Secretaria da Educação organiza o retorno às aulas presenciais

Após 18 meses de pandemia em Curitiba, a Secretaria Municipal da Educação (SME) organiza o retorno às aulas presenciais. A previsão desta retomada é para 27 de setembro e as famílias das 140 mil famílias da rede municipal de ensino podem optar pela volta diária às aulas ou permanecer no ensino remoto, com as videoaulas da TV Escola Curitiba .

O retorno vai acontecer nas 415 unidades de ensino – as 185 escolas municipais e 230 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIS) com foco nas seguranças de crianças, estudantes e profissionais, respeitando os protocolos de segurança sanitária.

A superintendente de Gestão Educacional da SME, Andressa Woellner Duarte Pereira, esclarece que, enquanto durar a pandemia do novo coronavírus, a SME vai manter os dois formatos de atendimento – presencial e remoto – para que os pais e responsáveis escolham a que consideram mais adequada para a organização familiar. O formato híbrido (que alterna uma semana presencial e outra com acompanhamento das videoaulas) deixará de ser ofertado.

Retorno com segurança

A decisão da SME em retomar as aulas leva em consideração os resultados do monitoramento feito desde o retorno às aulas no formado híbrido, no início de agosto. Nesse período, foram avaliados o cumprimento efetivo dos protocolos sanitários e o baixo número de casos confirmados da covid-19 entre profissionais, crianças e estudantes.

Além disso, todas as unidades receberam os equipamentos e cuidados necessários para um retorno seguro. Máscaras, face shields, totens de álcool em gel, tapetes sanitizantes, serviços de sanitização e periodicamente é feita a entrega de produtos de higienização para o combate da covid-19. “Isso nos dá condições para o retorno seguro”, frisa a superintendente.

Até o dia 22 de setembro, a SME faz um levantamento junto as famílias das crianças e estudantes da rede municipal de ensino para dimensionar o número de crianças e estudantes para o atendimento presencial.

Essa consulta possibilita a adaptação das unidades conforme as determinações de distanciamento, mantendo os cuidados de higienização dos espaços, uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIS), máscara e álcool em gel.

Escolha do formato

A migração vai ser automática para o formato presencial para quem já está no ensino em formato híbrido (aulas presenciais + videoaulas), com o fim da alternância dos grupos A e B.

Familiares que preferirem alterar o formato – passar do remoto para o presencial ou vice-versa – devem procurar a unidade de ensino em que a criança está matriculada até 22 de setembro para informar a opção.

Os Centros de Educação Infantil (CEIS) com vagas contratadas pela Prefeitura também deverão seguir o calendário da SME de retorno às atividades presenciais.

Os estudantes do Ensino Fundamental matriculados em período integral seguem tendo as aulas em meio-período como a previsão de, a partir de 4 de outrubro, que retornem ao atendimento em dois períodos.

Retomada gradativa

O retorno às aulas presenciais está sendo feito de forma gradativa na rede municipal de ensino, com a maioria das famílias tendo optado pelo formato híbrido. Desde o retorno às aulas presenciais, no início de agosto, 65% das famílias havia optado por esse formato e 35%, pelo ensino remoto.

A SME continua fazendo a entrega dos kits de higiene e limpeza para todas as unidades de ensino, com materiais de limpeza, higienização e sanitização. Os kits são compostos de água sanitária, desinfetante, álcool gel, álcool 70%, sabonete, papel toalha, máscara e pulverizador (bombinha).

Além disso, as unidades recebem as parcelas do Fundo Rotativo, destinado à aquisição de materiais e pequenos serviços de reparos e, neste momento de pandemia, a aquisição de EPIs e produtos de limpeza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em 15 dias, Curitiba ultrapassa 62% da média histórica de chuvas prevista para janeiro

Curitiba já ultrapassou 62% da média histórica de chuvas prevista para o mês de janeiro. Até este domingo (16), de acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), foram totalizados 113,8 mm de volume de água.

Conforme o Simepar, a média climatológica para janeiro é de 182,1 mm. Ou seja, se continuar chovendo com frequência, a capital pode bater esse índice.

Neste fim de semana, Curitiba registrou temporais com ventos e chuva de granizo, que causaram alagamentos em vários pontos da cidade. O acumulado na madrugada de domingo totalizou 62,2 mm.

Apesar do grande volume registrado, não houve casos graves, nem pessoas feridas ou que precisaram deixar suas casas.

A previsão de chuva permanece ao longo da semana, pelo menos, até quarta-feira.

Agências do Trabalhador oferecem mais de 10 mil vagas de emprego nesta semana

A semana começa com 10.518 vagas de trabalho com carteira assinada disponíveis nas Agências do Trabalhador em todo o Estado. Elas são vinculadas à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho.

Nas agências de Curitiba e Região Metropolitana, o destaque é o grande número de vagas para operador de telemarketing e receptivo, com 450 oportunidades. São, ainda, 140 vagas para auxiliar de linha de produção e 67 para operador de cobrança. No total, há 2.466 empregos abertos.

Nas agências do Interior, a retomada da produção industrial tem auxiliado na abertura de novos postos. São 1.991 ofertas para auxiliar de linha de produção.

A Agência do Trabalhador de Toledo tem o maior cardápio, com 1.653 oportunidades de emprego, sendo 522 para auxiliar de linha de produção, 120 para trabalhador da cultura da maçã e 60 para monitoramento agrícola. Cascavel também é destaque, com 1.284 vagas, sendo 269 para auxiliar de linha de produção e 80 para magarefe (açougueiro).

Em Guarapuava, há vagas para eletricista de instalações (30) e balconista (cinco). Em Ibaiti há oferta para babá; em Ivaiporã, para repositor em supermercados; em Paranaguá, para merendeiro (10) e auxiliar de limpeza (20); e em Ponta Grossa são 31 vagas para vigia.

ATENDIMENTOS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato com a Agência do Trabalhador de seu município. Na capital paranaense, a Agência do Trabalhador de Curitiba está atendendo o público de forma presencial das 8h às 17h e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias. Para evitar aglomeração, a sugestão é para que o atendimento seja feito com horário marcado. Os interessados devem fazer o agendamento pelo site da Secretaria através do link https://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Sistema-de-Agendamento-do-Trabalhador-Procura-de-Emprego.

Confira as principais vagas do Estado AQUI .