Movimento supera expectativa e aquece turismo em Foz do Iguaçu e Litoral no feriadão

O movimento em Foz do Iguaçu e no Litoral, principais destinos turísticos do Paraná, superou as expectativas neste feriado prolongado, alcançando as melhores marcas no ano, equivalentes ao período pré-pandemia. Foz do Iguaçu (Oeste) recebeu mais de 20 mil visitantes de sábado a terça-feira (4 a 7). No Litoral, a estimativa é de que as sete cidades da região tenham recepcionado mais de 150 mil turistas no período.

Nos quatro dias, apenas as Cataratas do Iguaçu atingiram a marca de 19.273 pessoas, número 39% superior à expectativa inicial, com turistas de todas as regiões do País e de 30 diferentes nacionalidades. O complexo da Usina de Itaipu recebeu 7.801 pessoas, superando em 73,3% a previsão inicial de 4,5 mil visitantes.

O secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, destaca que os atrativos do Oeste, como as Cataratas e a Usina de Itaipu, e do Litoral, principalmente a Ilha do Mel, são portas de entradas de turistas de fora para outros atrativos do Estado. “Os turistas de outros estados e países buscam grandes destinos, como Foz e o Litoral. O Estado trabalha para que esses visitantes conheçam outros atrativos ao redor”, afirma.

Entre as ações para conquistar visitantes aos demais atrativos estão o avanço da vacinação contra a Covid-19 e as campanhas de divulgação realizadas pelo Governo do Estado e também pelo Ministério de Turismo e Itaipu. “O aumento de visitantes será ainda mais acentuado no segundo semestre, com o verão, os próximos feriados e os eventos já marcados”, diz Nunes.

O prefeito de Foz, Chico Brasileiro, enfatiza que os turistas foram recebidos com toda a segurança sanitária. “Nos preparamos para isso”, afirma. “Os primeiros números mostram que Foz do Iguaçu já está sendo um destino muito requisitado e esperamos um segundo semestre acima da média do período pré-pandemia”.

LITORAL – De acordo com dados da concessionária Ecovia, cerca de 110 mil veículos passaram pelas cancelas do pedágio na praça da BR-277, rumo ao Litoral do Estado. O prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, destacou o movimento no calçadão, quiosques, Avenida 29 de Abril e nas praças Central e dos Namorados.

Guaratuba, Litoral do Paraná – Foto: Rafael Soveral/Prefeitura de Guaratuba

“Esse eixo forma a grande atração turística da cidade. O parque municipal também foi bastante procurado. O movimento na cidade como um todo foi acima da média e acima do esperado. A cidade esteve movimentada, com bastante reflexo no comércio”, afirma.

O prefeito destacou, também, o trabalho das forças policiais, principalmente com blitzes. “Tivemos ocorrências de pequeno potencial. Foi um trabalho muito sério de fiscalização e de orientação feito pela Polícia Militar. O feriado foi um termômetro, um indicativo para uma excelente temporada de verão”, completa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo de Itaipu se prepara para receber 4.500 visitantes no feriadão da Independência

Previsão é para os quatro dias, de sábado (4) à terça-feira (7). Outros atrativos do Destino Iguaçu também ampliaram atendimento

Cerca de 4.500 turistas devem passar por Itaipu nos quatro dias do feriadão da Independência, de sábado (4) a terça-feira (7 de setembro, Dia da Independência do Brasil). Para atender os visitantes, os atrativos vão operar com horários extras e, excepcionalmente na terça-feira do feriado, estará aberto para receber os turistas. Desde abril deste ano, as visitas foram suspensas nas terças-feiras, dia que ficou reservado para manutenção e reforço nas medidas de proteção sanitária.

A previsão é que o movimento turístico na usina hidrelétrica continue em alta, refletindo a tendência dos últimos meses devido, especialmente, a ações como a campanha “Vem para Foz”, voltada para divulgar a variedade de atrativos do Destino Iguaçu; além dos cuidados para manter os turistas seguros, com a adoção de práticas sanitárias no combate à pandemia da covid-19.

Fotos: Kiko Sierich / PTI

São três opções de atrativos oferecidos pelo Complexo Turístico Itaipu (CTI) no feriadão da Independência. O carro-chefe do CTI, a Itaipu Panorâmica, que promove uma visita privilegiada da usina hidrelétrica por vários ângulos, vai funcionar de sábado (4) à segunda (6), das 8h30 às 16h15, com saídas a cada meia hora. Na terça-feira (7), os horários são das 8h às 16h30, também com saídas a cada 30 minutos.

Os outros atrativos também têm horários diferenciados. O Refúgio Biológico Bela Vista vai operar em oito horários de sábado à segunda-feira, com 23 vagas cada. As saídas são: 8h30, 9h30, 10h, 10h30, 13h30, 14h30, 15h e 15h30. Na terça-feira, serão seis horários diferentes (não haverá as saídas extras de 10h e de 15h). Já o Ecomuseu opera das 10h às 17h com transporte saindo do Centro de Recepção dos Visitantes (CRV) a cada meia hora, a partir das 10h30 e com última saída às 16h.

Fotos: Rubens Fraulini / Itaipu Binacional

Para mais informações e compra antecipada de ingressos, basta acessar o site https://www.turismoitaipu.com.br/.

