Paraná chega a 176 mil novos empregos em 2021, quarto melhor resultado do País

Com saldo de 176.570 vagas com carteira assinada, o Paraná é o quarto estado brasileiro que mais gerou empregos em 2021. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), publicado nesta terça-feira (30) pelo Ministério do Trabalho e Previdência. À frente do Paraná, estão apenas São Paulo (812.484), Minas Gerais (300.660) e Santa Catarina (187.147). O acumulado leva em consideração as vagas formais abertas entre janeiro e outubro.

“O Paraná se aproxima do fim do ano mostrando uma recuperação econômica exemplar após a pandemia, com os setores de comércio e serviços se fortalecendo a cada mês. Essa é a prova de que o nosso Estado une forças para criar a melhor política pública de desenvolvimento que existe, que é a geração de emprego e renda”, celebrou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Somente no mês de outubro, o saldo registrado foi de 15.747 vagas. É o sexto do País em números absolutos, ficando atrás de São Paulo (76.952), Minas Gerais (21.327), Rio de Janeiro (19.703), Rio Grande do Sul (19.478) e Santa Catarina (17.713).

A alta no mês foi puxada pelos setores de serviços, com saldo de 6.800 vagas, e de comércio, com 5.171 vagas. Na sequência, estão a indústria (3.723) e os setores de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (219). O único setor em baixa no período foi o de construção civil, com saldo negativo de 166 vagas.

ALTA CONSECUTIVA – O bom resultado acumulado é consequência de uma performance positiva do Paraná ao longo de todos os meses do ano. Considerando os ajustes aplicados pelo Caged, foram 25.154 vagas abertas em janeiro, 41.388 em fevereiro, 10.549 em março, 9.697 em abril, 15.521 em maio, 15.478 em junho, 13.925 em julho, 21.826 em agosto, 15.059 em setembro e 15.747 em outubro.

O secretário estadual de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, ressalta que os números demonstram um alinhamento exemplar entre o Governo do Estado e o setor privado para promover políticas de geração de emprego. “Nossa gestão está comprometida em gerar mais oportunidades. De um lado fomentamos a criação de novas vagas através de diferentes iniciativas. De outro, fazemos a ponte com a empresa através das agências do trabalhador. Assim, movimentamos a economia do nosso Estado”, afirmou.

MUNICÍPIOS – As vagas geradas no mês de outubro mostram uma descentralização dos polos produtivos através de uma performance geral positiva em diferentes regiões do Estado. Dos 399 municípios paranaenses, 264 apresentaram saldo positivo — o equivalente a 66,2% do total.

Os principais geradores de emprego no período foram Curitiba (3.645), Maringá (1.064), Londrina (959), Foz do Iguaçu (745), Cascavel (563), Toledo (482), Pinhais (409), São José dos Pinhais (404), Matelândia (341) e Guarapuava (328). Dentre os demais municípios, 17 tiveram saldo zero e outros 118 apresentaram saldo negativo.

DADOS NACIONAIS – Assim como no Paraná, o emprego formal cresceu no Brasil pelo décimo mês consecutivo. Segundo o Caged, o saldo do mês de outubro em todo o País foi de 253.083 vagas. Já o acumulado dos dez meses do ano chega a 2.645.974 vagas.

Nos últimos 12 meses, o saldo ficou positivo em 2.862.988 empregos, variação de +1,36%. Assim como no acumulado do ano, os últimos 12 meses tiveram crescimento maior do que no período anterior. Em 2018, o saldo tinha ficado positivo em 286.121 vagas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cinco dicas para começar seu 2022 com novo estágio

Férias, praia e descanso em janeiro? Só que não para boa parte dos estudantes paranaenses. Esses devem aproveitar as primeiras semanas de 2022 para buscar vagas de estágio. Segundo o Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE/PR), a procura por emprego entre jovens com idade igual ou superior a 16 anos deverá contar com mais de 4 mil vagas em todo o estado, sendo cerca de 2,2 mil oportunidades de estágio somente em Curitiba e Região Metropolitana.

De acordo com o CIEE/PR, todas as áreas de cursos técnicos, médio e superior, possuem diversas vagas abertas. No entanto, o maior número de oportunidades se concentra nos setores de Pedagogia, Administração, Tecnologia da Informação e Marketing.

Para auxiliar na busca por essas vagas, separamos cinco dicas para você começar o seu 2022 com um novo emprego. Confira:

1.Prepare seu currículo

Caso você ainda não possua um currículo, esse deve ser o primeiro passo, que, inclusive, deverá ajudá-lo na percepção de você mesmo. Inclua dados como nome completo, idade, e-mail, telefone e, até mesmo, endereço de suas redes sociais (muitas empresas fazem buscas na internet para conhecer seus potenciais candidatos).

Concluída a fase dos dados pessoais, crie um curto resumo sobre você e trace um objetivo profissional, algo como “desejo atuar na área de logística, aprimorando as minhas habilidades comerciais e ganhando experiência em um segmento no qual pretendo aprofundar meus conhecimentos”.

2.Procure vagas com o seu perfil

De acordo com a coordenadora da Central de Atendimento ao Estudante do CIEE/PR, Fernanda Ortiz, se você ainda não possui uma experiência profissional (o que corresponde à grande parcela dos candidatos a vagas de estágio), cite cursos de capacitação dos quais já participou, assim como trabalhos voluntários, workshops e palestras, e até mesmo atividades informais, como ajudar no pequeno negócio da família. “Para realização de estágio, não é exigida experiência profissional, então, o candidato não deve se preocupar com isso na hora de buscar as vagas. É preciso focar somente nas oportunidades que condizem com o seu perfil”, explica Ortiz.

