Programa de empreendedorismo gratuito para mães e familiares de pessoas com deficiência é prorrogado até o dia 19/07

Com o objetivo de desenvolver habilidades gastronômicas e empreendedoras, o Programa Empreenda Risotolândia, desenvolvido em parceria entre a ASID Brasil – Ação Social para Igualdade das Diferenças e o Grupo Risotolândia, está com inscrições abertas até o dia 19 de julho. O projeto é on-line e gratuito para mães e familiares de pessoas com deficiência nas cidades de Araucária (PR) e de Blumenau (SC). 

A edição de 2022 é destinada à familiares com pessoas com deficiência física, que já possuam um empreendimento próprio ou que estejam buscando uma oportunidade ou caminho no mercado de trabalho na área de alimentação. O programa tem como meta auxiliar o desenvolvimento de 25 famílias. 

As oficinas têm duração de três meses com um encontro semanal de duas horas até a conquista da certificação, centrados em três temáticas: como abrir o próprio negócio, planejamento da vida profissional e financeira e apoio psicológico aos participantes. Há, ainda, sessões de mentoria, que são oferecidas às participantes com empreendedores e gestores voluntários. Na mentoria, os empreendedores terão acesso a um acompanhamento personalizado com uma mentora, que divide ferramentas e conteúdo que podem trazer impacto positivo no desenvolvimento do negócio; além de aumentar o networking e abrir portas para novas oportunidades. 

Segundo Regina Pfiffner, líder na ASID, a edição deste ano tem como foco adicional fornecer conhecimentos para promoção de equilíbrio entre vida pessoal e profissional – um dos maiores desafios nas carreiras de mães/cuidadoras de familiares com deficiência, que ficou ainda mais evidenciado por conta do cenário socioeconômico gerado pela pandemia da Covid-19. “Vamos juntos construir um ambiente seguro com ferramentas de gestão para começar seu negócio do zero, apoiá-los na construção de um novo empreendimento”.

Programa oferece oportunidades para empreender 

De acordo com a diretora executiva da ASID, Isabela Bonet, o Empreenda Risotolândia fornece as ferramentas de empreendedorismo para pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade social e suas famílias, com o objetivo de oportunizar acesso a bens e serviços para uma melhor qualidade de vida através da formação da rede. 

“O empreendedorismo pode ser uma oportunidade para pessoas com deficiência e seus familiares conciliarem uma renda com sua rotina familiar, que, muitas vezes, é bem particular e específica. O programa pode fazer mais sentido ainda para famílias que tem uma pessoa com deficiência sem condições de entrar no mercado de trabalho, criando assim um apoio e um dinamismo familiar de envolvimento no novo negócio e desenvolvimento da pessoa com deficiência.”, comenta Isabela, da ASID Brasil. 

Com a ampliação de conhecimentos sobre o mercado de trabalho, o programa contribui também para a autoestima das pessoas com deficiência. “O foco do Programa Empreenda, assim como nos outros anos, é o empreendedorismo gastronômico e o empoderamento da pessoa com deficiência. Araucária é nossa sede e tem as principais operações e Blumenau é nossa filial com mais tempo de atuação. Nossa expectativa é o desenvolvimento de competências empreendedoras e de capacidade técnica para a pessoa com deficiência e seus familiares, com o intuito de criar oportunidades de socialização e aumento de renda”, afirma a analista de comunicação interna do Grupo Risotolândia, Evellyn Sousa.

As inscrições no Empreenda Risotolândia estão abertas até o dia 19 de julho e devem ser realizadas através do formulário do link  https://bit.ly/3wc6a6p.  

