Comédia Improvisada: Segunda edição da IMPROJAM acontece nesse sábado

O palco do Espaço Excêntrico recebe improvisadores e improvisadoras da região sul para a SEGUNDA EDIÇÃO DA IMPROJAM. No encontro, cenas, luzes e músicas são criadas na hora a partir de sugestões oferecidas pela plateia! Uma experiência inusitada para todos os públicos!

Nilo Netto, Thays Teixeira, Juane Julye, Laurihetty Junior, Alisson Lopes, Julia Herculano, Jessica Fronza, Vítor Berti, Massa Nakatani, Karina Scariott e Edran Mariano formam o elenco curitibano. Adriano Magalhães, Henrique Sereno, Ester Graf e Nata Vieira compõem o núcleo catarinense vindos de Itajaí, Blumenau e Florianópolis. Na iluminação Ale Luft e na produção Rebeca Schwarz completam o time!

Juntas, essas pessoas farão uma grande celebração cênica improvisada! O evento ocorrerá no Espaço Excêntrico, lugar icônico capitaneado por Mauro Zanatta, no bairro Rebouças.

🎫 SERVIÇO

O que: IMPRO JAM
Quando: 05/NOVEMBRO/2022 | SÁBADO
Hora: 20h00
Onde: ESPAÇO EXCÊNTRICO
Endereço: Rua Lamenha Lins, 1429 – Rebouças
Preços: R$ 40,00 INTEIRA | R$ 20,00 MEIA
Ingressos: https://www.sympla.com.br/improjam-segunda-edicao__1768080 

REDES SOCIAIS
https://www.instagram.com/ciarisas

https://www.instagram.com/ciaarvoredo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nova companhia de ópera de Curitiba faz sua estreia com o espetáculo “La Sonnambula”

Curitiba acaba de ganhar uma nova companhia de ópera. Trata-se da Companhia Santa Cecília, que faz sua estreia com o espetáculo “La Sonnambula”, que será apresentado no próximo dia 27 de novembro (domingo), às 20 horas, no Guairinha (auditório Salvador de Ferrante).

Com direção musical de Thiago Plaça Teixeira, o concerto lírico será estrelado pela soprano ítalo-brasileira Ornella de Lucca, que acaba de voltar para a capital paranaense após uma temporada de trabalhos e estudos na Itália. Formada pela conceituada Universität Mozarteum de Salzburg, da Áustria, ela já participou de vários concertos, óperas e operetas tanto no Brasil quanto no exterior, cantando papéis principais.

Em “La Sonnambula”, Ornella será acompanhada pelo tenor Vitorio Scarpi, pelo barítono Cláudio de Biaggi, pela também soprano Melissa Bergonso e pela mezzo-soprano Diana Danieli. Com formações variadas e diversos trabalhos já realizados, todos eles integram a Companhia Santa Cecília, sendo naturais do Paraná e residentes de Curitiba. 

O coro será formado pelos cantores líricos convidados Lívia Ribeiro, Maria Julia Mello e Paloma López (sopranos); Maico Sant’Anna, Mario Malinconi e Odair Sebaniski (tenores); e Divonei Scorzato, Johann Kamien e Roberto Guimarães (baixos). A narração será feita pelo ator Renet Lyon.

A orquestra que tocará na montagem de estreia é composta por músicos de Curitiba que também participam de outros grupos da cidade, como Orquestra Sinfônica do Paraná, Camerata Antiqua de Curitiba e Orquestra Filarmônica da UFPR. Eles contarão com a regência do maestro Felipe Biesek.

La Sonnambula

A ópera La Sonnambula, do compositor italiano Vicenzo Bellini, é dividida em dois atos, tendo sido apresentada pela primeira vez no Teatro Carcano, em Milão, em 1831. A ação acontece em uma vila suíça no início do século XIX. Amina (que será interpretada por Ornella de Lucca) – filha adotiva de Teresa (Diana Danieli), dona do moinho da vila – comemora seu noivado com Elvino (Vitorio Scarpi), um jovem e rico fazendeiro.

Durante os festejos, chega um misterioso estrangeiro, que é, na verdade, o Conde Rodolfo (Cláudio de Biaggi), que retorna à vila de sua infância depois de muitos anos. O Conde hospeda-se naquela noite na hospedaria da vila, cuja proprietária é Lisa (Melissa Bergonso), apaixonada por Elvino.

Ninguém sabe, mas Amina é sonâmbula e justamente naquela noite perambula pela vila chegando até o quarto do Conde. Vendo a moça em estado de sonambulismo, o Conde discretamente se retira, mas a presença dela no quarto é descoberta por Lisa e revelada, dando origem a um grande conflito.

FICHA TÉCNICA:

Direção musical e correpetição: Thiago Plaça Teixeira.

