Trabalhos acadêmicos de Curitiba são destaques em prêmio do Crea-PR

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) divulgou os vencedores da edição 2022 do prêmio Melhores TCCs do Paraná. Foram selecionados os melhores Trabalhos de Conclusão de Curso apresentados em 2021, nas modalidades de Agrimensura, Agronomia, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Metalúrgica, Geologia e Minas, Engenharia Química e Especiais (Segurança do Trabalho).

Em Curitiba, foram dois vencedores. Na categoria de Agronomia, a terceira colocada foi Milena da Silva Werner, da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Já na área de Geologia, o primeiro colocado foi Fabrício Alves Mendes, também da UFPR.

Para o gerente da regional Curitiba do Crea-PR, Eduardo Ramires, o Melhores TCCs do Paraná pode ser servir como um ponto de partida na carreira do profissional. “Considero a iniciativa interessante, pois estreita o relacionamento do Crea-PR com os futuros profissionais e as instituições de ensino do Paraná. É uma premiação que considera, não apenas o aspecto acadêmico, mas também busca analisar o aspecto profissional”.

Além disso, Ramires aponta como primordial a participação dos colegiados durante todo o processo. “Com o apoio do Colégio de Instituições de Ensino (CIE), do Colégio de Entidades de Classe (CDER) e do Colégio de Inspetores, o Crea-PR permite que seja promovida uma avaliação criteriosa com os pontos previstos no regulamento do prêmio, principalmente com foco no grau de inovação, abrangência do trabalho e a aplicabilidade do TCC”.

Segundo o gerente do Departamento de Relações Institucionais (DRI) do Crea-PR, Claudemir Marcos Prattes, foi uma premiação bem concorrida. “Nós tivemos cerca de 300 trabalhos inscritos. Foi, talvez, a disputa mais acirrada desde o início do prêmio, com quase 80 instituições de ensino participantes com trabalhos”, comenta. “Fizemos duas etapas – uma regional, nas nossas oito regionais, nas quais foram eleitos os melhores trabalhos em oito categorias – e agora chegamos à etapa final com os vencedores. São trabalhos de muita qualidade, que foram avaliados no ano passado, e são de profissionais que já compõem nosso sistema profissional. São TCCs de referência”, pontua.

O gerente destaca a qualidade dos estudos premiados. “O nível dos trabalhos está impressionante porque os critérios de avaliação do Prêmio estão diretamente ligados à inovação e à aplicabilidade no mercado. O Prêmio do Crea-PR foca em questões ligadas à inovação no exercício das profissões e à aplicabilidade desses trabalhos científicos”, frisa.

Agronomia

O trabalho desenvolvido por Milena da Silva Werner foi o “Estimativas para inventário florestal em plantios florestais: uma abordagem comparativa entre a aplicação das tecnologias Katam e o Inventário Tradicional”, sob orientação de Ana Paula Dalla Corte.

“Estava bem concentrada com o andamento do material e fiquei feliz em ter esse reconhecimento e de conquistar essa visibilidade. Na sociedade, a engenharia florestal ainda é um pouco desconhecida. Esses espaços que conseguimos chegar por meio do Crea-PR são importantes para o desenvolvimento do nosso setor e da profissão”, celebra.

A autora conta que a ideia do seu trabalho surgiu em 2021, ao realizar um estágio em uma startup sueca que utiliza novas tecnologias voltadas para florestas plantadas. Dessa forma, Milena realizou um levantamento das técnicas tradicionais e promoveu uma comparação com as inovações da empresa.

“Tive bastante contato com as novas tecnologias e por isso me interessei em realizar uma pesquisa científica. Com isso, busquei entender a melhor abordagem e, assim, cheguei à conclusão de que a ideia de testar e comparar os novos procedimentos com os tradicionais. Acredito que isso faz com que os olhos voltem para o meio florestam, com o intuito de que as empresas possam aderir ou ter interesse em como funcionam as tecnologias”, conclui.