Sobre a ASID Brasil

A ASID é uma organização social voltada à construção de uma sociedade inclusiva por meio de projetos de responsabilidade social, como voluntariado, inclusão no mercado de trabalho e desenvolvimento de gestão de organizações parceiras. Com mais de dez anos de atividades, tem mais de 100 mil pessoas impactadas e mais de 7 mil voluntários. A ASID também possui reconhecimento a partir de prêmios nacionais e internacionais, como o Melhores ONGs Época e o United People Global. Mais informações, acesse www.asidbrasil.org.br

Sobre o Grupo Risotolândia

Há mais de 65 anos no mercado, o Grupo Risotolândia é líder no mercado de refeições coletivas no sul do Brasil. Com soluções diferentes para qualquer tipo de demanda relacionada à alimentação, conta com mais de 4.700 colaboradores e fornece mais de 550 mil refeições diariamente. Tem o compromisso de garantir que todos os brasileiros tenham uma alimentação saudável ao longo de suas vidas. www.risotolandia.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sebrae promove a criação e o desenvolvimento de novos ambientes de inovação no Paraná

Com o objetivo de estimular o empreendedorismo, apoiar o desenvolvimento e a criação de novos ambientes de inovação no Paraná, o Sebrae promove o Programa Habitats PR de Inovação. Até o final deste ano, 27 ecossistemas irão participar de encontros com workshops e mentorias, ações que fazem parte da jornada de ambientes promotores de inovação que visam a capacitação e consolidação de startups e negócios inovadores. 

O programa é voltado para universidades, associações, prefeituras e empresas privadas que possuem espaços como hubs de inovação, parques tecnológicos, coworking, espaços makers, incubadoras e pré-incubados, além de aceleradoras e pré-aceleradoras. Nos últimos dois anos no Paraná, foram realizadas cerca de 2000 mil horas de capacitação e 700 workshops com a participação de 63 ecossistemas de inovação. 

“Vamos apoiar esses espaços para que o desenvolvimento ocorra de maneira mais estruturada e efetiva, para que empresas inovadoras ou de bases tecnológicas estimulem as regiões e o estado, com competitividade no mercado e maior valor agregado”, afirma o consultor do Sebrae Paraná, Michael Douglas Camilo.

Ao todo, o Paraná conta com mais de 100 habitats de inovação. Um deles é o Smart Space, realizado no Centro Universitário Cidade Verde (UniCV), em Maringá. Criado em 2021, o ambiente tem como foco criar pontes entre alunos e o mercado de trabalho por meio do fomento ao empreendedorismo. 

Em seu primeiro ano, foram realizadas 27 ações, dentre as quais o “Projeto Esperançar”, ação em que os alunos podem acompanhar um case fictício e participar de diversos workshops para auxiliar no desenvolvimento da ideia. Os projetos se mantêm em 2022 e a organização espera lançar novas ações durante o segundo semestre. 

“O Smart Space oportuniza aos nossos alunos a transformação da sua carreira por meio do surgimento de novas ideias de negócios. Maringá é um celeiro, e a parceria com o Sebrae oportuniza a conexão com outros espaços de inovação. Além disso, a parceria com a UniCV proporciona diversos caminhos de capacitação, desenvolvimento de novos projetos de ideação, bem como a de visitas técnicas aos nossos alunos e professores”, diz o reitor do UniCV, José Carlos Barbieri. 

Hoje, o espaço tem como intuito a geração de novas ideias para a solução de demandas atuais e podem participar alunos, ex-alunos e comunidade externa. O Smart Space ainda possui parceria com outros ambientes de inovação de Maringá e também com empresas que apoiam o desenvolvimento de projetos. 

Em 2022, o Programa Habitats PR de Inovação traz workshops individuais para cada habitat. Entre os temas estão a contextualização do habitat de inovação, modelo de negócios, processo de seleção de empreendedores, desenvolvimento do empreendimento, processo de graduação e relacionamento com graduadas, gerenciamento básico e plano de implementação. Por fim, após a realização dos workshops, a equipe do Sebrae irá acompanhar a implementação das ações propostas e realizar um encontro com participantes do ecossistema para apresentar os resultados. 

