Viaduto do Capanema é transformado em complexo da alimentação e irá atender população em risco social

Curitiba vai ganhar um novo local de referência em solidariedade e alimentação saudável. As obras do futuro Complexo de Segurança Alimentar Capanema – formado pelo Armazém da Família Vila Torres e Espaço Social do Mesa Solidária – estão em andamento na Avenida Doutor Dário Lopes dos Santos, sob o Viaduto Capanema, no bairro Jardim Botânico.

O complexo de segurança alimentar sob o Viaduto do Capanema também será um espaço de educação para a população em risco social e capacitação das entidades parceiras do Mesa Solidária, programa que já distribuiu gratuitamente 450 mil refeições desde seu lançamento no fim de 2019.

O novo Armazém da Família e Espaço Social terão 661,66 m² e estão recebendo o investimento de R$ 1.728.810,14. A finalização do projeto está prevista para acontecer entre novembro e dezembro deste ano.

Futuro complexo que integra o Armazém da Família e Espaço Social do Capanema.

Projeto

Projetado pelos arquitetos Mauro Magnabosco e Paulo França, do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), o futuro complexo do Capanema irá receber o 35º Armazém da Família, que comercializa gêneros alimentícios e itens de higiene e limpeza 30% mais baratos que no varejo. O programa municipal beneficia hoje 310 mil famílias cadastradas com renda familiar de até cinco salários mínimos e também famílias que recebem o Auxílio Alimentar de Curitiba. São cerca de 1 milhão de curitibanos com acesso a cerca de 350 itens mais baratos.

Futuro complexo que integra o Armazém da Família e Espaço Social do Capanema

O local ainda contará com o inédito Espaço Social Capanema, que reunirá cozinha e salão de refeições com 80 lugares para pessoas em situação de risco atendidas pelo Mesa Solidária.

A previsão é que o Espaço Social do complexo do Capanema receba, diariamente, cerca de 500 pessoas, que terão acesso a café da manhã, almoço e jantar.

Futuro complexo que integra o Armazém da Família e Espaço Social do Capanema.

Em quase dois anos de atividade, o Mesa Solidária já disponibilizou 450 mil refeições gratuitas para pessoas em situação de risco social na capital. O atendimento é feito hoje nos restaurantes populares do Capanema (jantar) e da Rui Barbosa (lanche da tarde), no Centro POP Plínio Tourinho, no Jardim Botânico (café da manhã, almoço e jantar) e no Mesa Solidária Luz dos Pinhais, atrás da Catedral e próximo da Praça Tiradentes, no Centro (jantar).

Com a abertura do Espaço Social Capanema, o atendimento do Mesa Solidária deixará de ser feito no Restaurante Popular do viaduto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.