Tudo com foco nos investimentos em melhorias para o atendimento de pacientes do hospital.

Em 2021, o Bazar pela Saúde conseguiu arrecadar R$ 300 mil com a venda de produtos apreendidos pela Receita Federal. O valor foi revertido na compra de medicamentos e insumos para manutenção do Hospital Universitário Cajuru.

Cada atividade beneficente promovida pelo hospital visa construir uma sociedade melhor, mais empática e com uma visão de mundo mais abrangente. “É importante lembrar que, por sermos uma instituição filantrópica e 100% SUS, atuamos com um déficit de cerca de R$ 1,5 milhão ao mês. Por isso, precisamos que a população junte forças para ajudar o Hospital Universitário Cajuru a continuar salvando vidas”, finaliza o diretor-geral.

Para mais informações sobre como ajudar o Hospital Universitário Cajuru, o contato pode ser feito pelo telefone (41) 99685-9405 ou pelo e-mail mobilizacao.recursos@hospitalcajuru.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vendas no Dia dos Pais devem crescer 15% sobre o ano passado, diz ALSHOP

O Dia dos Pais está se aproximando e neste ano os lojistas de shoppings acreditam que o resultado será mais significativo que em 2021, em razão do fim das restrições e aceleração do consumo. Segundo dados de uma sondagem feita com associados da ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) que representam mais de 40.000 lojistas associados, a expectativa é de um aumento de 15% sobre o ano passado.

De acordo com a entidade, a data deve movimentar cerca de R$24 bilhões em vendas e aproximadamente 102 milhões de pessoas deverão ir às compras para presentear os pais, especialmente em lojas de shopping e de rua.

Parte dessa expectativa positiva se deve a uma perspectiva de melhora na economia do país, mesmo com inflação em alta, o desemprego vem caindo bem como alguns custos fixos essenciais. Ainda assim, o consumidor não estará tão disposto a gastar com presentes em razão do endividamento elevado e renda comprometida.

O tíquete médio de compra no Dia dos Pais deve ficar em R$ 160, especialmente no vestuário com roupas, calçados e acessórios. Bens duráveis mais caros não devem estar no radar de compras nesta data, mas assim como no Dia das Mães, as áreas de serviço dos shoppings centers devem ter maior movimentação nas praças de alimentação e de lazer.

“A expectativa poderia ser melhor se não fosse a disparada da inflação e do endividamento das famílias que chega em 77,3%. Mas de acordo com o levantamento que fizemos, entendemos que o consumidor vai presentear, porém, com mais cautela, em um cenário melhor que o do ano passado e devemos ter centros de compra mais cheios na data específica, bem como lojas movimentadas especialmente na próxima semana”, comenta, Luis Augusto Ildefonso, diretor institucional da ALSHOP.

Segundo a ALSHOP, cerca de 70% dos consumidores deverão realizar suas compras via internet, mas por outro lado, para atrair clientes, os shoppings já estão realizando campanhas para a data com promoções especiais, concursos e sorteios.

O dado vem de encontro com os números divulgados pela FX Data Intelligence, que mostra aumento de 65,8% na movimentação de clientes nos shoppings centers este ano em relação a 2021.

“Entendemos que o varejo está caminhando para um patamar melhor e se superando a cada data comemorativa, e isso alivia o lojista. A expectativa é chegar no final de 2022 alcançando ou até chegando perto da marca de 2019, antes da pandemia”, finaliza, Ildefonso.

Palladium entrega presente exclusivo na promoção Dia dos Pais 2022

O Dia dos Pais bate à porta e o Palladium Curitiba lança mais uma edição da campanha ‘Compre e Ganhe’ que vai distribuir kits ‘Pratos do Chef’, para consumidores que realizarem compras a partir de R$ 550 nas lojas do shopping entre os dias 3 e 14 de agosto.

O presente escolhido pelo shopping tem a cara dos papais. É composto por quatro pratos em cerâmica que estampam um dos momentos mais emblemáticos da família brasileira: o churrasco. Vale lembrar que os itens são exclusivos e limitados a um kit por CPF e enquanto durarem os estoques. “Nós prestigiamos quem escolhe o nosso shopping para fazer suas compras com presentes exclusivos que passam a fazer parte do dia a dia das famílias. Com o kit Pratos do Chef não poderia ser diferente. Será um presente que deixará os momentos em família ainda mais especiais”, diz a gerente de marketing do Palladium Curitiba, Cida Oliveira.

Como participar

Promoção ‘Compre e Ganhe Dias dos Pais Palladium Curitiba’.

De 3 a 14 de Agosto.

A partir de R$ 550 em compras vale um Kit ‘Pratos do Chef’ – Limitado a 01 por CPF  e enquanto durar o estoque.

As trocas são realizadas no Piso L3 do Palladium Curitiba.