Paraná vai antecipar campanha contra pólio e multivacinação

O início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação no Paraná será antecipada para o dia 28 deste mês, uma semana mais cedo que os demais estados que farão as campanhas de 05 a 30 de outubro.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira (18) pela Secretaria de Estado da Saúde, e o objetivo é atualizar a Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente menores de 15 anos de idade.

“O Paraná está ampliando o período das campanhas para que os pais tenham mais oportunidade de levar os filhos aos locais de vacinação. Antecipamos o início mas seguiremos até o dia 30 de outubro, conforme o calendário nacional”, disse o secretário da Saúde, Beto Preto. “Entendemos que durante a pandemia as ações de imunização devem ser reforçadas, pois as vacinas protegem contra várias doenças e salvam vidas”, acrescentou.

Segundo a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes, serão duas campanhas em uma. “Faremos uma grande ação que envolverá profissionais da Vigilância Epidemiologia e da Atenção Primária”, disse.

De acordo com a diretora, a estratégia visa a atualização da caderneta de vacinação das crianças paranaenses. “Neste período de pandemia, muitos pais deixaram de levar os filhos nos postos, então este é o momento de deixar em dia a situação vacinal”, afirmou.

CAMPANHAS – A Campanha Nacional de Multivacinação oferta vários tipos de vacinas para crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, como BCG, que previne as formas graves de tuberculose;  pentavalente,  que protege contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e influenza B;  rotavírus humano, contra a diarreia;  pneumocócica 10 , contra a pneumonia meningite e otite;  meningocócica C e ACWY, que previne contra meningites; tríplice viral, contra sarampo, caxumba e rubéola; vacina contra a varicela; vacina HPV, que previne alguns tipos de câncer em jovens;  vacinas da hepatite A e hepatite B e ainda a vacina contra a febre amarela.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite é dirigida a crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade. A população estimada no Paraná é de 583.962 crianças e a meta é atingir o índice de 95% de cobertura vacinal. Esta vacina é oral, com a aplicação de duas gotas em cada criança.

O Paraná não registra casos de pólio desde 1987, e o Brasil desde 1990. Em 1994 o país recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem.

LOGÍSTICA – Até o dia 25, os municípios deverão organizar as estratégias locais de vacinação e para isso contam com o Plano de Vacinação para a Campanha Multivacinação e VOP (Vacinal Oral contra a Poliomielite), elaborado pela Divisão do Programa Estadual de Imunização, além de apoio e orientação da equipe técnica da Secretaria da Saúde.  

A recomendação é para que os municípios organizem as campanhas em ambientes amplos e de fácil acesso e que intensifiquem a divulgação junto à comunidade.

“Antecipamos e ampliamos o período da vacina para facilitar e ida dos pais até os locais estabelecidos em cada cidade”, disse Maria Goretti David Lopes. Segundo ela, os municípios estarão abastecidos com as doses e insumos e a meta é aumentar o índice de cobertura vacinal do Estado, chegando a 90% e 95%, dependendo de cada vacina, como preconiza o Ministério da Saúde.

A antecipação da data foi confirmada após reunião entre diretoria e equipe técnica da Secretaria da Saúde, representantes das 22 regionais de Saúde, representantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e dos Conselhos Regionais de Secretários Municipais de Saúde (Cresems).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Briga de irmãs paranaenses em aniversário vira chuva de memes na internet: veja vídeo

As imagens, gravadas e divulgadas pela tia das crianças, foram parar nos assuntos mais comentados da web

Um vídeo que mostra uma briga de irmãs durante uma festa de aniversário em Pato Branco (PR) viralizou nas redes sociais na noite dessa segunda-feira (19/10). Nas imagens, a menina mais nova, Maria Eduarda, de 3 anos, estava prestes a soprar as velas do bolo quando a mais velha, Maria Antônia, de 6, estragou os planos dela. O desfecho do episódio foi uma chuva de memes na internet.

Com cara de “poucos amigos”, Maria Antônia resolve soprar a vela antes da irmã, que deveria ser a protagonista do momento. Irritada, a aniversariante vai para cima e puxa os cabelos dela por duas vezes. Os convidados apartaram a briga.

Veja o vídeo:

Informações Banda B.

Universidades estaduais do Paraná conquistam nota máxima no Enade

Cerca de 80% dos cursos das Universidades Estaduais do Paraná conquistaram as melhores notas na última edição do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), divulgado nesta terça-feira (20) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A prova avalia o conhecimento dos estudantes do último ano dos cursos de graduação sobre o conteúdo programático, suas habilidades e competências. O conceito do Enade é apresentado em cinco categorias (de 1 a 5), sendo que 1 é o resultado mais baixo e 5 é o melhor resultado possível, na área.

Dos 81 cursos das universidades estaduais avaliados pelo Enade, 17 obtiveram conceito 5; 47 foram avaliados com nota 4 e 17 tiveram nota 3. “O resultado do Enade comprova a qualidade constante dos cursos de graduação das nossas universidades estaduais, formando cada vez mais profissionais e pesquisadores qualificados”, destacou o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

CURSOS – Os cursos com a nota máxima da Universidade Estadual de Maringá (UEM) foram Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Agronomia e Medicina no campus de Maringá, além de Engenharia Civil no campus de Umuarama.

Na Universidade Estadual de Londrina (UEL) o destaque foi para os cursos de Engenharia Civil, Agronomia, Fisioterapia, Enfermagem e Medicina Veterinária.

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) se destacou nos cursos de Agronomia, Engenharia Civil e Farmácia. Já na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) os bacharelados em Agronomia, Medicina Veterinária e Educação Física foram os melhores classificados. O curso de Farmácia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) também conquistou nota máxima.

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e a Universidade Estadual do Paraná (Unespar) somaram 5 cursos com conceito 4, entre eles Agronomia, Medicina Veterinária, Odontologia e Educação Física na UENP e Enfermagem na Unespar.

ÁREAS AVALIADAS – A prova, aplicada em 2019, avaliou o conhecimento de estudantes de Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Zootecnia e Odontologia.

Informações AEN.