Prefeitura de Curitiba lança serviço de resgate de animais em risco nas ruas

A Unidade de Resgate Animal, parte dos serviços de apoio do Centro de Referência para Animais em Situação de Risco (Crar), na CIC, já está em funcionamento. A ambulância foi entregue oficialmente à comunidade na tarde desta segunda-feira (30/9), na abertura da Semana de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba.

O evento, que contou com a participação de mascotes resgatados e do cão Duke, da Guarda Municipal, também marcou a segunda etapa da campanha publicitária de adoção e guarda-responsável e a entrega do primeiro lote de rações do Banco de Ração da Prefeitura a ONGs da causa animal.

“Acredito que sejamos a primeira cidade do Brasil a ter esse nível de atenção aos animais”, disse o prefeito Rafael Greca, lembrando, ainda, das 37 mil cirurgias já realizadas pelo Programa Municipal de Castração Gratuita desde a metade de 2017.

O vice-prefeito Eduardo Pimentel também participou da solenidade.

Unidade móvel

O veículo entregue nesta segunda-feira (30/9) vai funcionar no atendimento de emergência a cães e gatos em situação de rua acidentados e em situação de risco nas vias e logradouros públicos. Todos os animais atendidos pelo novo serviço serão também identificados e castrados.

O atendimento acontece no Crar e nos hospitais universitários veterinários que têm parceria com o município.

No Centro de Referência, pelo contrato dos serviços de apoio, serão feitas a limpeza de instalações, manejo de rotina e intensificação na promoção da adoção dos animais alojados. O serviço prevê, ainda, o recolhimento de animais agressivos em vias públicas.

Avanço na proteção

Para a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, os resultados que a Prefeitura vêm conseguindo são fruto de um trabalho sério e comprometido com a causa animal.

“Nada seria possível sem a determinação do nosso prefeito e o apoio das vereadoras, dos protetores, ONGs, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente”, lembrou, ao destacar todo o avanço em prol da causa animal na cidade.

Além das 37 mil castrações, já foram feitos mais de 7 mil atendimentos nas avaliações clínicas gratuitas, 4 mil denúncias de maus-tratos fiscalizadas com apoio da DPMA com 600 animais apreendidos.

Adoção de animais

A tarde desta segunda-feira (30/9) teve ainda o lançamento da segunda etapa da campanha de adoção de animais do município, apresentada pela superintendente da Secretaria da Comunicação, Juliana Midori. Animais resgatados pelo município terão suas fotos estampadas no mobiliário urbano.

“Precisamos reforçar que um amigo se encontra, não se compra. Seja no Crar ou nas ONGs e protetores parceiros”, reforçou Juliana.

Estiveram presentes as vereadoras Fabiane Rosa e Katia Dittrich; o delegado da DPMA, Matheus Laiola.

E representantes das ONGs Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba, Associação Beneficente Salva Bicho Curitiba, Instituto Fica Comigo, Associação do Amigo Animal, Associação Projeto Ajudei, Associação Somos Amigos dos Animais, Associação Amigo Guaipeca e Associação Adote com Consciência.

Programação intensa

O evento, realizado no Salão Brasil, na sede da Prefeitura, marcou ainda o início de uma série de atividades de sensibilização para a guarda responsável de animais em comemoração à Semana da Proteção Animal, instituída pela Lei 15.204/2018.

Entre as atrações, estão atividades com alunos da rede municipal de ensino no Crar e no Zoológico de Curitiba. O público em geral pode participar de outras atividades de sensibilização e feiras de adoção – uma em parceria com o Governo do Estado, no Parque Barigui; e a da Festa de São Chiquinho, na Praça Santa Filomena, na Rua Augusto Stresser, no bairro Hugo Lange.

Confira a programação completa

2/10 (quarta-feira)
“O Zoo que você não vê” – visitação especial ao Zoo com abordagem sobre guarda responsável de animais silvestres e combate ao tráfico de animais, com alunos do 3°ano da Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo – Manhã.

