sexta-feira, fevereiro 23, 2024
spot_img
InícioCuritibaViaduto Pompéia é liberado para o tráfego de veículos

Viaduto Pompéia é liberado para o tráfego de veículos

As alças de acesso ao Viaduto Pompéia, no Tatuquara, foram entregues pelo prefeito Rafael Greca nesta sexta-feira (25/10). O tráfego foi liberado às 16h30.

O viaduto foi concluído em setembro de 2015 pela Autopista Planalto Sul/Arteris – concessionária responsável pela rodovia BR-116 -, mas não ganhou as estruturas necessárias para viabilizar sua utilização.

Viaduto Pompéia, no Tatuquara, é liberado para o tráfego de veículos após construção das alças de acesso. Curitiba, 25/10/2019. Foto: Luiz Costa/SMCS

As alças já deveriam ter sido construídas nos anos de 2015 e 2016, mas só a partir de 26 de setembro de 2018, na atual gestão da Prefeitura, foram iniciadas. O projeto para terminar o viaduto e recuperar a região foi feito pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). As obras foram executadas sob a supervisão da Secretaria Municipal de Obras Públicas.

“Acabo de abrir ao tráfego o Viaduto Pompéia, o portal do populoso bairro do Tatuquara. Ele foi construído sem alças em 2015. Quatro anos depois, 70 famílias vulneráveis foram removidas, pois suas casas ocupavam o leito das alças de acesso à BR-116, e cinco ruas foram requalificadas com traçado e asfalto novo”, disse Greca.

“Doze linhas de ônibus fluirão melhor. Não vamos mais atrapalhar quem vai de Curitiba para Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Quitandinha, Areia Branca dos Assis, Campo do Tenente, Rio Negro, Piên. Trabalho cumprido e, aos poucos, vamos desatando os nós que encontramos”, disse Greca.

O diretor de Operações da Arteris, César Sass, apontou que dar funcionalidade ao viaduto construído em 2015 é como realizar um sonho.

“Sinto que cumprimos com nossos propósitos ao viabilizar uma estrutura que reduz congestionamentos e acidentes. O prefeito Rafael Greca nos deu a sua palavra e cumpriu com o que prometeu”, revelou Sass.

O secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, lembrou outras ações desenvolvidas no Tatuquara e que também têm impacto na vida dos moradores.

“É uma satisfação enorme entregar as alças do Viaduto Pompéia. Obra importantíssima, que se soma às 33 ruas requalificadas desde 2017, quase 19 quilômetros de asfalto novo, e à construção do Terminal Tatuquara e do Restaurante Popular”, apontou Rodrigues.

Acesso ao bairro

O acesso do bairro à pista da BR-116 no sentido Curitiba-Fazenda Rio Grande ganhou forma. A Rua Francisco Xavier, que desemboca no viaduto, foi alargada, ficando com nove metros de largura, com duas faixas para o tráfego e mais uma para estacionamento.

A via compõe o binário da Vila Pompéia e também foi asfaltada, sinalizada, já conta com calçadas novas, melhorias na iluminação e paisagismo.

A Francisco Xavier de Oliveira serve agora de saída do Tatuquara para a BR-116 e a entrada será pela Rua João Batista Bettega Junior. Entre as duas ruas, outros binários acessórios funcionarão como complemento às alças do viaduto.

Além da Francisco Xavier de Oliveira, foram feitas obras em trechos das ruas José Zanoncini e Francisca Ferreira da Luz, no entorno do Colégio Estadual Beatriz Faria Ansay, na ligação da Francisco Xavier de Oliveira com a BR-116, no sentido sul.

Sem comprometer a utilização do viaduto, seguirão em andamento até janeiro as obras na alça de acesso que permitirá o retorno da Francisco Xavier de Oliveira para a Rua Francisco Warcheski, em direção ao bairro.

A nova rua está sendo construída para atender moradores que vivem na quadra que antecede a cabeceira do viaduto, no lado esquerdo. A nova via garantirá a eles um caminho mais curto para retornar ao bairro.

Aprovação dos moradores

Vizinho da cabeceira do Viaduto Pompéia, o motorista de táxi aposentado Avir Vieira dos Santos mora há 40 anos na Rua Francisco Xavier de Oliveira. Foi testemunha da evolução do bairro.

“Aqui só tinha mato, era um lugar esquecido. Fico feliz de poder acompanhar essa benfeitoria. É asfalto novo na minha rua e o viaduto, que estava largado, tendo utilidade”, disse Santos.

Ir e vir da unidade das Centrais de Abastecimento do Paraná (Ceasa) na BR-116, no Tatuquara, será mais simples para José Salvador Spina. Ele trabalha com carga de descarga de produtos na Ceasa e mora há mais de 30 anos na Rua Francisco Xavier de Oliveira.

“Eu criei meus filhos aqui e nunca teve nada tão bom como essas obras. A gente fica alegre e, sem dúvida, a vida melhora. Nossa região fica mais valorizada”, aponta Spina.

Há seis anos morando na região, o aposentado José Carlos Santos foi um dos primeiros a cruzar de carro o viaduto e estava comemorando a entrega da obra.

“É uma felicidade grande. Só tenho a agradecer e festejar esse viaduto, as ruas asfaltadas e tudo mais. Viva!”, disse Santos.

Mudanças no trânsito

Três ruas do bairro Tatuquara começam a ter sentido único de circulação para os veículos ainda na última quarta-feira (23/10). As alterações de trânsito foram feitas para atender as novas alças de acesso ao Viaduto Pompéia.

As mudanças incluem mão única aos motoristas que trafegarem pela Rua Francisca Ferreira da Luz, que poderão seguir apenas da João Batista Bettega Junior para a Francisco Xavier de Oliveira. Já, a Francisco Xavier de Oliveira passou a ter sentido único de circulação da Estrada Delegado Bruno de Almeida para a Rua Camilo Bueno, até o acesso ao viaduto sobre a BR-116.

Na Rua José Zanoncini, os veículos seguem somente da Francisca Ferreira da Luz para a Estrada Delegado Bruno de Almeida. As mudanças foram acompanhadas por agentes de trânsito, que orientaram os motoristas.

Itinerários dos ônibus

Com a construção das alças, a abertura do Viaduto Pompéia e as alterações no trânsito em ruas do entorno, 12 linhas de ônibus tiveram seus itinerários modificados. Responsável pela gestão do sistema de transporte coletivo da cidade, a Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs) estudou e organizou as mudanças nas linhas e produziu cartazes para informar os usuários.

As linhas que sofreram alteração do itinerário são: 680 Rurbana, 681 Dalagassa, 684 Rio Bonito, 684 Rio Bonito (semidireto – manhã), 684 Rio Bonito (semidireto – tarde), 690 Vila Juliana, 772 Tupy-Juliana, 617 Jardim Ludovica, 646 Pompéia-Janaína, 655 Jardim da Ordem, 659 Caximba-Olaria e 679 Madrugueiro-Tatuquara.

Os cartazes com o croqui das mudanças de rota foram fixados nos ônibus, pontos e terminais.

MATÉRIAS RELACIONADAS
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img

As últimas do Busão