Saúde distribui nesta sexta 45,6 mil doses da vacina Pfizer para Curitiba

A Secretaria de Estado da Saúde disponibilizará 45.630 doses da vacina da Pfizer para Curitiba nesta sexta-feira (14). Este quantitativo representa 67,24% do lote encaminhado ao Paraná nesta semana, composto por 67.860 doses.

“A orientação do Governo do Estado é que as vacinas cheguem até os paranaenses no menor tempo possível. Por isso iremos descentralizar este quantitativo para a Capital, onde a logística de distribuição e envio são facilitadas”, disse o secretário estadual da Saúde Beto Preto.

Seguindo a pauta de distribuição do Ministério da Saúde, os imunizantes devem ser destinados para vacinação de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente. Todas as doses são destinadas à primeira aplicação (D1).

“Precisamos dar continuidade no processo de vacinação para avançarmos nos grupos prioritários. Pedimos aos municípios que sigam as orientações de priorização para recebimento das vacinas, para que nenhum paciente inserido nestes grupos fique desassistido”, acrescentou Beto Preto.

DEMAIS CIDADES –Além da Capital, os municípios de Londrina, Cascavel e Maringá também vão receber doses da farmacêutica norte-americana. Para estes locais ainda não foi definida a logística, considerando que o armazenamento da vacina da Pfizer requer freezers específicos de alta performance.

A distribuição de doses contempladas na 18ª remessa, em relação à estimativa populacional dos grupos, segue os seguintes percentuais de cobertura:

Gestantes e puérperas com comorbidades – Curitiba (10,362%), Cascavel, Maringá e Londrina (15,362% – cada);

Pessoas com deficiência permanente – Curitiba, Cascavel, Maringá e Londrina (15,362% – cada);

Pessoas com comorbidades – Curitiba (25,28%), Cascavel (10,362%), Maringá (11,362%) e Londrina (4,362%).

Assim, Cascavel vai receber 7.020 doses, Maringá 9.360 e Londrina 5.850.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Drive do Zoo de Curitiba vai arrecadar ração para pets resgatados

Quem agendar visitas de carro ao Zoo de Curitiba a partir da próxima semana vai poder colaborar com o Banco de Ração da Rede de Proteção Animal da Prefeitura. No passeio, podem ser doadas rações comerciais para cães e gatos secas ou úmidas, em embalagens fechadas, que serão distribuídas às ONGs e protetores de animais parceiros da Rede. 

Os interessados podem entrar no Agenda Online a partir das 20h desta sexta-feira (18). Serão abertos quatro horários por dia (10h, 11h, 14h e 15h) de terça-feira a sábado. As rações serão entregues na entrada do drive-thru à equipe de recepção dos visitantes.

Foto: Pedro Ribas/SMCS

“Além de matar as saudades dos animais do Zoo e aprender sobre eles de um jeito diferente, a população vai poder ajudar pets resgatados”, diz o diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo.

O Banco de Ração da Prefeitura de Curitiba existe desde 2019. Até hoje foram distribuídas 107 toneladas de alimento para os animais resgatados.

Leia mais aqui

Butantan entrega mais 2,2 milhões de doses de vacina contra a covid-19

O Instituto Butantan fez hoje (18) a entrega de mais 2,2 milhões de doses da vacina contra o coronavírus CoronaVac. O imunizante vai ser distribuído pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) para ser usado em todo o país. 

Com o lote de hoje, o Butantan alcança a marca de 52,2 milhões de doses entregues desde janeiro. A previsão é que até o final de setembro o instituto tenha disponibilizado 100 milhões de doses da vacina ao PNI.

A entrega de hoje é referente ao processamento de 3 mil litros de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) recebidos da China no último dia 25 de maio. A matéria-prima permitiu a produção de 5 milhões de doses.

O Butantan espera receber até o fim deste mês mais uma remessa com 6 mil litros de IFA para poder envazar mais 10 milhões de doses. 

Segundo os últimos dados disponibilizados pelo governo estadual, já foram aplicadas em São Paulo 20,2 milhões de doses, sendo 5,8 milhões da segunda dose da imunização.