Geologia

Fabrício Alves Mendes foi premiado com o TCC de tema “Modelo de inundação para o rompimento hipotético de barragens de rejeito utilizando HEC-RAS”, com orientação de Adriana Ahrendt Talamini.

“Receber esse prêmio foi muito gratificante, é o reconhecimento de um trabalho árduo e cansativo, foram seis meses realizando esse material. É um sinal de que valeu a pena. Escolhi o tema de barragens abandonadas por ser um cenário pouco comentado e o principal questionamento que motivou o meu TCC foi por conta do impacto ambiental que as barragens podem trazer ao meio ambiente”, ressalta.

Atualmente, Fabrício mora em Maringá, onde atua no mercado de trabalho no setor de poços artesianos e hidrogeologia.

“Se a gente pega as barragens como um todo, produção e operação, o geólogo se mostra essencial em todas as fases, ao lado do engenheiro civil. O profissional precisa estar atualizado com os novos métodos e com aquilo que afeta diretamente a produção. Um profissional que sabe construir modelo confiável e preciso tem um mercado de trabalho muito grande”, afirma.

Critérios para eleição

O Crea-PR, com o apoio do Colégio de Instituições de Ensino (CIE), do Colégio de Entidades de Classe (CDER) e do Colégio de Inspetores, estabelece critérios para a indicação, eleição e divulgação dos melhores Trabalhos de Conclusão de Curso – TCCs apresentados em cursos ofertados por Instituições de Ensino Superior no Paraná, afetos ao Sistema Confea/Crea.

Todos os trabalhos indicados e o regulamento podem ser consultados na Biblioteca Virtual do Crea-PR em seção específica denominada “Melhores TCCs do Paraná”.

 
Sobre o Crea-PR

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná, criado no ano de 1934, é uma autarquia responsável pela regulamentação e fiscalização dos profissionais das áreas das engenharias, agronomias e geociências. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de orientação e valorização profissional por meio de termos de fomentos disponibilizados via Editais de Chamamento. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Universidade Positivo anuncia data de vestibular de Medicina

As inscrições para o vestibular de Medicina da Universidade Positivo (UP) estão abertas. A prova tradicional acontece no domingo, 16 de outubro. Ao todo, são oferecidas 169 vagas para o curso, que é ministrado no campus sede – Ecoville, em Curitiba, com início das aulas no primeiro semestre de 2023. As inscrições podem ser feitas até o dia 3 de outubro pelo site, com taxa de inscrição de R$ 300.

O vestibular é composto por uma prova objetiva, com 55 questões, além da redação. A prova é aplicada presencialmente, no campus sede Ecoville, e tem início às 13h, com fechamento dos portões às 12h50. Para ter acesso ao local de prova, o candidato deve apresentar um documento de identificação original com foto, além do cartão de ensalamento impresso ou digital. O resultado do processo seletivo será divulgado a partir de 27 de outubro.

Sobre o curso

Desde 2018, o curso de Medicina da Universidade Positivo tem parceria exclusiva com o M.A.R.C. Institute Brazil – ambiente especializado para o treinamento e estudo da anatomia humana que, por meio do Centro de Treinamento Cirúrgico da Universidade Positivo (CTC), permite que os estudantes participem de treinamentos realísticos com peças anatômicas humanas (fresh frozen specimens). Além disso, os acadêmicos também podem vivenciar situações da prática médica no Centro de Simulação Realística (Cesup), onde fazem treinamento por meio de simulações. O curso conta ainda com dois anos de internato, parceria com cinco hospitais públicos ou filantrópicos de Curitiba, além de convênio para Atenção Primária à Saúde com três municípios da Grande Curitiba, onde os alunos podem ser inseridos desde o primeiro ano no sistema de saúde.

