Quer descartar lixo eletroeletrônico? Tem drive-thru em 6 pontos de Curitiba neste sábado

O recolhimento de lixo eletroeletrônico promovido pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, que havia sido interrompido no início da pandemia, volta a ser feito a partir deste sábado (7/8). Agora o lixo pode ser entregue também no sistema drive-thru, sem sair do carro, todo primeiro sábado de cada mês.

Neste sábado, o recolhimento será das 9h às 15h nos parques Barigui, Bacacheri, São Lourenço e Tingui, na Praça Professora Hildegard Schmah do Portão e na Rua da Cidadania do Cajuru (acessos na lista abaixo).

“A ideia é tornar ainda mais fácil o descarte correto dos equipamentos que, no meio ambiente, podem causar danos e agora com o sistema drive-thru temos mais segurança sanitária para retomar o recolhimento”, explica a gerente de Educação Ambiental da secretaria, Leila Maria Zem.

Associações do Ecocidadão (catadores de materiais recicláveis) fazem a recepção do material e ficam responsáveis pela coleta, separação e destinação correta dos materiais.

Podem ser entregues equipamentos como ar-condicionado, microondas, TVs, torradeiras, batedeiras, aspiradores, ventiladores, mixers, secadores, calculadoras, câmeras digitais, rádios, computadores, tablets, notebooks, celulares, impressoras, monitores, carregadores de celular e afins.

Partes plásticas dos equipamentos são separadas e vendidas pelas associações. Já as tóxicas são encaminhadas a empresas especializadas para descontaminação.

Destinação correta

Além da coleta de lixo eletrônico, Curitiba tem coleta domiciliar e de recicláveis porta-a-porta; recolhimento de lixo tóxico mensal nos terminais; e, sob demanda, para entulhos e vegetais. Existem, ainda, ecopontos destinados ao recebimento de restos de construção civil.

Coleta lixo eletroeletrônico
Data: Todo primeiro sábado do mês
Horário: das 9h às 15h
Locais:
– Parque Barigui: estacionamento próximo ao heliponto, entrada pela BR-277
– Parque Bacacheri: acesso pela Rua Dr. Eurico César de Almeida
– Parque São Lourenço: acesso pela Rua José Brusamolin
– Parque Tingui: acesso pela Rua José Casa Grande, próximo a ponte
– Praça Professora Hildegard Schmah: em frente do Terminal do Portão 
– Rua da Cidadania do Cajuru: acesso pela Av. Prefeito Maurício Fruet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rede abre agendamentos para castrações de cães e gatos em novembro

Nesta sexta-feira (15/10), às 12h, começam os agendamentos para 325 castrações de cães e gatos em clínicas contratadas pelo município. As cirurgias fazem parte do Programa Municipal de Castração Gratuita e podem ser marcadas pelo site da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba

Para escolher a data, o cidadão, protetor ou responsável pela ONG deve estar logado em seu cadastro. “Apenas dessa forma é possível ter acesso às vagas disponíveis”, reforça o diretor do departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo. 

Outras 2,7 mil vagas ainda serão ofertadas no mês de novembro, no mutirão de castração da Regional Pinheirinho. Agendamentos serão abertos a partir do dia 8 de novembro (segunda-feira). 

Cuidados

A Rede de Proteção Animal reforça que os tutores devem ir sozinhos ou com, no máximo, um acompanhante ao agendamento e respeitar a antecedência recomendada para evitar aglomerações e manter o distanciamento necessário para prevenção ao contágio da covid-19. 

O uso de máscaras e a higienização frequente das mãos também são obrigatórios durante todo o tempo de permanência nos locais. Quem apresentar sintomas de infecção respiratória, deve pedir para outra pessoa levar o animal ou cancelar o atendimento.
 

Instabilidade começa a se afastar, mas ainda há risco de temporais na região de Curitiba

As áreas de instabilidade que chegaram ao Paraná na última quinta-feira (14) começam a se afastar, mas ainda há previsão de temporais em alguns setores do estado. Segundo o Instituto Meteorológico Simepar, o fim de semana promete ainda ser úmido na metade leste, mas o risco de chuvas fortes diminui bastante a partir deste sábado (16).

Reprodução

O meteorologista Lizandro Jacóbsen explica que muitos raios ainda são esperados nesta sexta-feira. “A frente fria que evolui pelo Sul do país, somada pelas áreas de instabilidade presentes entre o Paraguai e o Mato Grosso do Sul, reforça a condição de tempo muito instável. Para o fim de semana, o sistema frontal se afasta”, explica.

Para algumas regiões, porém, como no caso da Região Metropolitana de Curitiba, chuvas ainda são esperadas de forma persistente, mas com instensidade bem mais fraca.

Na capital, a temperatura varia pouco e as máximas não passam dos 16°C.

A partir de terça-feira, a perspectiva é se sol na região.