Confira os melhores estabelecimentos de gastronomia em Curitiba de 2017

2ª edição do Prêmio TOPVIEW premia os melhores da gastronomia de Curitiba

Nesta terça-feira (1ª), foram relevados os vencedores do 2º Prêmio TOPVIEW de Gastronomia. O evento realizado no Espaço Cultural Capela Santa Maria movimentou o mercado gastronômico e contou com mais de 500 pessoas entre convidados, jurados, indicados, imprensa e influenciadores digitais.

O tema escolhido para a festa foi a peça “Sagração da Primavera”, de Igor Stravinsky, e a cerimônia foi conduzida pelo apresentador e comediante Zico Lamour. Nesta edição foram reconhecidos estabelecimentos em 33 categorias entre restaurantes, comidinhas e bebidinhas, indicados por meio de votação popular na fanpage da TOPVIEW no Facebook e posteriormente no site. Em paralelo, 36 jurados especializados também elencaram seus favoritos em primeiro, segundo e terceiro lugar. A soma do voto da internet (peso 3) e dos jurados (peso 7) definiu os vencedores. A categoria Novidade do Ano foi votada somente pela internet; já o Chef do Ano e Restauranteur do Ano foram escolhidos por seus pares, que deram o prêmio à Lênin Palhano e Raphael Zanette, respectivamente.

“Ampliamos a área de atuação do prêmio, com o objetivo de reconhecer as mais variadas áreas gastronômicas presentes no gosto dos consumidores. Além disso, incluímos categorias que contemplam o melhor restaurante nos arredores de Curitiba, estabelecimentos em Florianópolis e Balneário Camboriú”, comemora Marcus Yabe, publisher da TOPVIEW. Na festa, a TOPVIEW ainda fez uma homenagem à Família Madalosso por sua contribuição à gastronomia da cidade.

Confira a lista de ganhadores:

Menu executivo – Vin Bistro

Carne e churrasco – Badida

Italiano – Caliceti di Bologna

Frutos do mar – Bar do Victor

Bufê de Festas – Nuvem de Coco

Japonês – Aizu

Asiático – Lagundri

Boteco – Barbaran

Almoço de Domingo – Badida

Ambiente – Forneria Copacabana

Árabe – Nayme

Francês – La Varenne

Ibérico – Olivença

Menu Fit – Tasty

Quilo – Quintana

Serviço – La Varenne

Tradicional – Madalosso

Cafeteria – Lucca

Drinques – Officia Restô Bar

Cerveja Artesanal – We are Bastards

Comprar Vinho – Adega Brasil

Comida de Rua – Au-Au

Doce – Nougat

Sanduíche – Madero

Padaria – Requinte

Pizzaria – Bresser

Sorveteria – Freddo

Balneário Camboriú – Casa da Lagosta

Florianópolis – Ostradamus

Arredores de Curitiba – Girassol (Palmeira)

Novidade do Ano – Vino! Batel (Shopping Hauer)

Chef – Lênin Palhano (Nomade)

Restauranteurs – Raphael Zanette (Grupo Vino!, que engloba os estabelecimentos C´La Vie, Terra Madre, Olivença e Vino!Batel)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Viajantes para o exterior podem antecipar esquema vacinal em Curitiba

Moradores de Curitiba com viagem marcada para o exterior que ainda não completaram o esquema vacinal contra covid-19 podem antecipar a segunda dose ou a dose de reforço, desde que cumpridos os critérios definidos pelo Ministério da Saúde.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) já estava antecipando o esquema vacinal para viagens com fins profissionais ou de estudos, mas agora a antecipação também passa a valer para viagens turísticas.

Com a aproximação das férias e a conclusão de convocação de todos os públicos definidos para receber a primeira dose, a SMS adota essa estratégia para reforçar a imunização, principalmente para aqueles que vão para regiões de menor cobertura vacinal.

“Diante do cenário das variantes que circulam pelo mundo, é importante que os viajantes estejam imunizados para que elas não se espalhem pelo Brasil e para que a população não adoeça”, explica o diretor do Centro de Epidemiologia, Alcides Oliveira.

O viajante deverá comprovar a ida a outro país com a apresentação de passagem em seu nome. A comprovação deverá ser feita diretamente no ponto de vacinação.

Segunda dose

Os vacinados apenas com a primeira dose poderão antecipar a segunda a partir de 21 dias da primeira aplicação para o imunizante da Pfizer e 28 dias para o da AstraZeneca.

Coronavac

As pessoas que receberam as duas doses da Coronavac e irão viajar para países que não reconhecem a eficiência deste imunizante poderão receber uma dose de outra farmacêutica que seja aceita pelo país de destino. Neste caso, deverão ser observadas as normas já estabelecidas para a intercambialidade de vacinas. O intervalo mínimo entre a segunda dose e o reforço de outro imunizante deverá ser de 28 dias.

