Turismo de Itaipu se prepara para receber 4.500 visitantes no feriadão da Independência

Previsão é para os quatro dias, de sábado (4) à terça-feira (7). Outros atrativos do Destino Iguaçu também ampliaram atendimento

Cerca de 4.500 turistas devem passar por Itaipu nos quatro dias do feriadão da Independência, de sábado (4) a terça-feira (7 de setembro, Dia da Independência do Brasil). Para atender os visitantes, os atrativos vão operar com horários extras e, excepcionalmente na terça-feira do feriado, estará aberto para receber os turistas. Desde abril deste ano, as visitas foram suspensas nas terças-feiras, dia que ficou reservado para manutenção e reforço nas medidas de proteção sanitária.

A previsão é que o movimento turístico na usina hidrelétrica continue em alta, refletindo a tendência dos últimos meses devido, especialmente, a ações como a campanha “Vem para Foz”, voltada para divulgar a variedade de atrativos do Destino Iguaçu; além dos cuidados para manter os turistas seguros, com a adoção de práticas sanitárias no combate à pandemia da covid-19.

Fotos: Kiko Sierich / PTI

São três opções de atrativos oferecidos pelo Complexo Turístico Itaipu (CTI) no feriadão da Independência. O carro-chefe do CTI, a Itaipu Panorâmica, que promove uma visita privilegiada da usina hidrelétrica por vários ângulos, vai funcionar de sábado (4) à segunda (6), das 8h30 às 16h15, com saídas a cada meia hora. Na terça-feira (7), os horários são das 8h às 16h30, também com saídas a cada 30 minutos.

Os outros atrativos também têm horários diferenciados. O Refúgio Biológico Bela Vista vai operar em oito horários de sábado à segunda-feira, com 23 vagas cada. As saídas são: 8h30, 9h30, 10h, 10h30, 13h30, 14h30, 15h e 15h30. Na terça-feira, serão seis horários diferentes (não haverá as saídas extras de 10h e de 15h). Já o Ecomuseu opera das 10h às 17h com transporte saindo do Centro de Recepção dos Visitantes (CRV) a cada meia hora, a partir das 10h30 e com última saída às 16h.

Fotos: Rubens Fraulini / Itaipu Binacional

Para mais informações e compra antecipada de ingressos, basta acessar o site https://www.turismoitaipu.com.br/.

Destino Iguaçu preparado

Os outros atrativos da cidade também estão preparados para alta movimentação de turistas na região nos quatro dias de feriado. O Parque Nacional do Iguaçu (PNI), que abriga as Cataratas do Iguaçu, ampliou o atendimento. De sábado à segunda-feira, estará aberto das 8h às 16h. Na terça-feira, o atendimento é das 9h às 16h. Vale lembrar que não existe opção de compra de ingressos pela bilheteria do PNI – eles devem ser adquiridos pelo site www.cataratasdoiguacu.com.br.

O Parque das Aves aumentou o horário de visitação das 8h30 às 17h para os quatro dias do feriadão da Independência. Na segunda-feira (6), quando o parque normalmente é fechado para manutenção, haverá atendimento excepcionalmente para o feriado. O ingresso pode ser comprado em https://ingressos.parquedasaves.com.br/.

O Marco das Três Fronteiras também estará aberto nos quatro dias, sempre das 15h às 21h. As apresentações artísticas acontecem todos os dias, logo após o pôr do sol, a partir das 18h15. O Restaurante Cabeza de Vaca, que fica dentro do complexo, atende das 16h às 22h. Para comprar o ingresso, basta acessar: www.marcodastresfronteiras.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Foz do Iguaçu vacina 80% da população adulta contra a Covid-19

Foz do Iguaçu já vacinou 81% da população adulta acima dos 18 anos com a primeira dose. A expectativa é imunizar 70% dos moradores, com as duas doses, ainda na primeira quinzena de agosto, assim que a Secretaria Municipal de Saúde receber a segunda remessa de 45 mil doses extras destinadas pelo Ministério da Saúde às quatro cidades de fronteira no Paraná (além de Foz, Barracão, Guaíra e Santo Antônio da Platina).

Conforme o painel de vacinação desta terça-feira (3), já foram aplicadas 216.781 vacinas entre a primeira e a segunda doses. Isso corresponde a 80,8% da população adulta vacinada com a primeira dose e 28,6% com a segunda dose. Foz do Iguaçu já está vacinando as pessoas com 25 anos ou mais – a menor faixa etária entre as grandes cidades do país como São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Salvador, Florianópolis e Belo Horizonte.

“Esse está sendo um trabalho árduo, de folego, que reúne a saúde municipal, a Secretaria Estadual de Saúde e o Ministério da Saúde. Estamos chegando a este patamar (80% da população adulta) e vamos avançar mais neste mês de agosto. A vacina é o remédio para curar e evitar esta doença (covid), salva vidas, o que é mais importante, e a cidade começa a voltar a seu ritmo normal”, disse o prefeito Chico Brasileiro, vice-presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

Fronteira

Chico Brasileiro articulou, através da FNP, a remessa das doses extras para ás 122 cidades fronteiriças brasileiras. “Alertamos o Ministério da Saúde da necessidade de criar um cordão de segurança na fronteira brasileira para evitar maior circulação de variantes do coronavírus. O ministro Marcelo Queiroga compreendeu a importância e enviou as doses extras às cidades de fronteira”, disse.

