Sanepar irá interromper o fornecimento de água em alguns bairros de Curitiba e Região Metropolitana

A Sanepar informa que nos próximos dias será necessário interromper o fornecimento de água em alguns bairros de Curitiba e também em cidades da Região Metropolitana devido à queda na produção causada pela estiagem das últimas semanas. Além disso, houve aumento do consumo em função das altas temperaturas.

Para não prejudicar sempre as mesmas regiões, a Sanepar faz rodízio do fornecimento entre os bairros. A parada no abastecimento ocorre às 8 horas, com normalização prevista para a manhã do dia seguinte.

Confira o cronograma.

Durante a normalização, que ocorre sempre de forma gradativa, a recuperação pode ser mais rápida em algumas regiões do que em outras. Nas áreas mais distantes dos centros de reservação o retorno ocorre mais lentamente.

A Sanepar orienta que é essencial fazer uso racional e consciente da água, priorizando o consumo humano para alimentação e higiene pessoal. A população deve evitar desperdícios e adiar atividades não emergenciais, como lavagem de carros e calçadas.

Outras recomendações são reutilizar a água do enxágue da máquina de lavar ou do tanque para lavagem de calçados, pisos, tapetes, rega de plantas e mesmo para descarga de vasos sanitários. Outras orientações são verificar vazamentos em torneiras e tubulação interna do imóvel, reduzir o tempo de chuveiro e manter fechada a torneira em atividades como escovar os dentes, fazer a barba e lavar a louça.

Clientes que não possuem caixa-d’água domiciliar podem ficar desabastecidos temporariamente. A Sanepar lembra que, de acordo com norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), cada imóvel deve ter caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades dos moradores por, no mínimo, 24 horas. O reservatório domiciliar deve armazenar pelo menos 500 litros.

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula. Para consultar esta e outras informações, utilize o aplicativo Sanepar Mobile.

Sérgio Moro recebe carteira da OAB e abre escritório em Curitiba

Antes de começar a advogar, no entanto, Moro deverá acabar de cumprir a quarentena de seis meses determinada pela Comissão de Ética da Presidência.

O ex-juiz federal que conduziu a Lava Jato e colecionou desafetos entre alguns criminalistas vai atender sua futura clientela em um endereço de Curitiba, base e origem da maior operação já desencadeada no País contra a corrupção.

Antes de começar a advogar, no entanto, Moro deverá acabar de cumprir a quarentena de seis meses determinada pela Comissão de Ética da Presidência. Levando em consideração a data em que anunciou sua renúncia e acusou o presidente de suposta tentativa de interferência na Polícia Federal, 24 de abril, a quarentena do ex-juiz terminará no fim de outubro.

Informações Banda B.

Curitiba tem 362 novos casos e sete mortes por covid-19

Curitiba registrou nesta quarta-feira (16/9), 362 novos casos de covid-19 e sete óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde.

As novas vítimas são três homens e quatro mulheres, com idades entre 39 e 92 anos. Quatro destes óbitos ocorreram nas últimas 48 horas. Os demais foram nos dias 9 e 14 de agosto.

Apenas um dos pacientes não apresentava fator de risco para as complicações da covid-19.  

Até agora são 1.156 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

Com os novos casos confirmados, sobre 39.631 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 33.831 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 4.644 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

UTIs do SUS

Nesta quarta-feira (16/9), a taxa de ocupação dos 334 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 é de 87%. Todos os pacientes que são internados com quadro de síndrome respiratória aguda grave vão para os leitos exclusivos covid-19 e não apenas os casos confirmados da doença. No momento restam 47 leitos livres.

Números da covid-19 em 16 de setembro

362 novos casos
7 novos óbitos

Números totais

Confirmados – 39.631
Investigação: 630
Recuperados – 33.831
Óbitos – 1.156