Saque do FGTS começa sexta-feira; tire suas dúvidas!

Anunciado no fim de julho, por meio da Medida Provisória (MP) 889 de 2019, o saque de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) está prestes a começar. A primeira leva de resgates poderá ser feita já a partir de sexta-feira (13), de acordo com o calendário estabelecido pela Caixa Econômica Federal.

Confira, em cinco perguntas, quais são as regras para a retirada do dinheiro pelos contribuintes:

1. Quem tem direito ao saque de R$ 500 do FGTS a partir de sexta?

O saque imediato do FGTS fica disponível a partir de sexta-feira (13), mas não são todos os cotistas que poderão retirar o dinheiro nessa data. Os prazos variam entre os que são ou não correntistas da Caixa e, além disso, de acordo com a data de aniversário dos trabalhadores. Para quem tem poupança no banco, o depósito é automático, de acordo com o seguinte calendário:

Aniversário entre janeiro e abril – crédito a partir de 13/09/2019
Aniversário entre maio e agosto – crédito a partir de 27/09/2019
Aniversário entre setembro e dezembro – crédito a partir de 09/10/2019

Para quem tem conta-corrente na Caixa, as regras são distintas. Nesses casos, o correntista precisa autorizar o débito na conta, entrando em contato com o banco em um dos canais de atendimento. A Caixa prorrogou o prazo para a realização desse procedimento, conforme o seguinte calendário:

Aniversário entre janeiro e agosto – Autorização até 22/09/2019, para recebimento do crédito a partir de 27/09/2019
Aniversário entre setembro e dezembro – Autorização até 04/10/2019, para recebimento do crédito a partir do dia 09/10/2019.

2. Não sou correntista da Caixa. Como faço para receber o dinheiro?

Para quem não tem nem conta-corrente nem poupança na Caixa, os saques acontecerão mais tarde. Para retirar o dinheiro, o trabalhador pode ir até as casas lotéricas (com limite de saque de R$ 100) ou a uma agência do banco. É preciso ter em mãos o CPF e o documento de identificação. Quem tem o Cartão Cidadão pode utilizar os terminais de autoatendimento.

O calendário para esses contribuintes também é definido segundo o mês de aniversário. Confira:

Mês de aniversário Data inicial de saque
Janeiro 18/10/2019
Fevereiro 25/10/2019
Março 08/11/2019
Abril 22/11/2019
Maio 06/12/2019
Junho 18/12/2019
Julho 10/01/2020
Agosto 17/01/2020
Setembro 24/01/2020
Outubro 07/02/2020
Novembro 14/02/2020
Dezembro 06/03/2020

3. Quanto poderei sacar?

As retiradas valem tanto para contas ativas quanto inativas. Para o saque imediato, o limite é de R$ 500. Quem tiver menos do que esse valor na conta do FGTS poderá retirar o saldo total. Além disso, se o contribuinte tiver mais de uma conta, está autorizado a retirar até R$ 500 de cada uma delas.

Para saber qual é o valor disponível na sua conta do FGTS, o trabalhador pode consultar o aplicativo do fundo; o internet banking da Caixa; ou o site disponibilizado para o saque imediato.

 

4. Eu perco algum direito por sacar o FGTS agora?

Não. A retirada dos valores do saque imediato não muda as regras do fundo para o trabalhador. Ou seja, em caso de demissão sem justa causa, o contribuinte poderá ter acesso ao saldo completo do FGTS. A retirada também é autorizada em outras situações, como aposentadoria, falecimento ou casos de doenças graves.

5. Se sacar R$ 500 agora, poderei retirar o mesmo valor todos os anos?

Não. O saque imediato vale apenas para 2019. Mas, na MP que criou o programa “Saque Certo”, o governo também instituiu uma nova modalidade de retiradas do fundo, denominada saque-aniversário. Nesse caso, o trabalhador poderá retirar valores do saldo do FGTS todos os anos, mas perderá o direito de acessar todo o fundo em caso de demissão sem justa causa. Para aderir a essa modalidade, o contribuinte precisa entrar em contato com a Caixa.

Via: Tribuna PR

E aí, o que achou? Deixe seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministro Marcos Pontes tem resultado positivo para covid-19

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, informou hoje (30) que teve exame positivo para covid-19. “Estou bem, só um pouco de sintoma de gripe e dor de cabeça. Agora em isolamento. Vai dar tudo certo. Sigo cumprindo minha agenda de forma remota e, obedecendo o período de distanciamento social para plena recuperação, retomarei as atividades presenciais em breve”, escreveu, em publicação nas redes sociais.

Pontes disse ainda que vai entrar nos testes da nitazoxanida, um antiparasitário que está sendo testado para o tratamento de pacientes com sintomas leves de covid-19. Os ensaios clínicos com o medicamento são um dos projetos prioritários da RedeVírus MCTI, programa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) responsável pela articulação dos laboratórios de pesquisa e especialistas na continuidade dos estudos do novo coronavírus.

A nitazoxanida começou a ser testado em pessoas em abril, após ter apresentado 94% de eficácia em ensaios in vitro na redução da carga viral em células infectadas pelo vírus.

Banco Central anuncia lançamento da nota de R$ 200

A partir do fim de agosto, os brasileiros poderão circular com um novo tipo de cédula. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (29) a criação da nota de R$ 200.

A cédula terá como personagem o lobo-guará. O anúncio foi feito pelo Banco Central (BC), que convocou uma entrevista coletiva para apresentar a nova nota.

Em comunicado, o BC informou que deve imprimir 450 milhões de notas de R$ 200 até o fim de 2020. A data exata do lançamento da cédula ainda não foi anunciada. A autoridade monetária informou apenas que as notas deverão entrar em circulação no fim do próximo mês.