Saúde convoca adolescentes nascidos de janeiro a julho de 2007 para vacinação contra a covid

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) convoca os adolescentes nascidos entre 1 de janeiro e 31 de julho de 2007 para receberem a primeira dose da vacina contra a covid-19 nesta sexta-feira (22/10). Com isso, Curitiba irá atender adolescentes que completaram 14 anos até 31 de julho de 2021.

Também serão vacinadas nesta sexta-feira gestantes e puérperas (mães que tiveram bebês há menos de 45 dias) e adolescentes com comorbidades com 12 anos ou mais. O atendimento será feito em 25 pontos de vacinação abertos das 8h às 17h.

Todos os pontos de vacinação permanecem atendendo também: repescagem de primeira dose de pessoas com 18 anos ou mais e repescagem de segunda dose de pessoas já convocadas. Nesta sexta-feira (22/10) não haverá repescagem de adolescentes sem comorbidades convocados anteriormente.

Estoque

O novo chamamento é possível com a nova remessa de vacinas Pfizer – única liberada no país para este público – entregue pela Secretaria da Saúde do Estado do Paraná (Sesa) na quarta-feira (20/10).

Foram entregues 27.438 doses destinadas aos adolescentes, sendo que 12.764 mil doses já foram aplicadas nesta quinta-feira (21/10) em adolescentes nascidos em 2006.

A convocação de novas faixas etárias depende da avaliação de estoque remanescente ou repasse de nova remessa de imunizantes destinada para a vacinação de adolescentes.

Agilidade

Para agilizar o processo de vacinação, a SMS orienta que os pais e/ou responsáveis façam o cadastro antecipado do adolescente, como seu dependente, na plataforma Saúde Já pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br ou pelo aplicativo do celular. O cadastro agiliza o processo da vacinação.

Levar o termo de consentimento preenchido e assinado pelo responsável é outro passo para dar maior agilidade à vacinação. O documento está disponível para impressão no site Imuniza Já.

Outras orientações

No dia da vacinação o adolescente deverá comparecer a um dos pontos acompanhado dos pais e/ou responsáveis pela assinatura do termo de consentimento.

Também é preciso apresentar um documento de identificação com foto e CPF. Quem não possui documento com foto deve levar a certidão de nascimento que deve ser apresentada junto com um documento com foto do responsável.

Além disso, é preciso apresentar comprovante de residência com endereço de Curitiba, que pode estar no nome do pai ou da mãe, anexado a um documento que comprove a filiação.

Para os casos de locações não formalizadas por imobiliárias, deverá ser apresentado o comprovante do endereço da residência com uma declaração do proprietário do imóvel, com responsabilização legal pela locação e pela informação.

Repescagem

Os 25 pontos de vacinação anticovid de Curitiba permanecem vacinando também: repescagem de primeira dose de pessoas com 18 anos ou mais e repescagem de segunda dose de pessoas já convocadas.

Já a repescagem da dose reforço para idosos, profissionais de saúde e imunossuprimidos anteriormente convocados segue suspensa. O município aguarda novas remessas de doses para retomar esta vacinação e ampliar o chamamento para o público prioritário.

Pessoas com 18 anos ou mais que ainda precisem fazer a primeira dose devem fazer o cadastro na plataforma Saúde Já no site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br ou pelo aplicativo do celular. O cadastro agiliza o processo da vacinação. Além disso, é preciso levar um comprovante de residência de Curitiba e apresentar um documento de identificação com foto e CPF.

Para receber a segunda dose da vacina, basta procurar um dos pontos de vacinação da cidade, das 8h às 17h, levar um documento de identificação com foto e CPF.

Locais de vacinação

Das 8h às 17h

1 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

2 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

3 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

4 – US Bairro Alto
Rua Jornalista Alceu Chichorro, 314 – Bairro Alto

5 – US Santa Efigênia
Rua Voltaire, 139  – Barreirinha

6 – US Atuba
Rua Rio Pelotas, 820 – Bairro Alto

7 – US Tarumã
Rua José Veríssimo, 1352 – Bairro Alto

8 – US Abranches
Rua Aldo Pinheiro, 60 – Abranches

9 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

10 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

11 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

12 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700

13 – US Oswaldo Cruz
Rua Pedro Gusso, 3749 – Cidade Industrial

14 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

15 – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

16 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700

17 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

18 – US Orleans
Av. Ver. Toaldo Túlio, 4.577 – Orleans

19 – US Campina do Siqueira
Rua General Mário Tourinho, 1684 – Campina do Siqueira

20 – US Butiatuvinha
Avenida Manoel Ribas, 8640 – Butiatuvinha

21 – US São Braz
Rua Antonio Escorsin, 1960 – São Braz

22  – US Vista Alegre
Rua Miguel de Lazari, 85 –  Pilarzinho

23 – US Bom Pastor
Rua José Casagrande, 220 – Vista Alegre

24 – US Caximba
Rua Delegado Bruno de Almeida, 7881 – Caximba

25 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Culinária paranaense é apresentada durante evento no Paraguai

Como forma de celebrar o bicentenário da independência brasileira, foi realizado o Tour Gastronômico do Brasil em Assunção, capital do Paraguai. A gastronomia e a cultura paranaenses foram representadas no evento. Com atividades realizadas entre os dias 20 e 26 de setembro, a Semana do Paraná foi liderada pelo chefe de cozinha Rui Morschel e contou com a preparação de pratos típicos de diferentes regiões do estado.