Solistas: Ornella de Lucca, Vitorio Scarpi, Cláudio de Biaggi, Melissa Bergonso e Diana Danieli.

Coro: Lívia Ribeiro, Maria Julia Mello, Paloma López, Maico Sant’Anna, Mario Malinconi, Odair Sebaniski, Divonei Scorzato, Johann Kamien e Roberto Guimarães.

Ator/narrador: Renet Lyon.

Regência: Felipe Biesek.

Violino I: Ângelo Martins da Silva (spalla), Pablo Malagutti,  Paulo André Hübner,

Pedro Ferreira, Vinícius Henrique Batista e Vitor Andrade.

Violino II: Dan Tolomony (chefe de naipe), Cesar Augusto Vieira, Everton Escorissa Santos e Vinicius Marini Woicolesko.

Viola: Jader da Cruz (chefe de naipe) e Fabiane Nishimori Ferronato.

Violoncelo: Samuel Pessatti (chefe de naipe) e Bruno Vinicius Rosa.

Contrabaixo: Vitor Vieira da Costa.

Flauta: Denusa Castellain.

Oboé: Maicon Alves Nogueira.

Clarinete: Elvis Willian Ferreira Tosta e Karine Leticia Fragoso.

Fagote: Juliano Pontes.

Trompa: João Gustavo Schmidt Braz e Weber Alesandro Gomes.

Trompete: Otavio Rasera.

Tímpano: Ivan Souza Lemes.

Iluminação: Lucas Amado.

Projeções: Lumen Audiovisual.

SERVIÇO:

Ópera “La Sonnambula”

Quando: 27 de novembro (domingo)

Onde: Teatro Guaíra(Auditório Salvador de Ferrante – Guairinha). Rua XV de Novembro, 971, Centro, Curitiba.

Horário: 20 horas

Duração do espetáculo: uma hora e trinta minutos

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)

Classificação etária: 7 anos

Venda de ingressos: site Ticket Fácil (https://www.ticketfacil.com.br/eventos/cctg-concerto-lirico-la-sonnambula-de-bellini.aspx)

Diversão em Cena traz espetáculo Torque ao Natal de Curitiba

A 12ª edição do programa Diversão em Cena 2022 traz a Curitiba o musical “Torque”,  criado por Maicon Clenk, nos dias 30 de novembro, 1, 2, 3 e 4 dezembro, às 20h30. A produção conta a história de uma fábrica em órbita na Via Láctea onde os desejos verdadeiros das crianças do Planeta Terra são recebidos. Os brinquedos, moradores da fábrica, ficam confusos com um pedido de felicidade e tentam descobrir o que poderá alegrar um menino triste.

Por meio de uma produção rica em detalhes, de forma lúdica e divertida, o espetáculo aborda a história de um menino que aprende com os brinquedos da fábrica o significado da felicidade genuína.

Torque reúne atores, bailarinos e acrobatas que interpretam mais de 60 personagens. Bonecos, figurinos elaborados, grande cenografia, som, luzes e músicas especialmente compostas para o espetáculo fazem dele uma superprodução. As apresentações serão gratuitas e acontecerão em um grande palco e cenografia especialmente montados na Praça Afonso Botelho (Praça do Athletico) que conta com arquibancada para o público e acessibilidade.

DIVERSÃO EM CENA

 O espetáculo “Torque” integra o programa Diversão em Cena, promovido pela Fundação ArcelorMittal e que tem o compromisso de democratizar o acesso à cultura, levando apresentações teatrais gratuitas ou a preços populares a teatros, escolas e praças públicas, em mais de 60 municípios. A iniciativa é viabilizada com o patrocínio da Fundação ArcelorMittal, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Sobre a Fundação ArcelorMittal – Criada em 1988, a Fundação ArcelorMittal atua com o propósito de transformar a vida das pessoas de forma coletiva e participativa, compartilhando conhecimento e inovação, contribuindo para a inclusão e a formação de cidadãos. A Fundação atua em três eixos prioritários: Educação, Cultura e Esporte. 

Na área de Cultura, a Fundação atua principalmente no campo da formação e de democratização do acesso às artes. Em 33 anos de atuação, mais de 10 milhões de pessoas foram atendidas pelas iniciativas promovidas pela Fundação ArcelorMittal. Saiba mais em: www.famb.org.br

SERVIÇO      

“Torque” De 30 de novembro a 4 de dezembro – quarta a domingo 20h30 (duração aproximada de 45 minutos ) Praça Afonso Botelho. (Praça do Atlético) Rua Engenheiros Rebouças, 3020 – Água Verde Classificação Livre Preço: Gratuito

Lei de Incentivo à Cultura       Apresentado por: Ministério do Turismo e Fundação ArcelorMittal Patrocínio: Fundação ArcelorMittal Realização: Clenk, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, e Governo Federal