Natal do Palácio Avenida já tem datas confirmadas, confira

O espetáculo de Natal do Bradesco 2018 já tem datas confirmadas. Em sua 28ª edição com o tema é “Tempo de Sonhar”, o tradicional coral natalino se apresentará de 30 de novembro até 16 de dezembro, sempre às sextas, sábados e domingos, sempre às 20h15, no Palácio Avenida em Curitiba.O espetáculo contará com crianças de escolas municipais e instituições de acolhimento apoiadas pelo Bradesco.

Serviço:
Duração: 45 minutos por apresentação

Ingressos: Gratuito

Natal do Palácio Avenida do Bradesco é inspirado em Mary Poppins e Harry Potter.
Curitiba, 30/11/2017
Foto:Divulgação Bradesco

Programação

  • 30/11/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020
  • 01/12/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020
  • 02/12/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020
  • 07/12/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020
  • 08/12/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020
  • 09/12/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020
  • 14/12/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020
  • 15/12/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020
  • 16/12/2018
  • 20:15h às 21:00h
  • Palácio Avenida
  • Travessa Oliveira Belo, 34 – Centro – 80020-020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câmara de Curitiba aprova suspensão de reajuste e limita correção do IPTU em 2022

O projeto da Prefeitura que adia a revisão da Planta Genérica de Valores e garante que o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) não sofra reajuste em 2022 foi aprovado, por unanimidade, nesta segunda-feira (06/12) em primeiro turno na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A proposta, que recebeu 38 votos favoráveis, será votada em segundo e último turno nesta terça-feira (07/12).

Confirmada a aprovação, a atualização da Planta Genérica de Imóveis fica adiada para outubro de 2022, sendo que o reajuste que será aplicado valerá para 2023.

Dessa forma, os reajustes que estavam em vigor nos últimos anos, de 4% para imóveis residenciais, e de 7% para terrenos (mais a inflação), não serão praticados no IPTU 2022, que terá apenas a correção pela inflação, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A revisão da Planta Genérica de Valores atualizaria o valor venal dos imóveis da cidade, de acordo com o mercado. Com isso a cobrança do IPTU poderia variar acima da inflação para aqueles imóveis com valor venal defasado.

“A atual pandemia de Covid-19 teve repercussão no campo econômico, diminuindo a renda de muitas famílias e a receita de muitas empresas, que foram obrigadas a paralisar suas atividades. Fazer essa correção, neste momento, traria inúmeros prejuízos para população”, diz a mensagem da Prefeitura no projeto.

A revisão da Planta Genérica é prevista pela legislação. A Lei Complementar nº 40, de 18 de dezembro de 2001 determina, no § 2º do art. 36, que o Poder Executivo deve encaminhar ao Poder Legislativo, até o dia 15 de outubro do primeiro ano do mandato, projeto de lei com proposta de atualização dos valores unitários de metro quadrado de construção e de terrenos, constantes na Planta Genérica de Valores Imobiliários

No entanto, a valorização imobiliária observada nos últimos quatro anos e a entrada em vigor da nova Lei de Zoneamento, em agosto de 2020, provocaram consideráveis alterações na ocupação urbana, com reflexos diretos no valor venal dos imóveis na capital.

Após incêndio criminoso, Prefeitura de Campo Magro cancela festividades de Natal

A Prefeitura de Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), decidiu cancelar as festividades de Natal na cidade. A decisão foi tomada após o incêndio criminoso que atingiu o pátio da Secretaria de Obras na madrugada da última quinta-feira (2) e que provocou, segundo o Executivo, um prejuízo de R$ 7 milhões.

O comunicado da Prefeitura lamentou o ocorrido:

“É com muita tristeza que comunicamos que o evento de Natal foi cancelado, devido ao incêndio criminoso ocorrido na madrugada do dia 02/12 na Secretaria de Obras da Prefeitura”, publicou o Executivo nas redes sociais.

No incêndio, 13 veículos foram atingidos, além de outras máquinas da Prefeitura. A Polícia Civil segue investigando o caso. Um vigia chegou a ser rendido e foi utilizado um coquetel molotov para causar a combustão. A ação dos criminosos seria uma retaliação a uma operação policial que aconteceu no município. Os autores do incêndio também picharam a parede da prefeitura com a frase: “a Rona executa e o estado finge que não vê”.