3.Não perca tempo!

A coordenadora ressalta também que mesmo que se trate de um período de férias para os estudantes, o início do ano geralmente é a época escolhida pelas empresas para reposição dos estagiários que se formaram no fim do ano passado. “O número de vagas tende a aumentar bastante nesse período e, devido ao recesso das instituições de ensino, alguns estudantes deixam para procurar estágio a partir do início das aulas. No entanto, as oportunidades já estão sendo abertas pelas empresas para realização de entrevistas”, afirma a coordenadora do CIEE/PR

4.Capacitação é o caminho

Não fique parado. Mesmo durante o processo de inscrição e seleção de vagas que condizem com seu perfil, procure por cursos on-line e presenciais que possam auxiliá-lo em sua trajetória profissional. O próprio CIEE/PR conta com cursos livres, no formato on-line (EAD) e presencial, que contribuem para a formação de jovens e com certificação após a conclusão. Os cursos são variados e tratam de temas como comunicação eficaz, empreendedorismo, desenvolvimento da criatividade, como ter sucesso em processo seletivo entre outros. No site do CIEE/PR é possível encontrar mais informações sobre as opções disponíveis clicando em “Cursos Livres”. 

5.Tenha paciência!

Muitas vezes, a busca por um emprego pode ser cansativa e frustrante, ainda mais para os jovens e candidatos de primeira viagem. Por isso, tenha paciência e não desista ao primeiro revés. Continue a buscar oportunidades e capacitações para que você não seja surpreendido ao ter sucesso nos processos seletivos. “As empresas buscam estudantes com bom relacionamento interpessoal, boa comunicação, que sejam proativos e comprometidos com a instituição em que realizarão o estágio. Por isso, foque nessas qualidades e confie no seu potencial”, completa Fernanda Ortiz.

Vagas no CIEE/PR

As vagas de estágio do programa oferecido pelo CIEE/PR são para diferentes níveis de escolaridade e voltadas para jovens que tenham a partir de 16 anos completos. O estudante precisa estar matriculado regularmente no Ensino Médio, Técnico ou Superior. Os interessados podem consultar as vagas disponíveis e fazer o cadastro no site do CIEE/PR, ou ainda, conseguir informações pelo telefone (41) 3313-4300, para moradores de Curitiba e Região Metropolitana e 0800 300 4300 para demais cidades do estado.

Sobre o CIEE/PR

Há mais de 54 anos, o Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE/PR) atua para promover a integração dos jovens ao mercado de trabalho. Por meio de programas de estágios e aprendizagem, cursos de capacitação e cidadania e programas sociais, a instituição contribui para o desenvolvimento econômico e social do Estado. Com 39 unidades operacionais distribuídas em todas as regiões do Paraná, o CIEE/PR tem uma média mensal de 25 mil estagiários e 5 mil aprendizes, e já recebeu cerca de 30 títulos de Utilidade Pública. Está registrado nos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente em mais de 112 municípios e tem como um de seus propósitos trabalhar para fortalecer o desenvolvimento humano e social.

Paraná registra o maior número de novos casos de Covid-19 dos últimos 10 meses em um mesmo boletim

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta terça-feira (18) mais 23.870 casos confirmados e 21 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Um número de novos casos maior do que esse foi registrado apenas em 7 de março do ano passado, quando o boletim apontou 44.967 novos diagnósticos da doença. Os dados deste novo boletim são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas, que são de 16.809 casos e três óbitos. 

O monitoramento da Covid-19 mostra que o Paraná soma 1.721.264 casos confirmados e 40.727 mortos pela doença.

Os casos divulgados nesta data são de janeiro (22.499) de 2022; dezembro (113), novembro (49), outubro (90), setembro (159), agosto (218), julho (66), junho (83), maio (76), abril (49), março (85), fevereiro (29) e janeiro (34) de 2021; e dezembro (83), novembro (128), outubro (28), setembro (26), agosto (26), julho (24), junho (3), maio (1) e abril (1) de 2020.

Os óbitos são de março (3), abril (4) e dezembro (2) de 2021 e janeiro (12) de 2022.

Internados

68 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados em leitos SUS (27 em UTIs e 41 em leitos clínicos/enfermaria) e nenhum em leitos da rede particular (UTI ou leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 856 pacientes internados, 305 em leitos de UTI e 551 em enfermarias, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Mortes

A Sesa informa a morte de mais 21 pacientes. São sete mulheres e 14 homens, com idades que variam entre 38 e 92 anos. Os óbitos ocorreram entre 25 de março de 2021 e 18 de janeiro de 2022.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Curitiba (6), Ponta Grossa (2), Maringá (2), Umuarama, Rosário do Ivaí, Pontal do Paraná, Pinhais, Pato Branco, Londrina, Ibiporã, Curiúva, Borrazópolis, Araucária e Almirante Tamandaré.

O monitoramento da Sesa registra 8.301 casos de residentes de fora do Estado – 224 pessoas foram a óbito.

Monitoramento

A Sesa está monitorando a situação epidemiológica do Paraná e o crescimento no número de casos diários divulgados pela pasta. A Secretaria reforça que as medidas de prevenção como uso de máscaras, lavagem das mãos e uso do álcool em gel permanecem sendo necessárias, juntamente com a continuidade da vacinação contra a Covid-19.