Rita Lee lança novos livros infantis: “São as aventuras do ratinho pacifista Alex, que defende a natureza e os animais”

Rita Lee lançou nessa semana mais dois volumes da série Dr. Alex e gravou um vídeo fofo endereçado às crianças: “Alô, criançada! Surpresa! Mais dois livrinhos do Dr. Alex: Dr. Alex e os Reis de Angra e Dr. Alex e o Phantom. São as aventuras do ratinho Alex, um pacifista que defende a natureza, animais, todos os seres vivos”, diz Rita.

Os títulos saem pela Globinho, selo de literatura infanto-juvenil da Globo Livros. A autora – que desde sempre lutou pela causa animal e ambiental – lançou a coleção entre 1986 e 1992. Dr. Alex e os Reis de Angra e Dr. Alex e o Phantom completam a série que ganhou novas ilustrações e texto revisitado pela autora.

             
Em Dr. Alex e os Reis de Angra Rita conta a história da princesa Angra, que foi sequestrada por malvados que querem acabar com a natureza e construir perigosas usinas nucleares em seu reino. O ratinho Alex e seus amigos telepáticos entram em mais uma aventura para impedir que o pior aconteça. A ilustração é do artista visual pernambucano Quihoma Isaac, que também assinou outro volume da série, o Dr. Alex na Amazônia.

O último título lançado pela série, em 1992, Dr. Alex e o Oráculo de Quartz ganhou novo nome: Dr. Alex e o Phantom. Nesta história, Rita conta mais uma aventura do ratinho Alex em busca do cristal Phantom: um cristal mágico, único no mundo, que some antes de chegar a uma exposição no Museu de Pedras Preciosas Brasileiras. Dr. Alex, vovó Ritinha e os amigos telepáticos partem nesta busca e contam também com a ajuda especial dos primos das estrelas. O designer Guilherme Francini – que também ilustrou Amiga Ursa e Dr. Alex – assina a ilustração desta edição. O livro vai surpreender os fãs com o olhar da artista para a obra, que além do novo título, inclui também a participação da Vovó Ritinha na história – personagem de Rita Lee.

“Uma vez, adotei um ratinho lindo. Papo vai, papo vem, ele me contou toda a sua história. E me disse que já havia sido gente! E mais: que se transformou em um rato para defender os bichos e a natureza. Gostei tanto que vou contar para vocês as aventuras de Alex.”, diz Rita Lee para os pequenos.

Completam a série os livros: Dr. Alex e Dr. Alex na Amazônia. Toda a série possui textos revisitados pela autora e novo projeto gráfico.

Foto: Guilherme Samora/ Globo Livros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Musicoterapia avança para garantir tratamento em todo o País

A musicoterapeuta Gizely Delmonico Amin destacou nesta quinta-feira, 15, que a lei que institui o programa e Incentivo à utilização da musicoterapia como tratamento terapêutico no Paraná é um avanço para que a medida seja adotada em todo o País. A proposta, de autoria do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), foi aprovada pela Assembleia Legislativa e seguiu para sanção do governador Ratinho Junior (PSD).

Ex-presidente da AMT (associação de musicoterapia) do Paraná, Gizely Amin disse que os profissionais do setor lutaram para incluir o tratamento como essencial para que seja assegurado o atendimento universal no Brasil. “Travamos uma luta juntos e o deputado Romanelli criou uma lei no Paraná para incluir a musicoterapia nos tratamentos complementares. A partir daí, esperamos que os planos de saúde comecem a cobrir esse tipo de tratamento em todo o Brasil”, explica.

Gizely é musicoterapeuta especialista em análise do comportamento aplicada com enfoque em autismo e em TEA. Ela presidiu a AMT até 2020, quando encampou a luta pela criação da lei, proposta por Romanelli. Ela explica ainda que algumas especialidades têm cobertura dos planos de saúde, que garantem atendimento ilimitado de sessões com psicólogos, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos, o que se soma à cobertura ilimitada já assegurada para as sessões com fisioterapeutas.

“Vários estados brasileiros já adotaram a mesma medida aprovada no Paraná, o que fortalece nosso trabalho de incentivar a Agência Nacional de Saúde a garantir os mesmos direitos aos autistas, de receber tratamento com musicoterapia”, acrescenta.

Fundada em 1971, a Associação de Musicoterapia do Paraná promove o uso e desenvolvimento da musicoterapia no tratamento, educação, treinamento, reabilitação e demais objetivos terapêuticos e sociais de todos aqueles que necessitem desta modalidade, como é o caso dos autistas. A entidade reúne profissionais musicoterapeutas e instituições oficiais e particulares que estimulam a investigação e pesquisa em musicoterapia.

Gil do Vigor revela capa do seu livro ‘Tem Que Vigorar’

O sucesso de Gil do Vigor após a participação dele no Big Brother Brasil 21 será contado em um livro. Tem que vigorar! será lançado no mês que vem e a capa foi revelada nesta quarta-feira, 19.

Nas redes sociais, Gilberto compartilhou a novidade. “Brasil, revelo para meus vigorosos a capa do meu livro, que já está em pré-venda. Tem que vigorar! é puro regozijo. Você vai saber de toda a minha história e vai ficar fluente em meus bordões”, comemorou.

Na obra, que será publicada pela Globo Livros, Gil conta os momentos preferidos dele no BBB, da infância pobre em Pernambuco e fala sobre as dificuldades que passou na vida, como quando teve que morar na rua.

Ele também conta os momentos de violência do pai contra a mãe, a relação com a fé e a igreja, de como a educação o salvou, a descoberta da sexualidade e o processo dele de autoconhecimento e aceitação.

Com depoimentos de Jacira, mãe dele, Xuxa Meneghel e Deborah Secco, o livro traz ainda um dicionário com os memes e bordões do economista. Para acessar o link da pré venda de Tem que vigorar!, clique aqui.