Serviço

Vestibular Medicina Universidade Positivo

Inscrições prova tradicional: até 3 de outubro 

Vestibular: domingo, 16 de outubro de 2023

Local: Campus sede (Ecoville) – Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300 – Curitiba – PR

Resultado: a partir de 27 de outubro

Mais informações e inscrições: www.up.edu.br/processo-seletivo/graduacao-presencial/medicina

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo é referência em Ensino Superior entre as IES do Estado do Paraná e é uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aula modernas, laboratórios com tecnologia de ponta e mais de 400 mil metros quadrados de área verde no campus sede, a Universidade Positivo é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. A Instituição conta com três unidades em Curitiba (PR), uma em Londrina (PR), uma em Ponta Grossa (PR) e mais de 70 polos de EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de graduação, centenas de programas de especialização e MBA, cinco programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas. Além disso, tem sete clínicas de atendimento gratuito à comunidade, que totalizam cerca de 3.500 metros quadrados. Em 2019, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric. Desde março de 2020 integra o Grupo Cruzeiro do Sul Educacional. Mais informações em up.edu.br/

SAS Plataforma de Educação lança plataforma de conteúdos e simulados gratuitos do Enem

A plataforma de educação líder nacional em aprovações no Enem, SAS Plataforma de Educação, acaba de lançar seu site oficial dedicado ao exame. Com conteúdos gratuitos, simulados e dicas para o roteiro de estudos e de outras práticas essenciais para a preparação dos alunos, o objetivo do portal é ser a principal fonte para a organização dos próximos 62 dias até o dia da prova. Confira: https://enem.saseducacao.com.br/

Os especialistas do SAS acompanham anualmente o Exame Nacional do Ensino Médio e, com base em análises aprofundadas e uma consultoria estratégica, desenvolveram um Raio-x, que indica as principais matérias cobradas e a representação delas na prova. Levando em consideração esse levantamento, os simulados disponíveis no portal do SAS estão divididos por áreas de conhecimento e auxiliarão os alunos a focar e testar seu entendimento sobre os temas mais importantes. A página reúne ainda videoaulas de professores especializados em cada disciplina, além de uma série de lives com temas de dicas de preparo físico, cuidados com a saúde mental, orientações para ir bem na redação, dentre outros conteúdos.

O professor e Coordenador de Ensino e Inovações da plataforma, Vinícius Beltrão, comenta sobre a importância destes conteúdos: “O treinamento constante por meio de simulados é muito importante e considerado a chave para a conquista de uma boa nota, não somente no Enem, mas em todos os vestibulares. O nosso objetivo é nos mantermos próximos aos alunos neste momento decisivo em relação ao que projetaram para o futuro, além de contribuirmos com a organização dos planos de ensino das escolas”.

Ao longo das próximas semanas, o SAS produzirá uma série de conteúdos em suas redes sociais e site voltados ao Enem. Para acompanhar o cronograma de ações, acesse as páginas oficiais da empresa : Portal SAS no Enem, Facebook – @SASEducacao, Instagram -@saseducacao e LinkedIn @saseducacao.

Sobre o SAS Plataforma de Educação

SAS é uma Plataforma de Educação que, há 18 anos, oferece soluções educacionais de forma completa e integrada, para diversas escolas parceiras em todo o Brasil. Seu portfólio de serviços conta com materiais didáticos atualizados anualmente, tecnologia educacional propositiva e engajadora, avaliações digitais e presenciais que geram relatórios diagnósticos para direcionar a aprendizagem, formação de equipe e acompanhamento personalizado com consultores pedagógicos. Ao longo do tempo, as escolas parceiras do SAS vêm formando alunos por todo o Brasil, além de acumular excelentes resultados nos principais exames do país, como o Enem, e estão há 9 anos entre as oito primeiras em aprovação no SISU. 

Contato para imprensa: sas@edelman.com  

Site: https://saseducacao.com.br/ 

Facebook: facebook.com/SASEducacao/ 

Instagram: instagram.com/saseducacao/ 

Linkedin: linkedin.com/company/saseducacao