Shopping Hauer é parcialmente vendido e Batel deve ganhar novo empreendimento

Um dos principais pontos da noite curitibana, o Shopping Hauer foi parcialmente vendido e o bairro Batel deve ganhar um novo empreendimento em breve. Donos de bares já foram comunicados do negócio e estão no processo de rompimento do contrato de aluguel. Nesta terça-feira (27), a Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) anunciou apoio aos empresários que serão obrigados a deixar o local.

De acordo com o presidente da Abrabar, Fabio Aguayo, duas famílias controlam o espaço, mas apenas uma delas vendeu sua parte. “Eu quero tranquilizar os empresários do setor de que iremos lutar por vocês. O lado de baixo vai continuar funcionando normalmente, mas o de cima está prejudicado. Muitos empresários fizeram investimentos, sofreram na pandemia e não vão ter o tempo para tentar sobreviver neste período”, disse.

Informações apuradas pela Banda B apontam que a venda da parte de cima do Shopping Hauer gira em torno dos R$ 40 milhões. Ainda não há anúncio do que será construído no local.

A Abrabar informou que já avalia formas administrativas e jurídicas para atuar junto aos empresários.

Ministério Público

Em nota enviada à Banda B, o Ministério Público do Paraná (MPPR) informou que o local é alvo de procedimento administrativo desde 2018 após moradores e comerciantes do entorno reclamarem de perturbação do sossego e poluição sonora. Em relação ao cumprimento das medidas restritivas na pandemia, haveria diversas ações da Promotoria de Justiça de Proteção à Saúde Pública de Curitiba referentes à devida fiscalização pelo Município e Estado para coibir aglomerações, mas nenhuma específica sobre o espaço em questão. Leia na íntegra:

“O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Proteção à Saúde Pública de Curitiba, tem diversas ações referentes à devida fiscalização pelo Município e Estado para coibir aglomerações, mas nenhuma específica sobre o local citado. De qualquer forma, se o portal de notícias tiver material a respeito, pode encaminhar à Promotoria, que deve instaurar procedimento.

Em linhas gerais, o MPPR tem solicitado à equipe da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) que realize fiscalização efetiva junto aos locais em que há promoção de aglomeração, assim como à Polícia Militar e à Guarda Municipal, pois tais questões acabam configurando o crime do 268, do Código Penal. A Promotoria orienta que, caso seja verificado desrespeito aos decretos Estadual e Municipal quanto à proibição de aglomerações em razão das medidas de contenção da pandemia do coronavírus, que os fatos sejam noticiados ao Município, via 156, à Polícia Militar, no 190, e também na Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes contra a Saúde, no 41-3883-7120.

Em relação a queixas de perturbação do sossego, o MPPR informa, por intermédio das Promotorias de Justiça de Proteção ao Meio Ambiente de Curitiba, que, em 4 de julho de 2018 (portanto, bem antes da pandemia), foi instaurado o Procedimento Administrativo nº MPPR-0046.18.026979-0 a partir de representação apresentada pelos moradores e comerciantes do entorno do Shopping Hauer, relativa à perturbação do sossego e poluição sonora causadas pelos frequentadores dos estabelecimentos ali localizados.

Posteriormente, foram instaurados procedimentos individuais para cada um dos estabelecimentos a fim de verificar, separadamente, a regularidade destes ante a municipalidade no que se refere às licenças urbanísticas e ambientais necessárias ao seu funcionamento, notadamente em relação ao desenvolvimento de atividades com música. Alguns estabelecimentos acabaram tendo o alvará de localização e funcionamento cassado pela Secretaria Municipal do Urbanismo, outros impetraram mandado de segurança junto ao Tribunal de Justiça para garantir a continuidade de seu funcionamento.

Devido ao tempo transcorrido desde o início das averiguações e por conta da pandemia de Covid-19, que resultou no fechamento de parte dos bares e restaurantes, foi expedido na semana passada um ofício à Ação Integrada de Fiscalização Urbana para que seja realizada fiscalização no local com o intuito de verificar quais estabelecimentos ainda permanecem em atividade. No momento, a Promotoria de Justiça aguarda a resposta deste ofício para adotar novas providências que se façam necessárias.”

