Aumentam prisões de motoristas por embriaguez ao volante em Curitiba

O número de prisões por embriaguez ao volante aumentou 3,4% em Curitiba no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. O número passou de 117 para 121 prisões, conforme balanço do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), da Polícia Militar do Paraná, divulgado nesta sexta-feira (14).

Os dados mostram que no primeiro trimestre as equipes policiais atenderam 95 acidentes envolvendo condutores alcoolizados, com 33 pessoas feridas e uma morte. No mesmo período de 2020 os números foram um pouco maiores, com 103 acidentes e 38 feridos. Houve um óbito.

Em todo o ano de 2020 na Capital foram 496 acidentes, com 603 prisões por embriaguez ao volante, 1.150 notificações. Houve 169 feridos e quatro óbitos no local.

A divulgação do balanço pelo BPTran ocorre em meio a campanha educativa Maio Amarelo, sobre segurança no trânsito. Os dados buscam reforçar a conscientização de condutores em relação à responsabilidade no volante.

De acordo com a porta-voz da unidade, tenente Mayara Jaqueline Tonelli, a fiscalização dos policiais militares agentes de trânsito é constante, mesmo durante a pandemia, para inibir esse tipo de conduta que causa graves acidentes com mortes. “O respeito à legislação e o bom senso são primordiais para que o trânsito seja mais seguro. Temos atendido vários acidentes e, infelizmente, a irresponsabilidade sobre o uso de álcool na direção é constatada”, disse.

NOTIFICAÇÕES – A fiscalização com equipes nas ruas em blitzes e abordagens resultou, somente no primeiro trimestre, em 283 notificações a motoristas flagrados sob influência de álcool (art. 165 do Código Brasileiro de Trânsito) e que se recusaram a fazer o teste com etilômetro (art. 165-A).

Além disso, 121 condutores acabaram presos por estarem com mais de 0,3 miligramas de álcool por litro de ar. Além do aumento no número de prisões, houve elevação também na lavratura de notificações, que foi de 7,6% – passando de 263 para 283.

EXAMES –Durante as abordagens policiais foram realizados 2.692 exames etilométricos, dos quais 1.840 ocorreram durante blitzes e 852 em atendimentos a acidentes de trânsito, o que representa uma queda de 43,7% se comparado a 2020, com 4.788 testes.

Ainda segundo os dados estatísticos do BPTran, houve uma diminuição de 28,3% na recusa de condutores em fazer o teste etilométrico, se comparado ao primeiro trimestre de 2021: de 166 para 119. Do total dos primeiros meses deste ano, 29 foram após acidentes e 90 nas ações das equipes do Batalhão de Trânsito. Já no ano passado, 25 ocorreram durante acidentes de trânsito e 141 durante blitzes.

ANO PASSADO – Em todo o ano de 2020, o Batalhão de Polícia de Trânsito registrou queda de 21,06% nos acidentes de trânsito em Curitiba, se comparado a 2019 – de 6.132 para 4.840 casos. Deste total, em 496 foi constatada embriaguez ao volante. Isso representa uma diminuição de 20,2% em relação ao ano anterior, com 622 casos.

Nas 496 ocorrências de acidentes no trânsito ocasionados por embriaguez ao volante, quatro pessoas morreram, vítimas da imprudência por parte de condutores. Além disso, outras 169 pessoas ficaram feridas – 8,1%% a menos do que em 2019, quando foram 184 feridos e dois óbitos.

Mesmo durante a pandemia, o Batalhão de Trânsito intensificou as ações preventivas e de fiscalização urbana em Curitiba no ano passado. Com isso, 603 pessoas foram detidas por embriaguez ao volante, número 5,6% menor se comparado ao ano de 2019, quando foram 639.

Além disso, 1.150 condutores foram notificados em consonância com o artigo 165 e 165-A do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir sob influência de álcool ou outra substância psicoativa e quando o condutor se recusa a fazer o exame etilométrico. Isso representa uma queda de 45,7% comparado ao ano anterior, quando foram 2.118 notificações.

