Prorrogado prazo para validar documentos usados em inscrição no Fies

O Ministério da Educação publicou, no Diário Oficial da União desta quinta-feira (24), uma portaria que prorroga, para 31 de dezembro, o prazo que as Comissões Permanentes de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) têm para validar as inscrições para a ocupação de vagas remanescentes, no âmbito do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2020.

Essas comissões são responsáveis pela validação das informações prestadas pelo estudante no ato da inscrição do Fies, bem como dar início ao processo de aditamento de renovação dos contratos de financiamento.

A portaria prorroga também o prazo para realização dos aditamentos de renovação semestral dos contratos de financiamento concedidos pelo Fies, simplificados e não simplificados. Nesse caso, a nova data é 15 de janeiro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jogadores da seleção brasileira decidem disputar Copa América

Jogadores da seleção brasileira decidiram que irão disputar a Copa América no Brasil. Houve uma possibilidade de boicote quando Rogério Caboclo ainda era o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O dirigente foi afastado do cargo por 30 dias após ser acusado de assédio sexual por sua secretária na entidade.

No entanto, os jogares irão divulgar um manifesto contrário a realização do evento no país devido ao agravamento da pandemia de Covid-19 e de desaprovação com a maneira como a Copa América foi transferida para o Brasil depois da desistência de Colômbia e Argentina.

Desde o anúncio da Conmebol de que a Copa América seria disputada no Brasil, os jogadores se manifestaram contrários a realização do evento. Na sexta (4), o capitão Casemiro afirmou que a posição do elenco e da comissão técnica sobre o evento era unânime e de conhecimento público.

“Não podemos falar do assunto. Todo mundo já sabe do nosso posicionamento. Mais claro impossível. O Tite deixou claro para todo mundo o que nós pensamos da Copa América. Existe respeito e hierarquias que respeitamos. Claro que queremos dar a nossa opinião, rolou muitas coisas”, contou o jogador, em entrevista à TV Globo, ainda no gramado do Beira-Rio.

Na ocasião, ele disse que os jogadores e a comissão técnica tornariam pública a posição sobre o torneio nesta terça. Foi Tite quem deu apoio às decisões do elenco, mas pediu que só se posicionasse depois da partida contra o Paraguai.

Ainda na sexta, após o jogo, Caboclo teria ido ao vestiário e deixado a situação ainda mais complicada. Na semana passada, o presidente foi afastado da CBF por denúncia de assédio sexual e moral.

Edital do Enem 2021 é divulgado: confira o calendário

Após o ministro da Educação, Milton Ribeiro, ir às redes sociais e antecipar, na segunda-feira (31) que o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) 2021 vai acontecer nos dias 21 e 28 de novembro, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta quarta-feira (2) o edital com o cronograma do exame. As inscrições poderão ser feitas entre os dias 30 de junho e 14 de julho.

Como os processos do exame dependem da divulgação do edital, documento oficial com todas as diretrizes e datas das provas, a realização do Enem 2021 ainda neste ano vinha causando incertezas – normalmente, o edital é divulgado em março e as inscrições começam em maio. Agora, mesmo com atraso em relação a anos anteriores, pessoas interessadas já podem se planejar.

A seguir, confira o calendário e as principais perguntas sobre o exame

Provas

As provas do Enem Impresso e do Enem Digital serão aplicadas no mesmo dia, o que, segundo o Inep, deve otimizar a elaboração dos Cadernos de Questões, já que as duas versões utilizarão os mesmos itens. Além disso, a participação dos “treineiros” – estudantes que ainda estejam cursando ou não tenham concluído o ensino médio – está garantida na versão impressa.

Cronograma

– De 30 de junho a 14 de julho: inscrições.

– Até 19 de julho: pagamento da taxa de inscrição.

– De 30 de junho a 14 de julho: atendimento especializado.

– De 19 de julho a 23 de julho: pedido de tratamento pelo nome social.

– 21 e 28 de novembro: realização das provas.

Qual o horário de realização das provas?

As provas seguem o horário de Brasília.

– Abertura dos portões: 12h.

– Fechamento dos portões: 13h.

– Início das provas: 13h30.

– Término das provas no 1º dia: 19h.

– Término das provas no 2º dia: 18h30.

Como e onde fazer a inscrição?

Todas as pessoas interessadas em fazer o Enem 2021, inclusive aquelas que solicitaram isenção da taxa de inscrição do exame até o dia 28 de junho, devem efetuar a inscrição no site oficial do Inep, na Página do Participante, do dia 30 de junho ao dia 14 de julho de 2021 às 23h59 (horário de Brasília-DF).

Na hora de se inscrever, o participante deve informar os seguintes dados:

– Número do CPF e data de nascimento (o Inep aceita apenas uma inscrição por número de CPF).

– Optar pela participação no Enem 2021 digital ou impresso (após concluir a inscrição, não será possível alterar essa opção).

– Informar endereço de email e número de telefone fixo ou celular válidos.

– Indicar a unidade da federação e o município onde deseja realizar o exame.

– Solicitar, se necessário, atendimento especializado (válido, por exemplo, para pessoas com deficiência).

– Selecionar a língua (inglês ou espanhol) em que realizará a prova de Língua Estrangeira.

– Criar cadastro e senha de acesso para a Página do Participante

Qual o valor da taxa de inscrição?

A taxa de inscrição do Enem 2021 é de R$ 85,00. O valor deverá ser pago até 19 de julho de 2021, respeitando os horários de compensação bancária, sob risco de a inscrição não ser confirmada. O Inep informou que não haverá prorrogação no prazo. O pagamento da taxa de inscrição vale somente para o participante que não solicitou ou não teve aprovada a isenção da taxa de inscrição.

Quantas vagas o Enem Digital oferece?

O Inep informou que o Enem Digital 2021 ofertará 101.100 vagas para os primeiros participantes que optarem por essa modalidade. Aqui, vale lembrar que o Enem não tem limite de inscrições na modalidade impressa, mas, por questões logísticas, a versão digital estabelece um teto para controle e monitoramento dos candidatos.

Neste ano, os participantes que optarem pela versão digital do exame também terão a oferta de atendimentos especializados. Os recursos disponíveis serão prova ampliada, prova superampliada, prova com contraste e locais de prova com acessibilidade para pessoas com deficiência.

O Enem Impresso respeita regras sanitárias?

Para a realização do Enem 2021, o Inep considera o cenário atual da pandemia no Brasil. Atualmente, o instituto e o consórcio aplicador fazem o mapeamento de possíveis locais de realização das provas que garantam o cumprimento das medidas sanitárias de prevenção contra a covid-19, como o distanciamento social. Como na aplicação do Enem 2020, realizada em janeiro de 2021, houve aglomeração e o não cumprimento de todas as diretrizes sanitárias, uma das possibilidades em estudo pelo Inep é o aumento do número de municípios de aplicação.