Castração gratuita de cães e gatos será ofertada no primeiro semestre em Curitiba

As regionais Matriz, Pinheirinho Cajuru e Boqueirão são as primeiras a receber as cirurgias do Programa Municipal de Castração Gratuita da Prefeitura de Curitiba em 2020. Elas serão atendidas ao longo do primeiro semestre, com início previsto na Regional Matriz, em março. Veja as datas na tabela abaixo.

Cães e gatos de tutores de outras regiões da cidade terão mutirões no segundo semestre, com datas e locais a confirmar. As clínicas cadastradas também voltam a atender em março. As datas ficarão disponíveis no site da Rede de Proteção Animal.

Desde 2017, 43,5 mil animais foram atendidos pelo programa, que se tornou política pública da Prefeitura de Curitiba por meio do Decreto Municipal nº 1302/2019, assinado pelo prefeito Rafael Greca.

“Assim endossamos o compromisso com a continuidade do programa, tão importante para evitar o abandono e garantir a saúde dos animais e das pessoas na capital”, explicou o diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo.

A participação é gratuita e voltada à população que recebe benefícios sociais.

Como fazer?

Os interessados devem fazer cadastro e o agendamento para atendimento diretamente no site da Rede – protecaoanimal.curitiba.pr.gov.br.

A plataforma permite inscrição de cães e gatos de beneficiários do Armazém da Família que morem nos bairros onde acontecem as cirurgias e de animais de protetores com cadastro ativo na Rede de Proteção Animal (ONGs e protetores independentes).

Além da validação instantânea do benefício, o site libera, no ato do cadastro, as datas e horários para que os interessados possam fazer os agendamentos. Caso as vagas terminem, o sistema indisponibiliza a marcação.

Ainda não tem cadastro? Confira o passo a passo:
– para cidadão (tutor)
– para protetor independente

Programa Municipal de Castração Gratuita – 1º semestre

Regional Matriz – de 2/3 a 13/3
Regional Pinheirinho – de 13/4 a 18/4
Regional Cajuru – de 4/5 a 15/5
Regional Boqueirão – de 22/6 a 27/6

Bandeira laranja é prorrogada por mais sete dias em Curitiba

A Secretaria Municipal da Saúde decidiu nesta sexta-feira (18/9) prorrogar a vigência do Decreto 1160, que colocou Curitiba na situação de risco médio de contaminação pelo novo coronavírus. A bandeira laranja vale por mais sete dias, a partir da zero hora de segunda-feira (21/9).

A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, explica que é importante aguardar o prazo de 14 dias após o último feriado, o de 7 de Setembro, para avaliar o impacto daqueles dias de folga na pandemia do novo coronavírus.

Ela lembra que quando foi anunciada a mudança da bandeira amarela para a laranja, no dia 4 de setembro, o número de casos de covid-19 estava começando a crescer novamente. “Sem essa intervenção, poderíamos ter voltado para uma situação semelhante à de julho, no pico da doença”, completa a secretária.

Márcia também pediu a colaboração de todos para que os indicadores melhorem e que, na próxima semana, seja possível voltar a adotar a bandeira amarela.

Relembre abaixo as medidas que visam a retomada do controle da disseminação do novo coronavírus na cidade. O não cumprimento das medidas pode acarretar sanções administrativas e multas que variam de R$ 232,92 a R$ 8.336,08.

Atividades suspensas

– Atividades de entretenimento com ou sem música (casas de show, festas, teatros, circo e atividades correlatas), eventuais ou periódicas, bem como estabelecimentos destinados eventos sociais e atividades correlatas, além dos voltados a feiras técnicas ou de varejo, mostras comerciais, congressos, convenções e outros.
– Bares e atividades correlatas.

Funcionamento com restrições

– Atividades comerciais de rua não essenciais, galerias e centros comerciais podem abrir de segunda a sábado, das 10h às 20 horas. Aos domingos, apenas delivery.
– Shopping centers podem abrir de segunda a sábado, das 12h às 22 horas. Aos domingos, apenas delivery.
– Restaurantes e lanchonetes podem abrir de segunda a sábado, até 23 horas. Após esse horário e aos domingos, apenas delivery e drive-thru.
– Mercados, supermercados e hipermercados: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário. Aos domingos, não podem funcionar em nenhuma modalidade de atendimento.
– Panificadoras podem abrir de segunda a sábado, até 23 horas, e domingos, das 6h às 18h, mas é proibido o consumo no local.
– Feiras livres e de artesanato podem funcionar de segunda a sábado.
– Prestação de serviços não essenciais (como salões de beleza, barbearias, academias de ginástica e banho, tosa e estética de animais) não têm restrição de horário, mas não podem abrir aos domingos.
– Comércio de produtos e alimentos para animais: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, sendo no domingo permitido atendimento de delivery e drive-thru;
– Comércio varejista de hortifrutis, quitandas, mercearias, distribuidoras de bebidas, peixarias e açougues: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, com proibição de funcionamento aos domingos;
– Lojas de material de construção (serviço essencial): funcionamento de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário. Aos domingos, podem funcionar nas modalidades delivery e drive-thru;
– Concessionárias de veículos em geral: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, com proibição de funcionamento aos domingos;
– O funcionamento dos parques e praças fica condicionado ao cumprimento de protocolo específico, conforme determinado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Nos parques abertos, fica permitida exclusivamente a prática de atividades físicas individuais, com uso de máscaras. Os parques que estão abertos são: Tingui, Barigui, Barreirinha, Tropeiros, Guairacá, Mairi, Cambuí, Mané Guarrincha, Yberê, Lago Azul, Atuba, Passaúna, Tanguá, Bacacheri, São Lourenço e Náutico.

Devem operar com no máximo de 50% de sua capacidade

– Hotéis, resorts, pousadas e hostels;
– Callcenter e telemarketing: a partir das 9h (exceto os vinculados a serviços de saúde ou home-office, que podem funcionar com capacidade normal);

Curitiba tem 405 novos casos e 13 mortes por covid-19

O boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) nesta quinta-feira (17/9) registou 405 novos casos de covid-19 e 13 óbitos de moradores de Curitiba pela infecção causada pelo novo coronavírus.

As novas vítimas são quatro homens e nove mulheres, com idades entre 55 e 94 anos. Dos novos óbitos 12 ocorreram nas últimas 48 horas e um aconteceu no dia 13 de setembro.

Todas as novas vítimas tinham fator de risco para as complicações da covid-19 e estavam internadas.

Até agora são 1.169 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia. 

Novos casos

Com os novos casos confirmados, 40.036 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia – 34.199 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 4.668 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

UTIs do SUS

Nesta quarta-feira (17/9), a taxa de ocupação dos 334 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 é de 83%. Todos os pacientes que são internados com quadro de síndrome respiratória aguda grave vão para os leitos exclusivos covid-19 e não apenas os casos confirmados da doença. Há 57 leitos livres.

Números da covid-19 em 17 de setembro

405 novos casos
13 novos óbitos

Números totais

Confirmados – 40.036 
Investigação: 643
Recuperados – 34.199
Óbitos – 1.169