Viaduto do Capanema ficará bloqueado no fim de semana e no feriado

De sábado (4/9) até a próxima quarta-feira (8/9), o Viaduto do Capanema – na continuação da Avenida Prefeito Omar Sabbag – ficará totalmente bloqueado para a passagem de veículos. A interrupção no trânsito será necessária para obras na junta de dilatação da estrutura, para a construção do Complexo de Segurança Alimentar Capanema – formado pelo Armazém da Família e pelo Espaço Social do Mesa Solidária.

O bloqueio de trânsito foi programado para o fim de semana e feriado de modo a causar o menor impacto possível ao tráfego de quem passa rotineiramente pela região. A previsão é que, a partir da quinta-feira (9/9) pela manhã, o tráfego volte a fluir normalmente.

Durante o período de bloqueio, agentes da Superintendência de Trânsito (Setran) farão rondas. O trecho bloqueado estará sinalizado pela empresa responsável pelo serviço e barreiras de trânsito complementarão o alerta visual ao motorista.

Bloqueios parciais também acontecerão ao longo dos cinco dias uma quadra antes do viaduto, pela Avenida Omar Sabbag e, também, pela via que cruza o viaduto (Rua Engenheiro Leão Sounis).

Viaduto do Capanema ficará bloqueado durante o feriado.

Desvios

Enquanto durar a intervenção na pista, os motoristas precisarão desviar o caminho (veja mapa). A melhor opção é, em vez de passar pelo Viaduto do Capanema, optar pelo Viaduto do Colorado. Desse modo, quem estiver na BR-277 pode continuar pela Avenida das Torres. Já quem seguir em direção à saída da capital seguirá em frente a partir da Rua Tibagi.

Além desses caminhos alternativos, o motorista que estiver mais próximo do Viaduto do Capanema poderá acessar a Avenida Prefeito Omar Sabbag (em direção ao Centro da cidade e virar à esquerda na  Rua Engenheiros Rebouças.

No sentido oposto (saída da cidade), o desvio para quem estiver na Rua Ubaldino do Amaral é pela Avenida Visconde de Guarapuava ou, ainda, pela Avenida Presidente Affonso Camargo.

Linha de ônibus

Por causa das obras, a linha de ônibus 305 Centenário terá mudança de itinerário de sábado (4/9) a quarta-feira (8/9). A linha fará desvio pela Avenida Pref Lothário Meissner, ruas Dr. Jorge Meyer Filho e Engenheiro Ostoja Roguski, Avenida Presidente Affonso Camargo (pista lenta), Ruas Padre Germano Mayer e Reinaldino S. de Quadros, retornando ao itinerário oficial sentido Centro e pela Ubaldinho do Amaral, Avenida Senador Souza Naves, ruas Padre Germano Mayer, do Herval e Schiller, Avenida Dario Lopes dos Santos, ruas Hildebrando de Araújo e Engenheiros Rebouças, retornando ao itinerário oficial, sentido bairro.

Juntas de dilatação

O bloqueio do Viaduto do Capanema atende a solicitação do Departamento de Edificações da Secretaria Municipal de Obras Públicas, que durante o período de interrupção do trânsito de veículos coordenará o trabalho de substituição de duas juntas de dilatação da estrutura viária. Sob o ponto do viaduto que receberá as juntas de dilatação está sendo construído Armazém da Família e Espaço Social Capanema e a troca acontece neste momento para não afetar o novo local de referência em solidariedade e alimentação saudável. 


“Iniciamos os serviços em maio e agora teremos que executar a substituição das juntas de dilatação do viaduto para não causarmos prejuízos à edificação do novo Armazém da Família e Espaço Social Capanema mais tarde, depois que ele já estiver pronto”, explicou Rodrigo Rodrigues, secretário municipal de Obras Públicas.  

O novo Armazém da Família e Espaço Social Capanema terá 661,66 m² e está recebendo o investimento de R$ 1.728.810,14. O local se transformará no complexo de segurança alimentar que disponibilizará gêneros alimentícios a preços acessíveis e oferecerá refeições a pessoas em situação de vulnerabilidade social em um salão com 80 lugares preparado com mesas e cadeiras. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Feirão do Emprego oferta 5 mil vagas neste sábado; trabalhadores têm ônibus de graça

Feirão do Emprego oferta 5 mil vagas neste sábado; trabalhadores têm ônibus de graça. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Trabalhadores que estão em busca de emprego têm uma grande oportunidade de colocação no mercado de trabalho, neste sábado (24/9), quando acontece o Mega Feirão do Emprego da Construção. Durante o evento, promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-PR) em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e apoio da Prefeitura de Curitiba, serão ofertadas 5 mil vagas com salários que podem chegar a R$ 9 mil.