Além da comprovação da viagem, também deverá ser apresentada a comprovação de que o país de destino não reconhece a Coronavac.

Janssen

Para o imunizante da Janssen, a recomendação do Ministério da Saúde é de que a segunda dose/reforço seja da mesma marca.

Em caso de necessidade de viagem e falta da vacina em estoque, a SMS seguirá a regra da intercambialidade da vacina e fará o reforço com imunizante da Pfizer.

O que fazer para antecipar a vacina

O viajante que se enquadra no intervalo indicado entre 21 e 28 dias a depender do imunizante, deverá procurar um dos pontos de vacinação da cidade das 8h às 17h. Os endereços estão no ImunizaJáCuritiba.

É preciso apresentar documento de identificação com foto, CPF, comprovante de endereço e documentação que comprove a viagem (passagem aérea).

Viagem carro

Aqueles que pretendem viajar para outro país de carro deverão apresentar, além dos documentos exigidos para a vacinação, o comprovante de reserva de hospedagem e um termo autodeclarado de responsabilidade legal pela veracidade das informações apresentadas. O termo está disponível no site da SMS.

Academia do Boleiro inaugura segunda unidade em Curitiba

Metodologia criada pelo preparador de goleiras da Seleção Brasileira Feminina de Futebol é voltada para os peladeiros e peladeiras que odeiam academias tradicionais, mas gostam de futebol e buscar praticar uma atividade física

Um formato inovador de treinos, ideal para quem não é adepto das academias tradicionais de musculação, mas gosta de futebol e buscar praticar uma atividade física: essa é a proposta da Academia do Boleiro, fundada pelo professor de educação física e treinador de goleiras da Seleção Brasileira de Futebol Feminino, Thiago Mehl.

Divulgação

Fundada em maio de 2019, com sua matriz localizada na Rua Alferes Poli, a academia desde então vem atraindo centenas de boleiros e boleiras amadores com interesse em conhecer a metodologia da academia. Em 2021, a marca iniciou sua expansão, inaugurando sua primeira franquia em setembro, em São Caetano do Sul, São Paulo. E agora chegou a vez de Curitiba ganhar a segunda unidade da Academia, localizada na Cidade Industrial.

Com inauguração prevista para o próximo sábado, a nova unidade está localizada dentro da Arena Coliseu Sports, referência em Fut7 no cenário nacional. Com uma área de 160m², o espaço vai comportar até 150 alunos divididos em turmas com até oito alunos. As mensalidades têm valores variados, de acordo com o período contratos, mas podendo chegar a apenas R$ 115,90 por mês para frequentar a academia quantas vezes quiser.

METODOLOGIA DIFERENCIADA

Com quase 20 anos de experiência no futebol, Thiago Mehl conhece todos os detalhes que envolvem a preparação física de um atleta profissional. Com passagens pelas categorias de base da Seleção Brasileira, clubes como Athlético Paranaense, Coritiba, Paraná Clube, Vasco da Gama e Bahia e atualmente na Seleção Brasileira Feminina, Mehl decidiu criar a Academia do Boleiro para trazer a metodologia de treinos do futebol profissional adaptado para peladeiros e peladeiras.

Divulgação

O treino que dura em torno de 50 minutos é composto por três etapas: Aquecimento, Pré-Treino e Treino com Bola. Cada uma das etapas foi criada pensando em fortalecer condicionamento físico e a musculatura, através de exercícios com pesos, elásticos, bola suiça, cordas e, claro, com a redonda, treinando fundamentos como chutes, cabeçadas, posicionamento, condução e outros.

Existem cinco tipos de treinos para cada etapa e no caso dos treinos com a bola, cada um voltado para um objetivo específico: o Agibol é focado em desenvolver a agilidade com a bola; o Cardiobol tem o objetivo de fortalecer a resistência e o condicionamento do aluno; o Circuitbol envolve todas as capacidades físicas do aluno em um circuito físico/técnico; o Powerbol é voltado para o ganho de potência e explosão muscular; por fim, o Velobol desenvolve a velocidade do atleta em diferentes situações de jogo.

EXPANSÃO

A rede iniciou sua expansão por franquias em 2021 em parceria com a holding Avant Franquias e até o momento estão previstas a inauguração de mais 13 unidades em 10 estados diferentes nos próximos seis meses. As franquias tem um investimento inicial a partir de R$ 100 mil, com um faturamento previsto de R$ 30 mil um lucro de e 30% a 40% do faturamento mensal.

ACADEMIA DO BOLEIRO CIC

Endereço: Rua João Kalinowski, 211 – Cidade Industrial de Curitiba

Telefone: (41) 9 9131-3357

Site: academiadoboleiro.com.br/cic/