TikTok foi o aplicativo mais baixado de 2020, aponta relatório

TikTok foi o aplicativo mais baixado ao redor do mundo em 2020, segundo um levantamento publicado na última semana pela empresa de consultoria AppAnnie. O relatório leva em consideração os downloads nos celulares Android e nos iPhones.

A rede social da empresa chinesa ByteDance subiu 3 posições no ranking, superando os aplicativos do Facebook, na comparação com 2019.

Durante o ano, o TikTok se tornou alvo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que alegou que a rede era um risco à segurança do país. Ele exigiu que a companhia vendesse suas operações para uma companhia americana.

Os aplicativos de chamadas de vídeo Zoom e Google Meet foram as principais novidades da lista dos mais baixados, impulsionados pelas medidas de isolamento social ao redor do mundo.

Apesar de ter pedido a liderança, os apps do Facebook, que incluem o da própria rede social, o WhatsApp, o Instagram e o Messenger, ainda figuram no top 10.

Veja a lista abaixo:

  1. TikTok
  2. Facebook
  3. WhatsApp
  4. Zoom
  5. Instagram
  6. Facebook Messenger
  7. Google Meet
  8. Snapchat
  9. Telegram
  10. Likee

 

O relatório não detalha o número de downloads de cada aplicativo, mas mostra que foram aproximadamente 130 bilhões de downloads nas lojas de apps Google e da Apple.

As informações são do G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Peça espetinho agora no Ifood!

Que o Busão está sempre trazendo as notícias de Curitiba e região, isso a gente já sabe… a novidade é que vamos abrir um novo empreendimento, e é gastronômico! Isso mesmo! Vem aí o Espetinhos do Busão.

Nosso novo negócio envolve muita dedicação e claro, preparos deliciosos! O menu conta com opções tradicionais de espetinhos: xixo, coração e frango. E o melhor são os combos. No combo Inter 2 (duas pessoas) vem 2 xixo, 2 corações e 2 frango, mais dois refrigerantes de lata. Já na segunda opção, o combo Interbairros (três pessoas) são 4 xixo, 4 coração e 4 frango, mais dois refrigerantes de lata.

Estaremos atendendo somente pelo Ifood. Começamos hoje, dia 16 de outubro! 🙂

https://www.ifood.com.br/delivery/curitiba-pr/espetinhos-do-busao-pilarzinho

Curitiba tem 0% de infestação de Aedes aegypti pelo quinto ano

Curitiba tem 0% de infestação pelo mosquito Aedes aegypti pelo quinto ano consecutivo, foi o que mostrou o último Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa). O mapeamento foi realizado em outubro pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e vistoriou 22.577 imóveis.  

O LIRAa é uma ferramenta do Ministério da Saúde que apresenta a distribuição da infestação por tipo de criadouro nas diferentes regiões da cidade. O resultado fornece um mapa que ajuda a Prefeitura a direcionar as ações contra o mosquito. O objetivo é que esse indicador fique abaixo de 1%.

O levantamento faz parte das ações do programa Curitiba Sem Mosquito da Prefeitura, um conjunto de ações para evitar criadouros do mosquito e a transmissão autóctone da doença.

A escolha dos locais a serem visitados é feita por sorteio, dentro de metodologia aplicada em todo o País, em função da densidade populacional e do número de imóveis. 

Desde 2017, Curitiba realiza dois mapeamentos por ano, em períodos com diferentes condições climáticas. Em todos, manteve o índice de infestação abaixo de 1%.

Em 2020 o prefeito Rafael Greca convocou um mutirão metropolitano de combate ao mosquito, com o objetivo de promover um cinturão de proteção em Curitiba e região.

“O trabalho contínuo com os esforços da Prefeitura e da população na prevenção têm contribuído para manter a cidade livre da dengue”, conta a coordenadora do Programa Municipal de Controle do Aedes aegypti, Tatiana Faraco

Todo cuidado é pouco

De acordo com a coordenadora, embora o índice de infestação atual seja de 0%, é importante que a população não descuide e evite acumular água em locais que podem se tornar criadouros do mosquito.

“Não podemos descuidar do nosso ambiente, principalmente com a perspectiva de dias mais quentes, que favorecem a proliferação do mosquito. É preciso sempre fazer a remoção da água acumulada”, diz Tatiana.

Trabalho constante

Com a pandemia o trabalho dos agentes de endemias teve que passar por adaptações, incluir novos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), mas não deixou de ser realizado. Inspeções, ações de bloqueios e mutirões de limpeza continuaram acontecendo em 2020 e 2021.

Em uma ação integrada entre as secretarias municipais da Saúde e do Meio Ambiente, a Prefeitura promove durante todo o ano o mutirão Curitiba sem Mosquito, que faz a coleta de entulhos em regiões vulneráveis nos dez distritos sanitários da cidade.

Desde 2017, quando foi implantado, o mutirão recolheu mais de 3.8 mil toneladas de lixo e entulho. Neste ano, o mutirão já percorreu as dez regionais, mas terá ações mais intensas no final do ano.

Dez passos para afastar mosquito Aedes aegypti

1 – Mantenha bem tampados: caixas, tonéis e barris de água.
2 – Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.
3 – Não jogue lixo em terrenos baldios.
4 – Se guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo.
5 – Não deixe a água da chuva acumular sobre a laje.
6 – Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.
7 – Se guardar pneus velhos, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.
8 – Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.
9 – Lave com frequência, com água e sabão, os recipientes usados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.
10 – Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com frequência.