Covid-19: segunda-feira tem antecipação da 2ª dose para novo grupo

Na próxima segunda-feira (30), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) antecipa a segunda dose da vacina da AstraZeneca e da Pfizer para as pessoas com 55 anos ou mais que receberam a primeira aplicação em 14 de junho e para as de 54 anos ou mais vacinadas em 15 de junho.

Os grupos estão sendo convocados por mensagem pelo aplicativo Saúde Já, que deverá ser apresentada na hora da vacinação. Ao todo, 15,1 mil pessoas terão a segunda dose antecipada na próxima segunda-feira. O atendimento será feito em 19 pontos de vacinação abertos das 8h às 17h (lista abaixo).

Aqueles que não receberam a mensagem de convocação pelo Saúde Já não terão a segunda dose antecipada para esta quinta-feira e deverão, portanto, seguir a data agendada anteriormente.

Quem for convocado e não conseguir comparecer na segunda-feira poderá tomar a vacina em outra data em que haja aplicação de segunda dose.

Grupo mais vulnerável

O intervalo convencional entre as doses da AstraZeneca e da Pfizer é de aproximadamente 90 dias. A antecipação foi decidida pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da SMS, após levantamento feito pelo Centro de Epidemiologia que demonstrou que o grupo de 50 a 59 anos é hoje o mais vulnerável para o agravamento da covid-19 – com maior número de internamentos e mortes.

Segundo o diretor do Centro de Epidemiologia da SMS, Alcides Oliveira, esse cenário pode estar relacionado à circulação de variantes e também ao fato de as pessoas mais idosas já estarem com o ciclo de imunização completo.

“A variante Delta tem se mostrado mais resistente aos anticorpos produzidos pela primeira dose, mas com duas doses essa barreira aumenta. Como as pessoas mais idosas já estão imunizadas com as duas doses, o vírus procura novos espaços de vulnerabilidade”, explicou

A faixa etária de 50 e 59 anos responde por 15% das novas infecções, 23% das internações e 19% dos óbitos confirmados por covid-19 no município.

Essa antecipação será possível com as doses para segunda aplicação que estão disponíveis no estoque do município. Caso o município receba novos lotes de imunizantes, seguirá com a redução de intervalo entre as doses.

“Além da disponibilidade das doses, a iniciativa tem amparo científico, o nosso objetivo é ter esse público prioritário com ciclo vacinal completo no menor tempo possível”, explica Oliveira.

Como fazer

Para receber a segunda dose antecipada da vacina, basta procurar um dos pontos de vacinação, das 8h às 17h, levar um documento de identificação com foto e CPF e apresentar a mensagem com a convocação.

Quem faz parte dessas faixas etárias deve acessar o aplicativo Saúde Já. Ao realizar o acesso aparecerá uma mensagem de “pop-up” com o comunicado de que aquele usuário está sendo convocado.

Quem deve receber a segunda dose antecipada nesta quinta-feira (26/8)

– Pessoas com 55 anos ou mais vacinadas com a primeira dose (especificamente) em 14 de junho (a segunda dose estava prevista para 10 de setembro)

– Pessoas com 54 anos ou mais vacinados com a primeira dose  (especificamente) em 15 de junho (a segunda dose estava prevista para 13 de setembro).

Na semana

A estimativa é que 69,1 mil pessoas finalizem o esquema vacinal recebendo a segunda dose na próxima semana. Além das 15,1 mil pessoas que terão a segunda dose antecipada outras 53,9 mil seguirão o cronograma planejado.

Locais de vacinação

Das 8h às 17h

1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)

2 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

3 – Centro de Referência, esportes e atividade física
Rua Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra

4 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado

5 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

6 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

7 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

8 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão

9 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

10 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

11 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

12 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700

13 – US Oswaldo Cruz
Rua Pedro Gusso, 3749 –  Cidade Industrial

14 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

15 – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

16 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

17  – US Orleans
Av. Ver. Toaldo Túlio, 4577 – Orleans

18 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

19 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RMC tem campo de girassóis “instagramável”; visitantes podem fazer piquenique no local

De carro, caminhando ou de bicicleta, a rota de acesso à Colônia Marcelino, em São José dos Pinhais, é de contemplação e bem “instagramável”. Ali campos de girassol e de camomila foram além da agricultura e de belas fotos e se tornaram o cenário de uma experiência aromática cheia de delícias produzidas na colônia e oferecidas em toalha xadrez pela família Ienkot.