Durante as abordagens foram feitos 15.704 exames etilométricos, dos quais 11.907 ocorreram durante blitzes e 3.797 nos locais de acidentes de trânsito, o que representa uma queda de 19,6% se comparado ao ano de 2019, quando foram 19.555 testes de bafômetro no total.

No entanto, durante alguns meses de 2020, o número de exames registrados pelas equipes do BPTran foi superior ao mesmo mês de 2019, dentre eles janeiro (de 1.594 para 1.944), fevereiro (de 1.326 para 1.797), julho (de 1.811 para 2.081), setembro (de 1.258 para 1.634) e outubro (de 1.280 para 1.669).

Ainda segundo os dados estatísticos do BPTran, houve uma diminuição de 45,5% da recusa de condutores para fazer o teste de bafômetro – de 892 para 486. Deste total de 2020, 145 ocorreram durante acidentes de trânsito e 341 durante blitzes. Já em 2019, foram 155 após acidentes e 737 nas ações das equipes do Batalhão de Trânsito.

Blitz Educativa alcança 280 motoristas e distribui 700 folders e 200 etilômetros

Nesta quinta-feira (13), o BPTran fez mais uma ação educativa voltada aos motoristas de automóveis, em alusão ao Maio Amarelo, na Avenida Victor Ferreira do Amaral, no bairro Tarumã. A ação alcançou cerca de 280 motoristas. Mais de 700 folders e 200 etilômetros descartáveis, de cunho educativo, foram entregues para motoristas e passageiros.

A blitz foi organizada pelo BPTran, com apoio de equipes da Companhia Tático Móvel de Trânsito (Cotamotran). A abordagem às pessoas contou com integrantes do próprio batalhão e agentes do Detran-PR, da Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito (Setran), do Observatório Nacional de Segurança Viária e da empresa Souza Cruz.

A abordagem aos motoristas foi focada na entrega de materiais educativos, com folders contendo informações sobre condutas que podem evitar acidentes, como não ultrapassar o limite de velocidade da via, não avançar o sinal amarelo, além das medidas básicas de uso de cinto de segurança, não consumir bebidas alcoólicas antes de dirigir, ter atenção ao fazer ultrapassagens, sempre pela faixa da esquerda, e a não utilização do celular no volante.

Para Cleunice Cândido Pereira, as ações educativas contribuem para que as pessoas revejam suas atitudes no trânsito. “Tem muito acidente que acontece por causa do álcool. Vejo que falta paciência e educação das pessoas, é preciso fazer atividades como essa para mudar o pensamento dos motoristas”, avaliou.

José Mario Vieira, que atua como motorista de aplicativo de transporte, ressaltou a ação. “É importante termos essas blitzes educativas. A gente tem que sempre tomar cuidado e ter atenção redobrada para evitar acidentes”, disse.

Cleia de Oliveira, que também atua como motorista de aplicativo, acredita que a combinação de álcool com direção é o que mais causa acidentes graves. “Muitos acidentes acontecem por causa disso, então acho muito válida essa ação da Polícia Militar”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dóffee Donuts inaugura a 22ª Unidade

A Dóffee Donuts & Coffee inaugurou sua nova unidade na última sexta-feira (27). A loja está localizada na cidade de Itajaí e é a 22ª unidade da franquia, que recebeu diversos clientes já em seu primeiro dia no Shopping Itajaí.

A franquia de lojas da Dóffee Donuts & Coffee já é conhecida em Santa Catarina por suas receitas exclusivas, com opções de donuts doces e salgados, bebidas quentes e geladas para acompanhar, além de acessórios disponíveis para comprar e levar para casa.

Além de Itajaí, as cidades de Balneário Camboriú e Itapema também possuem lojas da Dóffee. Os planos para as próximas Dóffee Donuts & Coffee também já estão a todo vapor, destinadas a novas cidades e
estado: os Shopping Palladium, em Ponta Grossa e as cidades de Ourinhos e Campinas, em São Paulo.

