O que fazer antes de ir ao cinema

O que fazer antes de ir ao cinema

O que fazer antes de ir ao cinema

O que fazer antes de ir ao cinema

Aquela passadinha pelas lojas Americanas! Hhuaehuahuehuaeaeha

0 Comments

  1. Na verdade o que os cinemas fazem é crime pois caracteriza "venda casada", alguém precisava colocar eles na justiça pra acabar com essa palhaçada.

  2. Na verdade o que os cinemas fazem é crime pois caracteriza "venda casada", alguém precisava colocar eles na justiça pra acabar com essa palhaçada.

  3. não rouboe nunca roubei, mas sou farofeira mesmo, pagar 10 reais na pipoca murcha do cinema? prefiro passar na americanas e comprar mais barato por muito mais coisas hehe

  4. na vdd n caracteriza venda casada porque não é proibido levar comida que não é do cinema, só q ninguem sabe disso. No tribunal pediriam para mostrar a foto da placa que indica a proibição, nunca fui barrado por levar comida da americanas e digamos que é uma coisa bem frequente…

  5. Já fiz desta mas agora parece que eles não barram a entrada com sacola das americanas no cinema! Mas por precaução coloco o salgadinho, chocolate e a coca numa sacola retornável kkkkk…

  6. Já fiz desta mas agora parece que eles não barram a entrada com sacola das americanas no cinema! Mas por precaução coloco o salgadinho, chocolate e a coca numa sacola retornável kkkkk…

  7. Felipe Lukavei , para caracterizar venda casada não precisa ter uma placa dizendo que é obrigado a comprar comida do cinema em si, não estou falando no sentido de que eu ou alguém fosse processar o cinema, mas no sentido somente econômico, só o ato de não permitir a entrada com alimentos de fora já mostra isso. Eu já fui barrado na entrada do cinema por estar com comida que não sendo vendida pelo cinema, e é um saco isso. Muitos mercados fazem venda casada, só que na maioria das vezes a gente não percebe. No final, a gente que é consumidor tá sempre tomando na cabeça, hahhahahahahhhahahahha

  8. ai pessoa com "inteligentes" acham que o cara da foto está roubando e não ESCONDENDO, Pra não ser barrado no cinema… "Interpretação pra que?"

  9. ai pessoa com mais "inteligência" acha que o cara da foto está roubando e não ESCONDENDO, Pra não ser barrado no cinema… "Interpretação pra que?"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ingressos para os filmes do 9º Olhar de Cinema já estão à venda

O público já pode adquirir os ingressos para os filmes da programação do festival diretamente no site olhardecinema.com.br . Os ingressos têm preço único de R$5,00 e quem comprar dez ingressos ou mais ganha um desconto de 20% usando o cupom cinefilia20.

As sessões são sujeitas a lotação e os filmes poderão ser vistos apenas dentro do seu dia de exibição, das 6h da manhã até às 5h59 do dia seguinte e apenas dentro do território brasileiro.

As vendas por boleto só ficarão disponíveis até o dia 30 de setembro.

A programação completa já está disponível no site e no aplicativo do Festival. O aplicativo é gratuito e pode ser baixado na AppStore e no GooglePlay. Lá também é possível encontrar todas as atividade paralelas.

Sobre o Olhar de Cinema

O Olhar de Cinema é um festival que busca destacar e celebrar o cinema independente produzido no mundo. São propostas estéticas inventivas, envolventes e com comprometimento temático, que abrange desde a abordagem de inquietações contemporâneas acerca do micro universo cotidiano de relacionamentos, até interpretações e posicionamentos sobre política e economia mundial.

A seleção apresenta ao público filmes que se arriscam em novas formas de linguagem cinematográfica, que estão abertos ao experimentalismo e que, ainda assim, possuem um grande potencial de comunicação com o público.

Nesta edição, o Festival acontecerá de forma totalmente online, os filmes ficarão disponíveis diretamente no site do festival: www.olhardecinema.com.br. Ao todo, a programação terá sete mostras: Mostra Competitiva, Novos Olhares, Outros Olhares, Olhares Brasil, Exibições Especiais, Mostra Foco e Mirada Paranaense.

O 9º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Cinema conta com apoio da Copel, Governo do Estado do Paraná, Lojacorr, incentivo da Lei de incentivo à cultura, Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura de Curitiba e PROFICE.

SERVIÇO
9º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba
De 7 a 15 de outubro
No site do Olhar de Cinema
R$ 5 por filme

Dinâmica das sessões
Os filmes serão exibidos no próprio site do Olhar de Cinema. Cada título estará disponível por tempo limitado dentro da programação. A venda de ingressos para todas as sessões começa no dia 23 de setembro e o número de ingressos para cada filme é limitado. 

Confira os destaques do 9º Olhar de Cinema – Festival de Curitiba

O 9º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba acontece em um formato diferente este ano, de 7 a 15 de outubro. Ser online é uma novidade, mas a inspiração e o cuidado da seleção de filmes continuam os mesmos, com o diferencial de que nesta edição todo o país tem a oportunidade de conhecê-la. 

A Mostra Outros Olhares mescla em sua seleção longas e curtas-metragens ainda inéditos e filmes que já possuem uma trajetória em festivais e mostras internacionais recentes. São várias propostas, estilos, linguagens e abordagens feitos em torno de uma série de extremidades que reflete o mundo atual.