Informações Banda B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 restaurantes de chefs famosos em Curitiba

Um roteiro pra lá de saboroso para você conhecer os pratos dos chefs mais famosos da cidade

Para quem aprecia a alta gastronomia, conhecer restaurantes de chefs conceituados e experimentar as delícias criadas por eles é um passeio inigualável. No Paraná, a chef Manu Buffara conquistou recentemente o título de 21ª melhor chef do mundo, pelo prêmio The Best Chef Awards, e está colocando Curitiba no mapa da gastronomia mundial.

Além de Manu, outros grandes nomes da gastronomia paranaense estão surpreendendo críticos nacionais e internacionais, entre eles os chefs Lênin Palhano, Ivan Lopes e Igor Marquesini. Confira uma lista com oito restaurantes de chefs famosos que você precisa conhecer em sua próxima viagem a Curitiba:

Obst: Inaugurado no em janeiro deste ano, o Obst. conquistou rapidamente o público com um menu criativo, extremamente saboroso e contemporâneo, além de uma coquetelaria de altíssimo nível. O empreendimento é o primeiro restaurante próprio do chef Lênin Palhano, grande nome da culinária paranaense nos últimos anos. Endereço: Alameda Prudente de Moraes, 983 – Centro.

Divulgação

Raulino Cozinha Autoral: O restaurante Raulino, comandado pelo chef André Raulino, oferece ao público um ambiente moderno com boa gastronomia, uma excelente carta de vinhos e drinks autorais. Endereço: R. Recife, 220 – Cabral.

Divulgação

Kitsune: Comandado pelo chef André Pionteke, curitibano que ganhou popularidade com a participação no Masterchef Profissionais 2018, o Kitsune trabalha com preparos inspirados em ingredientes locais da região da Mata Atlântica – bioma do litoral do Paraná – aliados às técnicas da culinária oriental. Endereço: R. Celeste Santi – Ahú.

Divulgação

Mukeka: Ivan Lopes é pernambucano, mas foi em Curitiba onde se consagrou como um dos melhores chefs da cena nacional, por suas criações servidas no restaurante Mukeka. Comida brasileira criativa inspirada na diversidade da gastronomia nacional e excelência de sabores. Endereço: R. Machado de Assis, 417 – Juvevê.

ASU: O chef Danilo Takigawa, participante do reality show de gastronomia Mestre do Sabor, inaugurou em agosto deste ano o seu restaurante solo, o ASU. No cardápio, pequenos pratos para compartilhar e comer inclusive com as mãos, sem separação entre entrada, prato principal e sobremesa, para que o cliente se sinta em um ambiente leve e descontraído. Endereço: Alameda Augusto Stellfeld, 813 – Centro.

Restaurante Igor: O Restaurante Igor serve uma cozinha contemporânea, direta e criativa. O chefIgor Marquesini oferece menu degustação com couvert, quatro opções de entrada, três pratos principais e duas sobremesas num ambiente moderno e descolado. Endereço: R. Gutemberg, 151 – Batel.

Quintana Gastronomia: Funcionando desde 2008, o Quintana Gastronomia é conhecido por sua proposta de cozinha de responsabilidade, baseado fortemente nos pilares da alta gastronomia, sustentabilidade e cultura. A frente do restaurante está a chef Gabriela Carvalho. Endereço: Av. do Batel, 1440 – Batel.

Restaurante Manu: Como o próprio nome já diz, Manu Buffara é a chef responsável pela cozinha do Restaurante Manu, o primeiro restaurante do Sul do Brasil a entrar para a lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina. O empreendimento trabalha apenas com menu degustação de produtos frescos, com cardápio sazonal. Endereço: Alameda Dom Pedro II, 317 – Batel.

Divulgação

Em novembro, Curitiba recebe o maior festival de hambúrgueres do Brasil

Durante o mês de novembro, Curitiba recebe pelo terceiro ano consecutivo, o maior festival de burgers do Brasil, o Burger Fest! O evento está na sua 16ª edição e reúne restaurantes, bares e hamburguerias, que promovem simultaneamente a cultura do burger de qualidade no formato presencial, delivery e take out.

O festival já atingiu a marca de mais de 1,5 milhão de hambúrgueres consumidos, com aproximadamente 1.000 restaurantes espalhados pelo Brasil, gerando um valor de R$ 150 milhões em vendas. A criação e organização do Burger Fest é da Agência KRP que também assina os festivais Brunch Weekend, Sanduweek, Food Delivery Series e Semana do  Hambúrguer.

Serviço 16ª Burger Fest

01 a 30 de novembro de 2021

*Os restaurantes participantes serão divulgados em breve