A iniciativa partiu das filhas de Martinho Ienkot, que são a quinta geração da família de origem polonesa que há 30 anos se dedica a plantar e colher camomilas. “A ideia surgiu em decorrência da pandemia, quando um cliente se interessou em fazer um piquenique em meio ao campo de camomilas. Começamos a amadurecer a ideia para remodelar o nosso café colonial e trabalhar com o turismo de experiência”, conta Mônica Ienkot.

As camomilas estarão floridas de agosto a setembro e dão nome ao Circuito da Camomila ou Caminho das Camomilas, que une os maiores produtores de camomila do ranking nacional: Mandirituba e São José dos Pinhais. Mas não é mais preciso esperar tanto para um piquenique florido. Neste ano, um campo de girassóis é o cenário até fevereiro. Você pode levar seu lanche ou optar pela experiência completa em cestas que, só para dar mais vontade, incluem produtos que levam a camomila ou o girassol como ingrediente. As reservas são pelo contato: (41) 98759-6704

Reprodução Instagram

Onde: Colônia Marcelino, em São José dos Pinhais

Quando: florada de girassol, de janeiro a fevereiro;

Ao redor: paisagem rural e demais circuitos da Rota das Colônias

Contato: (41) 98759-6704 – @familia.ienkot (Instagram)

Mercado Municipal de Curitiba apresenta Feira do Pescado

Nos dias 25, 26, 27 e 28 pescados raros e de alta qualidade são destaque no Mercado

Curitiba está há cerca de 100km (via estrada) do mar mas nem por isso é difícil de encontrar peixes frescos todos os dias. Durante o verão, quando as praias ficam mais cheias, boa parte dos brasileiros acaba desejando – e incluindo – os sabores da praia na sua alimentação.
De acordo com o presidente da Ascesme – Associação dos Comerciantes Estabelecidos no Mercado Municipal de Curitiba, Cleverson Augusto Schilipack, a busca por frutos do mar no Mercado Municipal de Curitiba dispara nas estações mais quentes. “Também percebemos uma busca maior de temperos, frutas e verduras para acompanhar os pescados em receitas tropicais e mediterrâneas”, destaca.
Além de gostosos, os frutos do mar são ótimos aliados para uma alimentação saudável pois, algumas espécies, como o salmão, o atum, a sardinha, a truta e a cavala, possuem alto teor de ômega 3. Este nutriente possui ação anti-inflamatória, auxiliando na diminuição de taxas de triglicérides e colesterol, o que contribui para reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

Produtos raros a disposição
Pescados de alta qualidade e produtos inusitados fazem do Mercado Municipal de Curitiba uma referência no comércio de frutos do mar. Entre as dezenas de opções, destaques para os que dificilmente são encontrados em outra parte da cidade como viera canadense e King Crab.
Para incentivar ainda mais o consumo dos pescados, o Mercado Municipal de Curitiba apresenta o Festival do Pescado, de 25 de janeiro a 28 de janeiro. “A excelente qualidade dos pescados e a diversidade de frutos do mar fazem do Mercado Municipal de Curitiba um dos mais tradicionais comércios de pescados de todo o Brasil”, finaliza Schilipack.

Confira novos sabores que você pode descobrir no Mercado:

– Caranguejo do Alasca
– King Crab
– Centola do Chile
– Polvo Gigante da Espanha
– Vieira Canadense
-Costela da Tambaqui
-Bacalhau defumado
-Mariscos e Ostras

Feira do Pescado no Mercado Municipal de Curitiba
Data: 25, 26, 27 e 28 de janeiro
Horário: 8h às 18h
Av. Sete de Setembro, 1865 – Centro