Fazem parte da seleção de longas-metragens os brasileiros inéditos O Índio Cor de Rosa, de Tiago Almeida, e A Flecha e a Farda, de Miguel Antunes Ramos, além de O Reflexo do Lago, que esteve na seleção Festival de Berlim. Da Berlinale também chegam o indiano Crônica do Espaço, de Akshay Indikar, a co-produção França, Bélgica e Burkina Faso, Traverser (Após a Travessia), dirigido por Joël Akafou, e o longa argentino Responsabilidade Empresarial, de Jonathan Perel. 

Do FIDMarseille chega a co-produção Eslovênia e República Tcheca, Oroslan, de Matjaz Ivanisin, do NY Film Festival vem Trouble, uma co-produção entre Estados Unidos e Reino Unido dirigida por Mariah Garnett e, por fim, o longa chileno Visão Noturna, dirigido por Carolina Moscoso Briceño.

Curtas de todos os lugares

A seleção de curtas-metragens também traz um recorte na nova produção brasileiro, com os títulos Manual do Zueiro Sem Noção, de Joacelio Batista; Memby, de Rafael Castanheira Parrode e Rafameia, de Mariah Teixeira e Nanda Felix. Representantes de vários outros países também estão na seleção, como Irã, Argentina, Camboja, Cuba e Rússia.

Sobre o Olhar de Cinema

O Olhar de Cinema é um festival que busca destacar e celebrar o cinema independente produzido no mundo. São propostas estéticas inventivas, envolventes e com comprometimento temático, que abrange desde a abordagem de inquietações contemporâneas acerca do micro universo cotidiano de relacionamentos, até interpretações e posicionamentos sobre política e economia mundial.

A seleção apresenta ao público filmes que se arriscam em novas formas de linguagem cinematográfica, que estão abertos ao experimentalismo e que, ainda assim, possuem um grande potencial de comunicação com o público.

Nesta edição, serão seis mostras: Mostra Competitiva, Novos Olhares, Outros Olhares, Olhares Brasil, Exibições Especiais e Mirada Paranaense.

O 9º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Cinema conta com apoio da Copel, Governo do Estado do Paraná, Ademilar, Lojacorr, incentivo da Lei de incentivo à cultura, Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura de Curitiba e PROFICE.

Confira a lista completa de selecionados para a mostra:

OUTROS OLHARES

Longas-metragens

Oroslan (Oroslan, Eslovênia, República Tcheca, 71 min.), de Matjaz Ivanisin

Responsabilidade Empresarial (Responsabilidad Empresarial. Argentina, 68 min.), de Jonathan Perel

Quem Tem Medo de Ideologia? (Who Is Afraid of Ideology?, Líbano, Siria, Curdistão iraquiano, 57 min.), de Marwa Arsanios;

Traverser (Após a Travessia) (Traverser [After the Crossing], França, Bélgica, Burkina Faso, França, Bélgica, Burkina Faso, 77 min.), de Joël Akafou;

Crônica do Espaço (Sthalpuran [Chronicle of Space], Índia, 86 min.) de Akshay Indikar;

Trouble (Estados Unidos, Reino Unido, 82 min.), de Mariah Garnett;

O Reflexo do Lago (Brasil, 80 min.), de Fernando Segtowick.

O índio Cor de Rosa (Brasil, 71 min.), de Tiago de Almeida.

A Flecha e a Farda ( Brasil, 90 min.), de Miguel Antunes Ramos.

Visão Noturna (Visión nocturna, Chile, 80 min.), de Carolina Moscoso Briceño

Curtas-metragens

Manual do Zueiro Sem Noção (Brasil, 16 min.) de Joacelio Batista;

Memby (Brasil, 15 min.) de Rafael Castanheira Parrode;

Rafameia (Brasil, 24 min.) de Mariah Teixeira, Nanda Felix;

Inner Self (Nahan, Irã, 15 min.) deMohammad Hormozi;

Playback. Ensaio de uma Despedida (Playback. Ensayo de una despedida, Argentina, 14 min.) de Agustina Comedi;

Alienígena (REONGHEE, África do Sul, 15 min.) de Jegwang Yeon;

Sonho Californiano (Soben California, Cambodja, 16 min.) de Sreylin Meas;

Garotas Crescem Desenhando Cavalo (Girls grow up drawing horses, EUA, 7 min.) de Joanie Wind;

Mary, Mary, So Contrary (Singapura, 15 min.) de Nelson Yeo;

As Chamas do Sol (Las llamas del sol, Espanha, 12 min.) de Pepe Sapena;

Botões Dourados (Zolotye Pugovitzi (The Golden Buttons), Russia, 19 min.), de Alex Evstigneev;

Os Meninos Lobos (Los niños lobos, Cuba, 18 min.) de Otávio Almeida;

Rio Solitários (Lonely Rivers, Espanha, França, 28 min.) de Mauro Herce.

SERVIÇO


9º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba

De 7 a 15 de outubro

No site do Olhar de Cinema


R$ 5 por filme

Dinâmica das sessões

Os filmes serão exibidos no próprio site do Olhar de Cinema. Cada título estará disponível até às 23h59 da data divulgada na programação. A venda de ingressos para todas as sessões começa no dia 23 de setembro e o número de ingressos para cada filme é limitado.