Startup do PR cria solução que dá autonomia a restaurantes que sofrem com entregadores

Lanche frio, grosseria na entrega, prazo não cumprido, faltas no trabalho. A finalização do serviço iniciado com a vontade de experimentar determinado alimento pode fracassar se o entregador não fizer a sua parte. Assim, a logística para delivery pode ser determinante para medir a satisfação – ou insatisfação – do cliente nos rankings de avaliação, colocando em xeque a confiabilidade do aplicativo.

“A logística é uma grande dor dos estabelecimentos. A grande maioria, mais de 80%, não possui entregadores fixos contratados”, afirma Juliano Matias, CEO da Appétit Delivery, aplicativo de comida focado em cidades interioranas, com até 150 mil habitantes.

Desde março, após diagnosticar o problema, a franquia “desdobrou” a venda de seu negócio. Assim, os novos franqueados podem optar por abrir uma unidade da Appétit Delivery ou, quem já trabalha com a modalidade de delivery (Appétit ou outras marcas), pode adquirir apenas a logística da plataforma, resolvendo o problema. O modelo corrige falhas nos atuais sistemas e, também, fortalece o setor que precisou crescer, especialmente após o boom do delivery impulsionado pela pandemia da Covid-19. Pedir comida pelo menos uma vez por semana se tornou prática para mais de 60% dos brasileiros no auge da crise sanitária, segundo dados divulgados pela Agência Brasil, em dezembro passado.

Appétit Delivery oferece solução de logística para novos franqueados

Os números mostram que tem dado certo. Para alguns franqueados, a parte logística já representa quase metade da receita total. “A adesão está muito boa e os resultados são animadores, pois, além de fazer as entregas do Appétit Delivery, os estabelecimentos podem chamar os entregadores pela plataforma para pedidos do WhatsApp, telefone e até de outros aplicativos”, assinala Juliano.

Quando o estabelecimento adere ao serviço de logística, ele tem acesso automaticamente a todo o time e não mais a apenas o seu freelancer. “O serviço de logística é o mais simples possível para o estabelecimento. Se for um pedido do próprio Appétit Delivery, ele consegue com apenas um clique solicitar um entregador. Se for um pedido de telefone, whats ou outros aplicativos, o estabelecimento apenas informa o endereço que precisa entregar e já solicita um entregador da plataforma. Tudo isso é feito de maneira rápida e intuitiva”, explica.

Assim, ao mesmo tempo que possibilita a distribuição de outros produtos, a marca cresce no território nacional. A Appétit Delivery encerra o primeiro semestre de 2022 estando presente em 105 cidades, lançando captação de novos franqueados e negociando a abertura de novas unidades em outros dez municípios. Pelo custo menor e pelas opções de funcionalidades, a aposta da marca é por resultados rápidos de expansão.

SERVIÇO

Para saber mais, visite o site: https://www.appetitdelivery.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mozzarellart inaugura fábrica com cozinha vitrine em Balneário Camboriú

Quem não gosta de um queijo artesanal italiano, preparado pelas mãos de queijeiros especialistas a partir de receitas tradicionais? Agora, que tal assistir à produção dessas iguarias enquanto aproveita um empório completo de massas e vinhos importados do país da bota?

Nesta quarta-feira, dia 7 de setembro, a Mozzarellart, que conta com empório de queijos autenticamente italianos desde 2021 em Balneário Camboriú, vai inaugurar também sua loja-fábrica, com produção local e diária de seus produtos. Para marcar o lançamento, a casa vai promover um evento especial a partir das 17h, com produção gourmet ao vivo, a fim de proporcionar uma experiência única para quem deseja ver de perto como são feitos os queijos artesanais.

Para ficar ainda melhor, a casa vai preparar uma mesa de frios à disposição dos clientes. “Ver a Mozzarellart expandindo sua produção sempre foi um sonho, e agora vai se transformar em realidade. Estamos muito felizes em criar uma conexão cada vez mais intensa com o público catarinense”, comenta Renata Bueno, sócia proprietária da Mozzarellart.

No empório, além das famosas burratas, produzias com a receita original da Puglia, com 100% de leite de vaca fresco, o público poderá encontrar e levar para casa mais de 15 opções de queijos artesanais frescos e curados, entre eles a ricotta, a mozzarella fior di latte, a stracciatella e o caciocavallo. Todos os itens são preparos artesanais desenvolvidos com produtos de alta qualidade e sem aditivos químicos.