Iniciativas e instituições que integram a edição 2022 do programa

  • Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (Acifi) – Foz do Iguaçu;
  • Centro Universitário de União da Vitória (UniUv) – União da Vitória;
  • Centro Universitário UniFatecie e Prefeitura de Paranavaí – Paranavaí;
  • Clube da Robótica da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) – Ponta Grossa;
  • Faculdade Alfa (UniAlfa) – Umuarama;
  • Faculdade da Indústria – São José dos Pinhais;
  • Faculdade de Pinhais (FAPI) – Pinhais;
  • Funcional Contabilidade – Cascavel;
  • Fundação Educere, Prefeitura de Campo Mourão, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e Sicoob – Campo Mourão;
  • Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundetec) – Cascavel;
  • Instituto do Ecossistema de Inovação de Londrina – Londrina;
  • Instituto Federal do Paraná (IFPR) e Prefeitura de Colombo – Colombo;
  • IFPR – Arapongas;
  • IFPR – Palmas;
  • IFPR – Pitanga;
  • IFPR – União da Vitória;
  • Prefeitura de Cianorte – Cianorte;
  • Prefeitura de Ivaiporã – Ivaiporã;
  • Prefeitura de Jandaia do Sul – Jandaia do Sul;
  • Prefeitura de Japurá – Japurá;
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) – Curitiba;
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Industrail (Senai) – Toledo;
  • Universidade Positivo – Curitiba;
  • UTFPR – Curitiba;
  • UTFPR – Medianeira;
  • UTFPR – Ponta Grossa;
  • UTFPR – Toledo.

Destaque nacional

Em 2021, os ecossistemas de inovação paranaenses foram destaques no Prêmio Nacional de Inovação, evento realizado pelo Sebrae e Confederação Nacional da Indústria (CNI). Entre os 44 finalistas, o Paraná teve nove representantes e recebeu cinco prêmios, com destaques nas categorias voltadas para pequenos negócios, ecossistemas de inovação, médias e grandes empresas, onde representantes do estado obtiveram a primeira colocação.

Os ganhadores foram o Sistema Regional de Inovação do Norte Pioneiro do Paraná (PR), na categoria “Estágio Inicial” dos Ecossistemas de Inovação; a Oficina do Sorvete (Foz do Iguaçu), na “Inovação e Sustentabilidade” em Micro e Pequenas Empresas; a Tecnospeed (Maringá), na “Gestão da Inovação” em Médias Empresas; e o Grupo Boticário em “Inovação e Sustentabilidade” nas Grandes Empresas. 

Estados Unidos é o principal país para quem pensa em estudar fora

Quando o assunto é estudar fora do país, os destinos mais procurados pelos brasileiros são Canadá, Estados Unidos e Irlanda, de acordo com a Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Internacionais e Culturais (Belta). Entretanto, quando se fala em intercâmbio, os EUA se destacam, seja por sua economia, por sua cultura, pelas oportunidades acadêmicas ou pelo idioma falado na comunidade global e suas renomadas instituições.

Segundo a última pesquisa realizada pelo Statista.com, são mais de 1 milhão de alunos sem cidadania estadunidense estudando no país. O Brasil ocupa a 9ª posição.

Já o número de brasileiros no exterior cresceu 35% entre 2010-2020, passando de 3,1 milhões para 4,2 milhões, segundo o Itamaraty.

Esse destaque desperta nos jovens, anseios por conhecer e interagir com a cultura estadunidense. Dessa forma, a Universidade Americana proporcionará uma experiência única a 11 alunos da escola Dante Alighieri, de São Paulo, que vão participar de um programa educacional da Disney, organizado pela SD Student Travel. Nesse programa, os alunos irão aprender sobre tecnologia, liderança, entre outros pontos. Durante a programação, eles irão visitar a base de lançamento da Nasa, o Cabo Canaveral e para fechar com chave de ouro, irão passar um dia de experiência na Full Sail.

Nessa imersão no campus, os alunos participarão de um Workshop de Criatividade, um painel com graduados pela Full Sail, além de todo o contato com alunos estudantes da universidade, e assim tirar dúvidas, contar experiências e se aprofundar no mundo das carreiras criativas.

Isso permitirá aos alunos um contato direto com a universidade, que hoje recebe inúmeros estrangeiros para estudar e alavancar seus conhecimentos.