HISTÓRIA

O projeto teve início em 2017, com os sócios Alysson, Pablo e Letícia, que viram nos donuts a oportunidade de começar uma loja inovadora em Curitiba. A decisão em abrir uma loja com produto único passou por meses de planejamento. Em 2019, a primeira loja física foi inaugurada no Centro de Curitiba. O rápido sucesso da loja pediu por mais uma unidade, e assim, em poucos
meses, foi inaugurada a Dóffee Portão.
Em seu primeiro ano como franquia resultou em mais 7 lojas, totalizando 10 unidades, a partir daí não parou mais. Hoje a Dóffee possui unidades nos principais shoppings de Curitiba, São José dos Pinhais,
Pinhais, Campo Largo, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu.

SERVIÇO:
As unidades contam com horários de funcionamentos próprios e você pode consultar localização e horários através do site:
https://www.doffee.com.br/nossas-lojas
Facebook | Instagram: @doffee.donuts
Fotos: Divulgação.

Congelados de alta gastronomia dão sabor ao verão paranaense

A praticidade na cozinha é sempre bem valorizada, ainda mais para quem está de férias e não quer perder muito tempo em frente ao fogão – mas também não abre mão de uma refeição saborosa. Os congelados, que já foram vistos com maus olhos por perder qualidade e sabor dos alimentos, hoje contam com opções de alta gastronomia que ganham muito em qualidade e são fáceis de preparar. Das linhas fit até pedidas dignas de restaurante, há muitas opções.

A Ragú Rotisseria& Co. é uma empresa curitibana que entrou com tudo no mercado de ultracongelados. O cardápio variado da empresa, elaborado pela chef e restaurateur Fernanda Zacarias de Alencar, destaca insumos de alta qualidade e um preparo atencioso em entradas e pratos principais. Muitos dos pratos mais pedidos são apresentados no formato ultracongelado, cujo processo mantém intactas as propriedades do alimento sem alterar sabor nem apresentação.

Essa praticidade, já apresentada em Curitiba, também ganhou o litoral. Durante o verão, a empresa montou uma pop-up store em Caiobá. “Apresentamos nessa loja um grande linha de aperitivos, antepastos, massas, molhos, massas de forno, pratos prontos para a família e nossos PFs do dia a dia”, explica Bruna Loddo, sócia de Fernanda na Ragú. No site da Rotisseria, há dicas para preparo, além das sócias deixarem aberto um canal para tirar dúvidas sobre montagem de pratos, garantindo que a refeição congelada terá um tratamento de alta gastronomia.

As massas pré-prontas estão entre as mais pedidas, apresentadas em diferentes formatos. As recheadas vem em porções de 400 gramas que atendem duas pessoas, em sabores como Queijo Canastra, Brie & Damasco e Zucca (abóbora). Já massas lisas e gnocchi (como o Tagliatelle verde e o Gnocchi clássico de batata com rústico de tomate) são apresentados por quilo. O cliente adiciona o molho que preferir à massa, do Bechamel e do Funghi até o Creme de limão siciliano, vendidos também por quilo.

A linha PF Dia a Dia traz porções individuais de 350 gramas ultracongeladas. São escolhas que vão do PF de carne moída com arroz integral, legumes e feijão, ou ainda o Frango ao curry, arroz com castanha de caju e cenouras assadas até Bobó de camarão rosa com arroz branco e farofa de dendê. O menu tem diversas pedidas vegetarianas, como Canelone de ricota e espinafre ao molho sugo e bechamel e a Panqueca integral de legumes ao molho sugo.

Os ultracongelados da Ragú Rotisseria & Co. podem ser encontrados na loja de Curitiba (R. Francisco Rocha, 533 – Batel) e na praia de Caiobá, em Matinhos (R. Ipiranga, 192 – Praia Mansa). Mais informações no site ragurotisseria.com.br e ou no perfil oficial da marca no Instagram (@ragu.rotisseria).

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com