Relatório da OCDE reconhece Curitiba como cidade inteligente e inovadora

A estratégia inovadora de Curitiba revelada por importantes programas municipais está entre os destaques do relatório divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), organização internacional que fomenta as ações públicas voltadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e ao atendimento da Agenda 2030 da ONU.

Intitulado “Uma Abordagem Territorial para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Paraná”, o documento de 80 páginas expõe indicadores do Paraná e de três municípios paranaenses. Curitiba é um deles.

“A cidade está promovendo um movimento de cidade inteligente para construir um ecossistema de inovação para abrigar soluções alinhadas com as implementações dos ODS. Entre outras coisas, ela foi selecionada como uma das cidades mais conectadas e inteligentes do Brasil pelo Ranking das Cidades Inteligentes Conectadas de 2018”, diz o documento.

O relatório cita ainda o Bairro Novo da Caximba. “Um exemplo das atividades de Curitiba é a restauração de toda uma comunidade na Caximba, no sul da cidade, que é o maior projeto socioambiental do município”, registra.

Projeto do Bairro Novo da Caximba. Ilustração: IPPUC

No bairro Caximba, uma das regiões mais carentes da cidade, a Prefeitura fará a maior intervenção socioambiental da história recente da cidade com a implantação do Projeto Gestão de Risco Climático Bairro Novo do Caximba. O projeto prevê a construção de 1.147 novas moradias para a população carente, obras de contenção de cheias e urbanização, regularização fundiária e um parque linear.

O relatório da OCDE também cita o uso dos painéis solares e a rede Wi-fi Curitiba, programa que oferece acesso público e gratuito à internet. Existem 81 locais com esta opção. Os FabLabs, a Fazenda Urbana, os aplicativos que ajudam os cidadãos a navegar pela cidade, o Vale do Pinhão e o Bom Negócio também são citados.

WI-Fi gratuito no Terminal de ônibus do Pinheirinho. – Foto: Daniel Castellano / SMCS

Além de Curitiba, Araucária, na Região Metropolitana da capital, e Ubiratã, localizada na região centro-oeste do Estado, aparecem no documento.

Parceria

A pesquisa é resultado do trabalho desenvolvido em parceria pela organização internacional formada por 38 países, o Governo do Estado, através do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social do Paraná (Cedes), e as três prefeituras.

Curitiba participou de aproximadamente dez reuniões nos últimos dois anos. Para a análise dos dados, a Assessoria de Relações Internacionais (Arin), o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), as secretarias da Educação, do Meio Ambiente e de Segurança Alimentar e Nutricional, a Cohab, dentre outras pastas, subsidiaram os especialistas com as informações técnicas necessárias.

“Curitiba faz um trabalho de ponta na implantação da agenda global pelo desenvolvimento sustentável. A cidade teve a oportunidade de participar do estudo porque Curitiba pode servir de exemplo para outras cidades do Brasil e do mundo. A cooperação internacional é um dos nossos esforços para que possamos contribuir na construção de um mundo sustentável”, declarou o assessor de Relações Internacionais da Prefeitura de Curitiba, Rodolpho Zannin Feijó.

Ele lembrou que a cidade aderiu formalmente aos ODS em 2017, primeiro ano do segundo mandato do prefeito Rafael Greca.

Existem importantes convergências entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e o plano de governo da atual gestão. O Imap e o Ippuc usam um conjunto de 123 indicadores, divididos em 3 eixos (solidariedade, sustentabilidade e responsabilidade) para monitorar mobilidade, meio ambiente, energia, tecnologia, inovação, economia, educação, saúde, segurança e governança.

O Imap capacitou servidores de todas as áreas para que as pastas pudessem internalizar os ODS e eles pudessem ser aplicados às diretrizes das políticas públicas. Também acompanha a divulgação de resultados através dos indicadores das cidades sustentáveis e trabalha na organização de um novo rol de ações desenvolvidas pelo município, conforme as diretrizes de desenvolvimento sustentável estabelecidas pela ONU.

Os objetivos para o desenvolvimento sustentável compreendem 17 metas estipuladas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o futuro da humanidade. Entre elas estão educação inclusiva, acesso sustentável e acessível à energia, combate à mudança do clima e aos seus impactos, proteção e uso sustentável dos ecossistemas e desenvolvimento sustentável – algumas das áreas em que Curitiba já adota práticas sustentáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Foragido da Justiça é preso na fila de vacinação do Pavilhão da Cura do Barigui

Nesta quinta-feira (22/07), um homem foragido da Justiça foi preso na fila de vacinação do Pavilhão da Cura do Parque Barigui.

Guardas municipais viram o rapaz tumultuando a fila e foram até ele, que se mostrou bastante nervoso e dizia querer se vacinar o mais rápido possível.

O homem estava sem documentos, mas depois de os guardas municipais levantarem seus dados, foi constatado que tratava-se de um foragido da Justiça com um mandado de prisão em aberto. O suspeito de 45 anos já tinha passagens por dano qualificado, roubo e injúria racial.

Foragido da Justiça é preso fila de vacinação do Pavilhão da Cura do Parque Barigui. Foto: Divulgação

Como não tinha documentos, o suspeito não recebeu a vacina e foi conduzido para a Divisão de Vigilância e Capturas, no Centro.

Starbucks anuncia novas unidades nos shoppings Palladium e Jockey Plaza

A Starbucks, em parceria com o Grupo Tleca, anunciou mais duas novas unidades em Curitiba, nos shoppings Palladium e Jockey Plaza.

“Estamos entusiasmados com a chegada da Starbucks ao Paraná e para uma cidade tão moderna e charmosa como Curitiba.  Estamos confiantes de que nossas lojas serão um ambiente acolhedor, onde nossos clientes curitibanos poderão se conectar com amigos e familiares, enquanto tomam uma xícara de café”, celebra Claudia Malaguerra, diretora geral da Starbucks no Brasil.

As obras no Shopping Palladium já foram iniciadas. Já no Jockey Plaza, o projeto arquitetônico ainda está em desenvolvimento.