Paraná começa a testar passageiros no Aeroporto Internacional Afonso Pena

O Governo do Paraná iniciou nesta quarta-feira (2) uma ação de testagem por antígeno para Covid-19 em passageiros que desembarcam no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A ação conta com apoio da Infraero, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), parceiro estratégico do Estado em testagem.

A ação no Afonso Pena seguirá até sábado (5), das 10h às 15h, período que concentra maior chegada de voos nacionais e internacionais. No primeiro dia da ação, foram realizados 95 testes, com um resultado positivo. O passageiro, de voo nacional, recebeu equipamento de proteção individual e ficará em isolamento, de acordo com o protocolo da ação.

“A estratégia de rastreio da transmissibilidade vem dando certo no Paraná, que se destaca como o estado que mais testa no Brasil proporcionalmente, com mais de 2,7 milhões de testes do padrão que a Organização Mundial da Saúde orienta realizados desde o início da pandemia”, afirmou o secretário estadual da saúde, Beto Preto.

“A testagem é voluntária”, explicou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa, Maria Goretti David Lopes. “O IBMP, parceiro nesta ação, nos cedeu mil testes por antígeno para realizar essa campanha”.

Para fazer o teste o passageiro deve preencher um formulário, indicando origem do voo e possíveis conexões, dados pessoais e endereço de residência ou do local que permanecerá no Paraná, caso esteja em trânsito.

Em caso de resultado positivo no teste, o que é constatado em poucos minutos, a pessoa será encaminhada para uma segunda coleta, ainda no aeroporto, do tipo RT-PCR. “O segundo teste será por PCR, que é o padrão ouro, para confirmar a condição do passageiro. Porém, já diante do primeiro resultado positivo, ele assinará um termo de compromisso de isolamento imediato. Todos estes protocolos são informados antes da testagem”, disse a diretora.

PARCERIA 

A ação é uma iniciativa da Sesa, que também já deu início à vacinação contra a Covid-19 dos profissionais dos setores aéreo e aeroportuário. A Anvisa participa deste trabalho com todo apoio de vigilância e a Infraero, responsável pelo terminal, cedeu o espaço físico e fará o descarte do material biológico utilizado na testagem.

“A Infraero está apoiando a campanha de imunização junto às Secretarias de Saúde e seguindo suas diretrizes para o combate à contaminação da Covid-19 em seus aeroportos. A empresa está à disposição para colaborar com medidas adicionais julgadas necessárias pelos órgãos sanitários dos estados e municípios”, disse o superintendente da Infraero no Aeroporto Internacional Afonso Pena, Antônio Pallu.

O diretor-presidente do IBMP, Pedro Ribeiro Barbosa, parabenizou a ação e disse que o Instituto está à disposição para mais campanhas que contribuam para o controle da pandemia. “O IBMP mais uma vez se sente comprometido e por isso nosso apoio com o fornecimento dos testes rápidos. É mais uma contribuição para que o Paraná mantenha a condição de estado que mais testa”, afirmou o diretor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba tem menor número de casos ativos de covid-19 em 538 dias

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba registrou, nesta terça-feira (7/12), 996 casos ativos de covid-19, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. A última vez que a cidade registrou índice menor foi em 18 de junho de 2020, há 538 dias atrás. 

A SMS também confirmou 44 novos casos da doença e o óbito de um homem de 65 anos, que aconteceu nas últimas 48 horas.

Até o momento foram contabilizadas 7.803 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

Com os novos casos confirmados, 298.774 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 289.975 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

Leitos do SUS

Nesta terça-feira (7/12), a taxa de ocupação dos 120 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 está em 28%. Restam 87 leitos livres.

A taxa de ocupação dos 114 leitos de enfermarias SUS covid-19 está em 25%. Há 86 leitos vagos. 

A SMS esclarece que os dados da ocupação de leitos em Curitiba são dinâmicos, com alterações ao longo do dia.

Números da covid-19 em 7 de dezembro

44 novos casos confirmados
1 novo óbito nas últimas 48h

Números totais

Confirmados – 298.774
Casos ativos – 996
Recuperados – 289.975
Óbitos – 7.803

Barroso pede manifestação do governo sobre passaporte da vacina

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Barroso concedeu nesta segunda-feira (6) prazo de 48 horas para que o governo federal se manifeste sobre uma ação judicial que pede a obrigatoriedade de quarentena e comprovação de vacinação contra a covid-19 para quem entra no país.

A ação, protocolada pela Rede Sustentabilidade, chegou ao Supremo no dia 26 de novembro e foi distribuída para o ministro, que é o relator do caso. A legenda pretende tornar obrigatória a adoção de recomendações feitas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Determino a oitiva das autoridades das quais emanou a Portaria nº 658/2021, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, tendo em vista a aproximação do recesso. Transcorrido o prazo, os autos devem retornar à conclusão, para apreciação das cautelares”, despachou Barroso.

De acordo com a Anvisa, a política brasileira para fronteiras deveria ser revista, com o estabelecimento da cobrança de prova de vacinação para turistas e outros viajantes que desejam entrar no país de avião ou por via terrestre, em combinação com protocolos de testagem.