Profissionais de hospital de Curitiba comemoram primeiro dia sem casos na UTI de Covid-19

O dia 18 de outubro de 2021, segunda-feira, já entrou para a história de um hospital de Curitiba: desde março de 2020, quando iniciou a pandemia, este foi o primeiro dia sem casos de Covid-19 ativos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Marcelino Champagnat.

“Foi um ano e meio muito intenso, de muitas provações para mim e todos os meus colegas, mas a gente conseguiu vencer graças à ajuda da população também”, comemorou a médica intensivista do hospital, Silvia Maria Nascimento Ferreira.

No auge da pandemia, o hospital registrou lotação máxima de 52 pacientes, com ‘fila de espera’ para internamento.

“Tivemos essa grande notícia exatamente no dia do médico, então foi um presente que trouxe uma sensação de alívio e dever cumprido”, explicou Jarbas da Silva Motta Junior, também médico do hospital.

Covid-19

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba registrou, nesta segunda-feira (18), 96 novos casos de covid-19 e cinco óbitos de moradores da cidade infectados pelo coronavírus. Dois destes óbitos ocorreram nas últimas 48 horas.

As vítimas são dois homens e três mulheres, com idades entre 43 e 82 anos. Duas pessoas tinham menos de 60 anos.

Até o momento, foram contabilizadas 7.685 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

Com os novos casos confirmados, 295.372 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 285.398 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 2.289 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Leitos do SUS

Nesta segunda-feira (18/10), a taxa de ocupação dos 235 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 está em 42%. Restam 136 leitos livres.

A taxa de ocupação dos 209 leitos de enfermarias SUS covid-19 está em 50%. Há 105 leitos vagos.

A SMS esclarece que os dados da ocupação de leitos em Curitiba são dinâmicos, com alterações ao longo do dia.

Informações Banda B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Empresa curitibana de TI recruta mais de 400 mil pessoas até 2024; salários vão até R$ 30 mil

Uma empresa curitibana de Tecnologia de Informação (TI) recrutará mais de 400 mil pessoas até 2024, com salários competitivos. O mercado de trabalho em TI está aquecido e a busca das empresas por profissionais capacitados é alta.

Com a possibilidade de home office ou da modalidade híbrida, os atrativos dessa área altamente competitiva são vários – da flexibilidade aos altos salários.

A curitibana Gateware tem filiais em São Paulo e Rio de Janeiro, na Argentina e nos Estados Unidos, com mais de 20 anos de mercado, está recrutando profissionais nas áreas de desenvolvimento, administração de sistemas, engenharia de dados, análise SRE, consultoria SAP, gerência de projetos (PMO), gestão de mudança (GMO), entre outras, com salários que podem chegar a R$ 30 mil.

Pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de TI e Comunicação (Brasscom) aponta que a procura por profissionais de TI será de 420 mil pessoas até 2024 no Brasil. O diferencial da Gateware é justamente o caráter de contratação, por recrutar profissionais que serão alocados em projetos de TI.

Para trabalhar na empresa, o ideal é que o candidato esteja alinhado com propósitos de excelência, protagonismo e eficácia. O time de recrutamento e seleção é treinado para buscar esses profissionais focando o onbourding na missão da companhia. “Nossa entrevista comportamental é uma etapa em que verificamos o quanto o candidato está engajado nos nossos valores. Entendemos que o direcionamento dessas pessoas deve ser coerente com nosso fit cultural”, explica Karla Silva, gerente de RH da Gateware.

Outro ponto estruturante da mão de obra especializada, alvo das áreas de TI, é o equilíbrio entre capacidades técnicas e comportamentais, ou seja, entre as hardskills e as softskills. Karla explica que essa parte é a mais delicada, por se tratar de expertises raras de se encontrar. “Observamos mais o perfil comportamental, porque o técnico é mais fácil de ser treinado”, diz.