A inauguração da cozinha vitrine da Mozzarellart em Balneário Camboríu vai acontecer no dia 7 de setembro, das 17h às 20h, na 3ª Avenida (nº 2240), no Centro da cidade. Mais informações no perfil oficial do empreendimento no Instagram (@mozzarellart_brasil)

Mercado pet cresce 27% e empresas investem em alta tecnologia para atender demandas do setor

Para prolongar a expectativa de vida e manter os pets mais saudáveis, a medicina veterinária tem avançado muito e a tecnologia é uma grande aliada. A cada dia, novos aparelhos e recursos mais modernos são incorporados à rotina dos veterinários, permitindo complementar o atendimento, o diagnóstico e o tratamento realizado.

Segundo o Instituto Pet Brasil, além dos avanços normais no setor, outro fator está por trás dos investimentos cada vez maiores nesta área. Hoje o Brasil é o segundo país no ranking de quantidade de animais domésticos de estimação. De 2020 para 2021 a população cresceu 3,6%, sendo 58,1 milhões de cães no país, seguidos de aves ornamentais (41 milhões) e gatos (27,1 milhões).

Ainda de acordo com o Instituto, no país o mercado pet (indústria, serviços e varejo) cresceu 27% em 2021, o que representa um faturamento de R$ 51,7 bilhões. Diante deste cenário e com a grande procura por serviços, é que as empresas vêm investindo, inovando e aplicando novas tecnologias para levar equipamentos cada vez mais modernos às clínicas e hospitais de pequenos animais.

Tecnologia aliada a realidade do paciente

Os equipamentos de imagem, por exemplo, vêm se adaptando cada vez mais à realidade e às necessidades dos animais, oferecendo configurações e medidas específicas para as diferentes espécies. A maioria deles se assemelha aos aparelhos de última geração utilizados pela medicina humana, a diferença é que eles passaram a ser desenvolvidos para atender, exclusivamente, pacientes de quatro patas.

Fator importante também no meio veterinário é a mobilidade. Os aparelhos foram diminuindo de tamanho para se tornarem portáteis e serem levados para atendimentos fora da clínica. Atenta ao mercado, a empresa catarinense Imex Medical Group, líder nacional no segmento de equipamentos de imagens, desenvolveu um aparelho de ultrassom que pesa apenas 120 gramas sendo menor que alguns modelos de celulares. Totalmente portátil permite que os exames sejam feitos em qualquer ambiente e garante a mobilidade tão importante no meio veterinário.

Basta acessar o aplicativo via smartphone, tablet ou notebook e fazer a conexão por meio de plug-in Wi-Fi ou USB. O aparelho de ultrassom portátil foi desenvolvido para facilitar a rotina dos médicos veterinários, auxiliando na praticidade e mobilidade, já que ele cabe no bolso, sem fio e com três horas de duração da bateria em uso contínuo.

Segundo Maurício Silva, diretor de vendas da Imex Medical Group, a empresa vem investindo cada vez mais em oferecer soluções para o segmento veterinário. “Nós acreditamos muito no potencial deste mercado e como ele está se desenvolvendo. Observamos um crescimento exponencial de clínicas e hospitais e as empresas devem estar atentas a este movimento que busca por soluções cada vez mais acessíveis e práticas”, salienta Silva.

Assim como o ultrassom, os aparelhos de raios X também evoluíram a ponto de poderem ser transportados com facilidade a qualquer lugar. E para que isso fosse possível, a Imex inovou e implantou nos equipamentos baterias mais potentes, de lítio, capazes de oferecer longa duração. O raios X portátil consegue realizar exames radiológicos de animais de todos os portes, dos pequenos aos grandes.

E não para por aí. A alta tecnologia empregada, também está presente em outras soluções, como é o caso dos tomógrafos. Assim, aliado ao raio x ultrassom, estes equipamentos também trazem um design diferenciado, desenvolvido para facilitar a operação e agilizar o fluxo de trabalho. Dessa forma os equipamentos dão um suporte completo aos médicos veterinários e que permitem um diagnóstico rápido e preciso, além de um tratamento mais eficaz.