4/10 (sexta-feira)
Atividade Educativa “Dias dos Animais” – abordagem sobre Conservação da Fauna e Proteção Animal aos visitantes do Zoo de Curitiba. Das 9h às 16h30.

5/10 (sábado)
Paraná Pet Amigo – atividades educativas para a guarda responsável de animais, microchipagem gratuita e promoção da adoção de cães. Parceria com o Governo do Estado do Paraná / SEDEST. No Parque Barigui, das 10h às 16h.

5/10 (sábado)
Atividades educativas para a guarda responsável de animais e microchipagem gratuita no evento de adoção “Festa de São Chiquinho”. Na Praça Santa Filomena (Rua Augusto Stresser, 1811-1841 – Hugo Lange), das 10h às 16h.

5/10 (sábado)
Dia das Aves – atividades no Centro de Educação Ambiental do Zoo de Curitiba, incentivando a guarda responsável de aves e o combate ao tráfico de animais silvestres.

5 e 6/10 (sábado e domingo)
Acantonamento Ecológico – alunos da Escola Municipal Doutor Guilherme Lacerda Braga Sobrinho, com programação especial com ênfase na guarda responsável de animais.

 

via: Prefeitura de Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leão do Zoológico de Curitiba morreu na manhã desta segunda-feira

O Zoológico de Curitiba amanheceu triste nesta segunda-feira (3/8). O leão Simba, que chegou ainda filhote ao zoo há 18 anos e já havia ultrapassado a expectativa de vida da espécie fora da natureza, morreu nesta manhã com sinais de senilidade.

De acordo com as informações da equipe técnica, recentemente o animal vinha apresentando problemas nas articulações, tinha dificuldade para se locomover e estava sob medicação para dor. 

“Leões vivem 13 anos na natureza e dificilmente ultrapassam os 18 quando estão fora dela, como aconteceu com o Simba”, lembrou o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edson Evaristo. 

Simba marcou presença no Zoo de Curitiba por bastante tempo e, como um dos moradores prediletos do local, ajudou a equipe de Educação para a Conservação da Fauna a ensinar diversos curitibinhas como ninguém.

Em março deste ano, foram comemorados os 18 anos da chegada dele ao zoo, ainda filhote. Ele foi resgatado de uma residência, onde era tratado como animal de estimação, em condições nada adequadas para a espécie. 

“Ele foi entregue para os cuidados da nossa equipe bastante debilitado, com problemas metabólicos e dermatológicos severos e se recuperou de modo admirável”, observou Evaristo.    

Simba deixa as filhas Leona e Nala, leoas que já nasceram fora da natureza e completam 14 anos em outubro deste ano.

“Não dava para ver nada na pista”, disse motorista que passou minutos antes pelo local do acidente

O grave acidente que aconteceu nesta noite de domingo, em frente ao Motel Lenoage – na BR-277, causou 30 vitimas ao total, 7 mortos e o restante feridos. INFORMAÇÃO ATUALIZADA LOGO ABAIXO

Entramos em contato com Henrick Loyola, colaborador aqui do Portal, e nos disse que passou pelo local minutos antes da primeira batida da tragédia. Às 22h09 sua esposa entrou em contato, via telefone, com a concessionária da BR-277 e alertou sobre a situação da fumaça. “Não dava para ver nada na pista. A fumaça era muito densa. Carro com luz acesa normalmente e não conseguíamos ver nada antes de meio metro à nossa frente” – disse Henrick.

Segundo relatos, o acidente aconteceu por volta das 22h30.

Ao todo o acidente fez 30 vítimas. Dessas 30 vítimas, 7 morreram no local. Duas vítimas foram socorridas em estado grave. Cinco vítimas foram socorridas com lesões sem risco de morte e 16 pessoas sofreram ferimentos leves.

Plantão 190

FOTO: BANDA B