Durante o evento idealizado pela embaixada brasileira no Paraguai, além do barreado do litoral, foram elaborados e servidos em restaurantes da cidade a carne de onça, de Curitiba; o virado de feijão, de Cândido de Abreu; o pão no bafo, de Palmeira; a quirerada, de Pitanga; e o alcatra no espeto, de Ponta Grossa.

Tradicional de Palmeira, o pão no bafo foi servido durante ação no Paraguai. Foto: divulgação.  

Para a coordenadora estadual de agronegócios do Sebrae/PR, Maria Isabel Rosa Guimarães, a ação amplia a visibilidade dos produtos e da gastronomia paranaenses.  

“Conseguimos apresentar um pouco do nosso Paraná para o país vizinho. Os restaurantes da região serviram as nossas iguarias e isso pode ser uma porta de entrada para que os paraguaios nos visitem e tenham acesso à nossa rica história”, diz Maria Isabel Rosa Guimarães.

O chefe de cozinha Rui Morschel foi o responsável pelas preparações e por ministrar uma aula-show, que ensinou a receita do barreado para 30 alunos do Instituto Gastronômico das Américas (IGA), da capital paraguaia. O prato foi elaborado com ingredientes da região de origem, como a farinha de mandioca do litoral do Paraná, e servido com as balas de banana de Antonina, produto reconhecido como Indicação Geográfica, na categoria de Indicação de Procedência. 

“São oportunidades como esta que nos permitem valorizar o que é nosso e buscar o reconhecimento. Espero que essa seja a primeira de muitas ações que carregarão a bandeira do Paraná, ainda mais se tratando do nosso Brasil, que tem uma vasta divisa e com potencial de atrair um número significativo de turistas para continuar a nos conhecer e valorizar ainda mais”, diz o cozinheiro. 

Durante a aula-show, Rui Morschel traçou um contexto histórico para explicar o surgimento da culinária paranaense, com a apresentação de referências sobre o tropeirismo e a imigração europeia. 

Tradicional de Pitanga, a quirerada foi servida durante ação no Paraguai. Foto: divulgação.

Segundo o assessor de marketing da Paraná Turismo, André Poletti, o estado foi convidado para participar por ter uma gastronomia diversificada e por ser um atrativo turístico em potencial. Além do Paraná, também participaram os estados de Bahia e Pernambuco.

“Além da proximidade geográfica com o Paraguai, nós também temos influências em comum, principalmente na cultura e na gastronomia. A farinha de mandioca, assim como alguns temperos, é bastante utilizada no Paraná e em nosso vizinho. Com esta celebração, queremos fortalecer a gastronomia como uma atração turística do Paraná e fazer com que as pessoas viagem para conhecer os nossos pratos”, diz Poletti. 

Rooftime traz o melhor da música eletrônica a festa em Curitiba neste sábado

Neste sábado (1º), a banda eletrônica Rooftime desembarca em Curitiba para levar uma apresentação cheia de energia na festa de aniversário do +55 bar, que acontece na Ópera de Arame. Outros artistas confirmados no line-up incluem o funkeiro Kevin O Chris e os DJs Edo Krause, Ckto, Thibes, Jô Hauer e CZ.

Formado por uma parceria musical de Lisandro Carvalho e os irmãos Gabriel Souza e Rodrigo Souza, Rooftime vem ganhando reconhecimento em todo o país graças ao seu som autêntico e contagiante. Atualmente, é um dos atos musicais do cenário eletrônico que mais cresce em popularidade e streams no país.

Situado na Avenida Vicente Machado, uma das ruas com mais opções de entretenimento na capital paranaense, o +55 bar consolidou-se em apenas nove anos como uma referência na vida noturna da cidade. Desde 2013, a casa já recebeu mais de 120 mil clientes, de todos os estados do Brasil.

Seguindo a agenda de shows para 2022, Rooftime passa pela retomada progressiva das apresentações ao vivo, após dois anos de paralisação. O grupo comandou pistas nas casas de eventos mais importantes de todo o país, como Laroc Club, Green Valley, P12, Réveillon de Pipa e Arcanjos; e em terras internacionais, com passagens por Irlanda, Portugal, Inglaterra, Alemanha e no Equador, em abril deste ano.

Com pouco mais de três anos de carreira, já realizaram trabalhos promovidos por grandes gravadoras da cena eletrônica, como as holandesas Spinnin Records e Big Top Records, além da Controversia Records, gravadora de Alok. Atualmente, o Rooftime conta com mais de 230 milhões de streams nas plataformas e marca presença entre os 10 maiores artistas brasileiros do segmento eletrônico. 

A pluralidade musical do trio fica evidente em suas apresentações ao vivo, que trazem vocais inconfundíveis e combinação única de voz, instrumentos e produção ao vivo com sons e melodias pré-feitas, sem cair na mesmice de mashups e drops usuais. Essa experiência única e distinta chega a Curitiba na festa que irá marcar o início de mais um ciclo, ao lado das pessoas que fizeram parte da trajetória do +55 bar.

Serviço: 

+55 Apresenta: 9 ANOS +55 BAR com Rooftime

Data: 1º de outubro de 2022, sábado

Horário: início às 21h

Endereço: Ópera de Arame (R. João Gava, 920, Abranches, Curitiba – PR)

Ingressos: Online no site da Go Ingressos

Classificação: 18 anos.