O Ministério da Saúde do Paraguai, na fronteira brasileira, começou a vacinar acima dos 20 anos e já aplicou 1.5 milhão de doses. Em Puerto Iguazu, na lado argentino da fronteira, a vacinação está na casa dos 18 anos. “Em breve, estaremos com as três cidades da fronteira com vacinação completa e o pleno trânsito das pessoas nas duas pontes, a da Amizade (com Paraguai) já aberta e a reabertura da Ponte da Fraternidade”, disse Brasileiro.

Eventos
As vacinas extras aceleram também a retomada do turismo, principal atividade econômica da cidade. Foz do Iguaçu já tem três grandes eventos marcados até início de dezembro e que devem atrair 12 mil participantes. Novo decreto municipal de sexta-feira (30), autorizou eventos corporativos com até mil participantes neste mês de agosto.

Em setembro, serão liberados  eventos corporativos com até 1.500 participantes e sociais com até 500 pessoas. Também serão permitidos jantares de formatura com até 1.500 pessoas. A partir de 15 de outubro serão liberados todos os eventos corporativos, independente do número de pessoas, desde que seja respeitada a capacidade máxima de 70% dos espaços.

Turismo

A retomada do turismo já tem bons indicativos. O aeroporto internacional vai receber neste mês de agosto até 26 voos diários – números de antes da pandemia. Hotéis começaram a contratar de volta os trabalhadores e também ampliaram e reformaram suas instalações para receber os turistas na temporada de verão. Um novo hotel com 130 apartamentos foi inaugurado nesta segunda-feira (2).

Nos principais atrativos turísticos, as visitas cresceram 105% nas Cataratas do Iguaçu (56.819 pessoas em julho e 27.739 em junho) e a usina da Itaipu Binacional recebeu 30.025 visitantes em julho. “Há um grande esforço, de forma conjunta, dos setores produtivo e do turismo, das equipes municipais de saúde ,da prefeitura, da Itaipu Binacional, da Secretaria Estadual da Saúde, para que Foz do Iguaçu volte rapidamente a receber os visitantes como recebíamos antes da pandemia. A cidade já está preparada para isso”, disse Chico Brasileiro.

Foz do Iguaçu deve liberar grandes eventos a partir de outubro

A prefeitura de Foz do Iguaçu antecipou o calendário de retomada de eventos na, motivada, principalmente, pelo avanço da vacinação contra a covid-19 e pela Campanha Vem para Foz, da Itaipu Binacional. Quase 80% da população adulta já recebeu a primeira dose dos imunizantes. A partir de agosto, estão liberados eventos corporativos com até 1.000 pessoas e eventos sociais com até 250 convidados.

O decreto que modifica o quantitativo do calendário de retomada dos eventos, divulgado no início de julho, foi publicado no Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (30). A decisão da prefeitura toma por base o percentual de pessoas já vacinadas, além da expectativa do recebimento de mais um lote extra de vacinas, já anunciado pelo Ministério da Saúde, e o entendimento de que os eventos são catalisadores do turismo e da economia do município.

“Toda essa flexibilização está sendo possível graças à adesão da população à vacinação e a união do empresariado. É um esforço coletivo da sociedade e todos estão fazendo sua parte para a retomada”, disse o prefeito Chico Brasileiro (PSD).

“O turismo de eventos e negócios é um dos mais importantes do setor e movimenta toda a economia. Traz prosperidade para toda a população diretamente ou indiretamente”, afirma o secretário municipal de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli.

Em setembro, serão liberados os eventos corporativos com até 1.500 participantes e sociais com até 500 pessoas – nestes casos ficando proibidos bailes e pistas de dança. Também serão permitidos jantares de formatura com até 1.500 pessoas.

A partir de 15 de outubro, com a expectativa de que 70% da população adulta esteja vacinada com as duas doses e conforme o cenário epidemiológico, serão liberados todos os eventos corporativos, independente do número de pessoas, desde que seja respeitada a capacidade máxima de 70% dos espaços.

Também serão permitidos eventos sociais com pista de dança e baile, independente do número de convidados, desde que  respeitada a capacidade de 70% dos espaços.

Horário das atividades

Outra mudança oficializada por meio de decreto e também possibilitada devido ao avanço da vacinação e da redução do número de casos e internamentos por covid foi a ampliação dos horários das atividades gastronômicas até 1h. Também foi revogado o toque de recolher no município.

A prefeitura vai reforçar as fiscalizações de trânsito nos finais de semana, especialmente à noite e de madrugada, em relação ao uso excessivo de álcool, para evitar o aumento do número de acidentes de trânsito e garantir maior segurança à população.