Destino Iguaçu preparado

Os outros atrativos da cidade também estão preparados para alta movimentação de turistas na região nos quatro dias de feriado. O Parque Nacional do Iguaçu (PNI), que abriga as Cataratas do Iguaçu, ampliou o atendimento. De sábado à segunda-feira, estará aberto das 8h às 16h. Na terça-feira, o atendimento é das 9h às 16h. Vale lembrar que não existe opção de compra de ingressos pela bilheteria do PNI – eles devem ser adquiridos pelo site www.cataratasdoiguacu.com.br.

O Parque das Aves aumentou o horário de visitação das 8h30 às 17h para os quatro dias do feriadão da Independência. Na segunda-feira (6), quando o parque normalmente é fechado para manutenção, haverá atendimento excepcionalmente para o feriado. O ingresso pode ser comprado em https://ingressos.parquedasaves.com.br/.

O Marco das Três Fronteiras também estará aberto nos quatro dias, sempre das 15h às 21h. As apresentações artísticas acontecem todos os dias, logo após o pôr do sol, a partir das 18h15. O Restaurante Cabeza de Vaca, que fica dentro do complexo, atende das 16h às 22h. Para comprar o ingresso, basta acessar: www.marcodastresfronteiras.com.br.

Com avanço da vacinação, Foz do Iguaçu ganha novo fôlego no turismo

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 no Estado, acelera também a retomada das atividades turísticas em Foz do Iguaçu. Em julho, a ocupação total nos hotéis foi de 35,5%, número maior que nos meses anteriores de junho (21%), maio (17%), abril (15%), março (13,5%) e fevereiro (26,2%).

Com aproximadamente 260 mil habitantes, no extremo Oeste paranaense, a cidade está localizada na chamada tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina. É um dos destinos turísticos mais importantes do País e o mais visitado por estrangeiros do Paraná. O município abriga uma das sete maravilhas do mundo: as Cataratas do Iguaçu, um complexo de 275 quedas que se estendem por quase cinco quilômetros do Rio Iguaçu.

Neste segundo semestre já estão agendados, até o momento, 12 eventos que devem aquecer os estabelecimentos e serviços do setor. A rede hoteleira e os atrativos turísticos também começaram a contratar trabalhadores e a expectativa é de bom movimento nos feriados da Independência do Brasil (07 de setembro) e de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro).

“Há um grande esforço da parte do Governo do Estado, da prefeitura e dos empresários para que essa retomada se consolide a partir deste semestre até o primeiro semestre de 2022. Os indicativos de Foz do Iguaçu mostram que a atividade econômica, de forma geral, caminha rápido para se normalizar nos setores mais afetados pela pandemia”, disse o secretário estadual de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

Ele afirma que outros destinos turísticos do Estado, como o Litoral, devem registrar o mesmo movimento esperado em Foz do Iguaçu. “A pandemia foi um momento de pensar em uma nova forma de promover o turismo, com destinos voltados à natureza, principalmente. O Paraná tem atrativos em várias áreas com potencial para serem explorados, como o turismo cultural, rural, gastronômico, religioso e de aventura”, disse.

Nunes faz questão de frisar que, mesmo com o avanço da vacinação, todos atrativos turísticos seguem rigorosamente os protocolos de segurança sanitária. “Ao cumprirmos com esses protocolos vamos dar segurança aos turistas que já estão visitando as cidades do Paraná”, afirmou.

VOOS REGULARES 

Outro bom indicativo em Foz do Iguaçu é o número de voos registrados pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) no Aeroporto Internacional Cataratas. O terminal terá mais de 21 voos diários neste mês de agosto.

Em algumas datas estão programados 26 pousos e decolagens, número próximo aos registros anteriores à pandemia, com até 30 voos a cada 24 horas. Para este mês, estão previstos 666 voos regulares no aeroporto.

A cidade já registrou aumento de visitantes nos principais atrativos. Nas Cataratas do Iguaçu, o movimentos subiu 105%, com 56.819 pessoas em julho, ante 27.739 em junho.

A cidade passou a integrar, também, a Câmara de Turismo 4.0 – colegiado coordenado pelos ministérios do Turismo e da Ciência, Tecnologia e Inovações – que debate projetos estratégicos nas áreas de tecnologia e inovação voltados a potencializar a atividade turística nos principais destinos do País.

Os últimos meses, de procura aquém do normal, também ajudaram a promover capacitações para profissionais do setor. Hotéis de médio e grande porte ampliaram ou reformaram suas dependências e ambientes, e um novo hotel com 130 apartamentos foi aberto na cidade. Além disso, uma faculdade particular vai implantar um hotel-escola voltado a novas experiências tecnológicas.

Os números são da Prefeitura de Foz do Iguaçu e apontam, ainda, que o turismo rodoviário e de centros urbanos próximos correspondem ao perfil da maior parte dos visitantes no mês de julho.

“Estamos otimistas, recebendo ministros, o governador, temos as parcerias com a Itaipu e com o Governo do Estado, o empresariado está investindo, temos cada vez mais visitantes. O momento agora é de olhar para a frente, ter otimismo, força, apostar, investir, acreditar, receber bem o turista. Vamos viver assim, com esperança, sem deixar os cuidados de lado, de forma nenhuma”, disse o prefeito Chico Brasileiro.