Focada no outsourcing (terceirização), a análise comportamental feita pela Gateware é minuciosa e utiliza um tempo que o cliente não tem para despender na busca de um profissional. “O tempo é o ativo mais importante do cliente e nós o economizamos ao fazer a análise completa de perfil do profissional que será alocado em outra empresa, entregando uma pessoa preparada para suprir as necessidades do cliente”, indica a gerente de RH.

Hub de oportunidades abre portas na área de TI

É alto o potencial de crescimento dos profissionais na Gateware. Isso vem acontecendo tanto que há situações em que o profissional se especializa no cliente, recebendo a oportunidade de trocar de empresa se quiser. “Muitos profissionais nossos foram internalizados nas empresas em que os alocamos, o que mostra a alta performance da mão de obra qualificada que está conosco e nos dá a certeza de estar no caminho certo”, avalia a recrutadora.

Esse é o caso do Vanderlei Gomes Júnior, ex-colaborador Gateware que, em dois anos, foi contratado pela Ambev, após ganhar o troféu de embaixador Gateware. “As oportunidades que a Gateware traz são incríveis, e evoluir só depende da gente”, afirma o profissional.

Outra vantagem apresentada pela empresa é a contratação por projeto, o que traz a comodidade ao cliente de não precisar arcar com obrigações trabalhistas, pagando menos impostos. Para o CEO da Gateware, Francisco Ferreira, esse é mais um destaque. “Além dos ganhos fiscais, a empresa contratante não aumenta o custo da folha de pagamento. Como se tratam de projetos, apresentamos pessoas especializadas com culturas de outras empresas que já passaram por situações semelhantes e necessidades diferentes que agregam valor onde chegam”, explica o CEO.

Nova plataforma de recrutamento da empresa curitibana de TI

A nova plataforma de oferta de vagas da Gateware oferece aos candidatos um site interativo leve e de fácil utilização. Das 60 vagas disponíveis, o maior número é para desenvolvedores em diversas linguagens, e mais de 10 vagas são para GMO. “A gestão de mudanças organizacional é nossa menina dos olhos, uma especialidade da Gateware. Buscamos profissionais voltados para a comunicação e o treinamento”, indica Karla. E ela finaliza: “Precisamos de pessoas com garra e vontade de aprender no nosso dinâmico ambiente de trabalho.”

Porks inaugura na Av. Salgado Filho com 200 chopes grátis neste sábado

Além do chope grátis para os primeiros 200 clientes, o bar vai transmitir a final da Libertadores

Sucesso em todo o país, o Porks – Porco & Chope, franquia de pubs especializada em carne suína, vai inaugurar uma nova loja em Curitiba, desta vez na principal avenida do bairro Uberaba, a Senador Salgado Filho, neste sábado, dia 27 de novembro. Para marcar a abertura da unidade, a casa preparou uma ação bem especial: vai distribuir gratuitamente 200 Chopes Pilsen (300ml).

Para participar da promoção é bem fácil. A partir das 15h, os 200 primeiros clientes que chegarem no local receberão uma senha que dará direito a 1 Chope Pilsen (300ml), limitado a um copo por pessoa. A nova unidade da rede Porks contará, ainda, com 12 torneiras de chope artesanal, com rótulos de cervejarias locais e nacionais, com valores a partir de R$ 8.

Além do chope grátis, a unidade vai transmitir a final da Libertadores da América, entre Palmeiras e Flamengo, a partir das 17h, em duas TVs na área externa do bar. Após o jogo, Lely Quinn e seu duo farão uma apresentação ao vivo com um repertório recheado de hits dos anos 70, 80 e 90 do pop e do rock internacional. Para finalizar, o público poderá se deliciar com diversas opções de sanduíches e petiscos que têm carne de porco como grande estrela, com preços a partir de R$ 12.

A unidade Porks – Salgado Filho vai funcionar a partir de amanhã, dia 27 de novembro, na Av. Senador Salgado Filho (nº 3846), no bairro Uberaba. Mais informações no perfil oficial da unidade no Instagram (@porkssalgadofilho).