O feirão vai acontecer no Centro de Eventos da Fiep, que fica na Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres), 1.341, bairro Jardim Botânico, das 8h às 17h. Para facilitar a ida e a volta dos trabalhadores ao local, a Urbs vai oferecer transporte gratuito das 9h às 16h, com saídas de uma em uma hora da Praça Rui Barbosa, no Centro. O ponto será na frente da Casa China.

O Mega Feirão vai reunir construtoras, incorporadoras e prestadoras de serviços interessadas em contratar profissionais que buscam novas oportunidades no mercado de trabalho formal, além de fabricantes da cadeia produtiva.

Oportunidade

No feirão, as pessoas que buscam uma colocação no mercado de trabalho encontrarão na indústria da construção uma oportunidade de uma carreira profissional. Isso porque os organizadores do evento planejam contratar, principalmente, pessoas que não estejam trabalhando e prepará-las para as funções que atualmente têm grande demanda.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-PR) estará no evento para apresentar os cursos técnicos gratuitos voltados para a indústria da construção. Além das vagas ofertadas pelas empresas, os visitantes poderão se matricular nos cursos profissionalizantes oferecidos pelo Sistema Fiep.

Durante a feira também haverá exposição de produtos e soluções tecnológicas desenvolvidas por fornecedores da indústria construção

Encaminhamento de trabalhadores

Além do transporte gratuito, a Prefeitura irá encaminhar para o evento pessoas que são atendidas pela Fundação de Ação Social (FAS), responsável pelas políticas da assistência social e do trabalho e emprego em Curitiba.

O objetivo é promover a colocação de pessoas atendidas pela fundação no mercado de trabalho da área da construção civil.

O evento terá ainda o apoio da Comec, que vai mobilizar a população da Região Metropolitana, e do Governo do Estado, que orientará as pessoas quanto à documentação (CPF e carteira de trabalho), além de ajudar na divulgação e mobilização na Agência do Trabalhador.

Serviço: Mega Feirão do Emprego

Data – sábado (24/9)

Horário – das 8h às 17h

Local – Centro de Eventos da Fiep (Av. Comendador Franco, 1.341 – Jardim Botânico)

Transporte gratuito – ônibus com saídas de uma em uma hora, da Praça Rui Barbosa, ponto em frente à Casa China

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Curitiba recebe encontro de gestores de políticas para diversidade

Fernando Ruthes, assessor de Políticas de Diversidade Sexual de Curitiba. - Curitiba, 23/06/2022 - Foto: Daniel Castellano / SMCS

 

Curitiba recebe na segunda (26/9) e terça-feira (27/9) encontro do Fórum Nacional de Gestores e Gestoras de Políticas Públicas para Lésbicas, Gays Bissexuais Travestis e Transexuais (Fonges LGBT), na Assessoria de Direitos Humanos da Prefeitura, no Centro.

O encontro, exclusivo para convidados, deve reunir cerca de 15 representantes que atuam nos três estados da Região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e também em São Paulo, Campinas e no Mato Grosso do Sul. A pauta gira em torno da LGBTfobia e o atendimento à população LGBT.

Diretor da Região Sul do Fonges, o assessor de Diversidade Sexual da Prefeitura de Curitiba, Fernando Ruthes, destaca a importância da troca de experiências, como forma de aprimorar cada vez mais as políticas públicas da área.

“O fórum tem um importante papel no aprimoramento das políticas públicas e no fortalecimento da participação dos estados e municípios na definição e implementação de políticas para a população LGBT”, diz ele. “A troca de experiências ajuda a facilitar a operacionalização de políticas, respeitando as diversidades regionais.”

Histórico

O Fonges foi criado em 2011 a fim de subsidiar a formulação de diretrizes e integrar as políticas públicas de estados e municípios.

Reúne 98 órgãos gestores que atuam em todo o país, promovendo também intercâmbio de experiências e articulando ações com os poderes executivos e legislativos.

Desde que foi criado, já foram realizadas oito assembleias gerais – a mais recente ocorreu em junho passado, em São Paulo.

Participantes

Participarão do evento em Curitiba a presidente nacional do Fonges LGBT, Valdirene Santos; o coordenador municipal de políticas para LGBT de São Paulo, Cassio Rodrigo; o subsecretário de políticas LGBT do estado do Mato Grosso do Sul, Leonardo Bastos; gestores estaduais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e os gestores municipais de Porto Alegre, Santa Cruz, Cruz Alta, Foz do Iguaçu, Maringá, além de Curitiba.

 



Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba