Paraná tem mais 2.206 casos confirmados de Covid-19 e 41 óbitos

Em boletim emitido nesta sexta-feira (18), a Secretaria de Estado da Saúde divulga mais 2.206 casos confirmados de Covid-19 e 41 mortes em decorrência da doença.

A Saúde informa que foram computados mais 2.278 casos confirmados retroativos do período entre 01 de junho e 16 de dezembro. Destes, 697 são casos de Curitiba que foram incluídos com a integração entre o sistema municipal e o sistema próprio do Estado (Notifica Covid-19). Os casos estavam em investigação em aberto e foram encerrados como confirmados e automaticamente atualizados no sistema.

Os diagnósticos divulgados no boletim desta sexta-feira são: 34 de junho, 15 de julho, 8 de agosto, 5 de setembro, 12 de outubro, 342 de novembro e 4.068 de dezembro (entre os novos e retroativos).

Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 367.857 casos e 7.153 mortos em decorrência da doença.

INTERNADOS – Nesta sexta-feira há 1.628 pacientes com diagnóstico confirmado internados. São 1.282 pacientes em leitos SUS (642 em UTI e 640 em enfermaria) e 346 em leitos da rede particular (137 em UTI e 209 em enfermaria).

Há outros 1.794 pacientes internados, 436 em leitos UTI e 1.358 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – Os 41 pacientes que faleceram são 15 mulheres e 26 homens, com idades que variam de 28 a 91 anos. Os óbitos ocorreram entre 2 e 18 de dezembro.

Os pacientes residiam em Maringá (6), Paranaguá (4), Curitiba (3), Campo Largo (2), Castro (2), Foz do Iguaçu (2), Paiçandu (2). A Secretaria da Saúde registra, ainda, a morte de uma pessoa em cada um dos municípios de Antonina, Arapongas, Cafelândia, Cambé, Campina Grande do Sul, Cerro Azul, Chopinzinho, Cornélio Procópio, Floresta, Guarapuava, Imbituva, Matelândia, Palmas, Pérola, Pinhais, Santa Isabel do Ivaí, Santa Mariana, São Jerônimo da Serra, São José dos Pinhais e Umuarama.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Saúde registra 2.918 casos de residentes de fora, 60 pessoas foram a óbito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vídeo: Mulher cai da bicicleta após homem passar a mão no corpo dela no Paraná

Uma ciclista ficou ferida após cair na rua ao ser vítima de importunação sexual enquanto pedalava, em Palmas, na região sul do Paraná, no domingo (26).

Uma câmera de monitoramento registrou o momento em que um carro se aproximou da ciclista e, na sequência, o carona passou a mão no corpo dela. Com isso, a vítima caiu no chão.

Após o ocorrido, a vítima Andressa Lustosa registrou um boletim de ocorrência e procurou pelas câmeras de monitoramento na região para entender o que havia acontecido.

Em entrevista ao Encontro, Andressa disse que percebeu que o acidente aconteceu porque tinha sido tocada pelo suspeito. Ela publicou as imagens nas redes sociais e pediu ajuda da população para identificar os envolvidos.

“Eu acho que está na hora de alguém tomar uma atitude. A gente não está aguentando mais esse tipo de situação. É humilhante nós mulheres não podermos sair na rua para fazer uma atividade física. Você não pode sair na rua por medo. O que é isso? Em pleno século XXI, é triste. Não é normal isso”, disse.

A estudante disse que está bem, mas ficou com alguns ralados. Conforme a Polícia Civil, a princípio, o caso é investigado como importunação sexual e lesão corporal. Andressa prestou depoimento à polícia, e fará exame de corpo de delito por causa das lesões.

O suspeito de passar a mão na jovem, que estava no banco do caroneiro, foi preso, de acordo com a Polícia Civil.

Conforme a polícia, o outro suspeito também foi identificado, mas não havia sido preso até a última atualização desta reportagem.

As informações são do G1 Paraná

Brasil tem 145 milhões de vacinados com ao menos uma dose contra Covid-19

A quantidade de vacinados com duas doses ou dose única de vacinas contra a covid-19 no Brasil chegou nesta segunda-feira, 27, a 87.436.784, o que corresponde 40,99% da população. Enquanto isso, 145.005.445 pessoas, o equivalente a 67,98% do total, receberam ao menos uma dose.

Nas últimas 24 horas, o País registrou a aplicação de 1.274.474 doses de vacinas contra a covid-19. Foram administradas 468.526 primeiras doses, 742.328 segundas doses, 1.752 doses únicas e 61 868 terceiras doses. Os dados são reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Proporcionalmente, São Paulo segue como o Estado que mais vacinou com primeira dose, com 78,70% dos habitantes parcialmente imunizados contra a covid-19. Já o Mato Grosso do Sul tem a maior porcentagem da população completamente vacinada: 55,94% do total. São Paulo está logo atrás, com 54,63%.