PUCPR promove encontros mensais sobre astronomia  

O Instituto Ciência e Fé, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), promove, nesta quarta-feira (24), o lançamento do programa “Ampliando olhares: astronomia e a busca humana por sentido”. A iniciativa tem como objetivo debater temas de divulgação astronômica e, se houver condições climáticas e atmosféricas adequadas, realizar práticas de observação da Lua, estrelas e planetas.  

O programa terá encontros mensais, realizados na Arena Digital PUCPR, localizada no câmpus de Curitiba da Universidade. No dia 24 de agosto, as atividades terão início às 19h, com previsão de término para às 21h. Para a experiência prática será possível observar os astros por meio do Telescópio Meade Schmidt-Cassegrain LX 200 EMC, de 258mm de diâmetro. A participação é gratuita, mas é preciso realizar inscrição prévia pelo link: https://bit.ly/3cefhwq

“Vivemos em outros tempos que nos demandam uma visão mais orgânica da vida. A astronomia costuma ser encarada como uma ciência distante, ‘misteriosa’. Queremos desmistificá-la, aproximá-la da população em geral. Tanto que o público-alvo do programa é qualquer pessoa que tenha interesse e curiosidade sobre o assunto”, afirma o professor Douglas Borges Candido, especialista do Instituto Ciência e Fé, da PUCPR. 

Além do encontro que será realizado no dia 24 de agosto, o programa “Ampliando olhares: astronomia e a busca humana por sentido” terá atividades nos dias 21 de setembro, 19 de outubro, 23 de novembro e 7 de dezembro. Cada edição tem um tema específico. Confira: 

24 de agosto – Saturno 

21 de setembro – Júpiter 

19 de outubro – Saturno, Júpiter e o sistema dupla em Altair 

23 de novembro – Pequena Nuvem de Magalhães 

07 de dezembro – Lua. 

Serviço: 

Primeiro encontro do programa “Ampliando olhares: astronomia e a busca humana por sentido” 

Realização: Instituto Ciência e Fé – PUCPR  

Data e horário: dia 24 de agosto de 2022, das 19h às 21h 

Local: Arena Digital PUCPR – R. Imac. Conceição, n. 1155 – Prado Velho, Curitiba (PR) 

Inscrições gratuitas pelo link: https://bit.ly/3cefhwq 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rock e blues dão o tom do fim de semana no Boudet

Destaques da música curitibana marcam presença no palco do Boudet Art & Wine. A casa, que alia conceitos de arte, música e enocultura, recebe artistas conhecidos do cenário local. A sexta-feira (23/09) recebe Felipe Bide, sucesso das redes sociais, e no sábado, tem Easy Rock.

Felipe Bide tem conquistado um público cativo em suas redes sociais. No TikTok, suas versões musicalizadas de memes alcançam centenas de milhares de pessoas. A influência de jazz contemporâneo com pegada groove também estão presentes nas suas canções autorais.

Já a banda Easy Rock leva para o sábado do Boudet sucessos dos anos 80 e 90. O repertório destaca as canções mais românticas dessas décadas, como Faith No More, Seal, Aerosmith e mais. O Boudet Art & Wine abre de terça-feira a sábado, às 18h, tem entrada gratuita e fica na R. Bispo Dom José, 2249. Mais informações no perfil oficial do empreendimento no Instagram (@boudetartwine).

Conexão afetiva: a importância do urso de pelúcia na infância

O urso de pelúcia faz parte do universo infantil e às vezes antes mesmo da criança nascer. Nesta fase é comum os pais decorarem o quarto com diversos bichinhos lindos e fofos. Conforme vai crescendo, o ursinho se torna o melhor amigo e passa a fazer parte da rotina desta criança.

Além de ser um dos brinquedos favoritos dos pequenos, as pelúcias também exercem um papel importante no desenvolvimento. Estudos realizados por psicólogos da Universidade de Nova York, explicam que durante a infância a criança experimenta o afastamento gradual e normal dos pais, como a redução da atenção em tempo integral ou o colo, é nessa hora que o ursinho funciona como uma defesa contra a ansiedade da separação.

O brinquedo proporciona aconchego e segurança, dessa forma ele ajuda a criança a lidar com situações difíceis e com a ausência da mãe e do pai de forma mais tranquila. Ele vira uma ponte entre a família e o mundo externo. Essa conexão afetiva é potencializada pela fofura e o tecido macio. Quando a criança abraça o ursinho de pelúcia, ela libera uma série de neurotransmissores, como a endorfina, que acalmam e relaxam.

Conexão aliada a imaginação

O urso de pelúcia também é um excelente brinquedo que estimula a imaginação. A criança cria muitas histórias e conversa com ele sobre os seus sentimentos, essa interação ajuda a estabelecer uma relação afetiva e saudável, o que contribui para o seu desenvolvimento emocional.

E quando o assunto é o imaginário das crianças, não há limites para chamar a atenção delas. Tanto as pelúcias mais simples quanto as coloridas, com brilhos e acessórios são capazes de trazer alegria e bem estar. Mas é importante ficar atento à qualidade dos ursinhos.

A BR Machine, empresa líder no segmento de gruas de captura de pelúcias, possui fãs no Brasil inteiro e isso se dá justamente pela qualidade e diversidade das pelúcias da marca. “Cada item colocado dentro das gruas recebeu o selo de certificação do INMETRO, ou seja, o cliente que capturar, leva para casa um produto que, além de bonito, é perfeito e seguro para entregar para crianças ou colecionar”, explica Elvis Rovaris, gestor administrativo da BR Machine.

A conexão afetiva das pessoas com os ursinhos foi inclusive o que inspirou o surgimento da empresa há mais de 13 anos. Hoje a BR Machine renova todo ano a sua coleção de pelúcias, pensando justamente na alegria dos pequenos e dos adultos que ainda guardam boas memórias dos seus ‘amigos’ de infância.