Mostra reúne trabalhos de 120 ilustradores curitibanos

A produção dos últimos dois anos de 120 profissionais de quadrinhos e animação, ilustradores e caricaturistas da cidade está reunida na segunda edição da Mostra Traços Curitibanos, que será aberta na próxima sexta-feira (30), às 19h, no Museu Municipal de Arte (MuMA). Todos são artistas atuantes no mercado cultural de Curitiba e, por meio dessa exposição, revelam a qualidade dos trabalhos e a extensa produção de Curitiba nesta área.

“A exposição não segue uma linearidade de estilos, técnicas ou temas, mas procura mostrar a geração de ilustradores em nosso mercado atual”, diz o coordenador da Gibiteca de Curitiba e curador do projeto, Fúlvio Pacheco. Os expositores atuam nas áreas de literatura, livros didáticos, jornais, revistas, científica, publicidade, design, games, fantasia e concept art. “A atividade de ilustrar abrange várias formas de arte em sua poética”, explica Fúlvio.

A mostra é a primeira etapa do projeto Traços Curitibanos 2, que tem uma série de eventos previstos até outubro, quando será comemorado o aniversário de 35 anos da Gibiteca.  Mais duas exposições estão programadas. Em agosto, uma outra mostra vai traçar um panorama cronológico das histórias em quadrinhos de Curitiba por meio de seus personagens, iniciando com o Chico Fumaça (de 1926), de Alceu Chichorro, e passando pelos personagens de quadrinhos mais famosos e que também fazem aniversário: 30 anos do Marcozinho, 25 anos do Curitibinha, 20 anos do Gralha e 10 anos da Loira Fantasma. Em outubro será montada mais uma exposição, desta vez contando a história da Gibiteca.

O projeto também conta com uma extensa programação com eventos vinculados, como debates, palestras, workshops, lançamentos, torneios, concursos e outras ações oferecidas pelos principais eventos nerds de Curitiba como a Bienal de Quadrinhos, o Shinobi Spirit, Jedicon, Trekcon, Literatiba, Maltão, Jogarta, Megacon e Festival Mondo Estronho.

Confira a relação dos participantes da mostra “Traços Curitibanos” que será aberta nesta sexta-feira, no MuMA:

Quadrinhos: Adriano Loyola, André Ducci, André Stahlschimidt, André Caliman, Antônio Eder, Amanda Barros, Antonio Edson, Ariel Cunha, Cecilia Fumanelli, Douglas Cruz, Edson Kohatsu, Francis Ortolan, Fulvio Pacheco, Guilherme Match, Gustavo Ravaglio, Izidro, João Ferreira, José Aguiar, Lucas Fontoura, Ma Matiazi, Marcelo Lopes, Rui Silveira, Rui Silveira, Robson Vilalba, Ricardo Kuika, Vinicius Gressanae, e Well Junio.

Ilustração: Adelson Tavares, Adilson Farias, Andre Muller, AntonioKomyama, Atlan Coelho, BirgitteTümmler, Bruna Assis,  ButcherBilly, Caio Beltrão Sposito , Carolina Jamhour, Cris Maravalhas , Eve Ferretti, EverlyGiller, Ezekiel Moura, Fabrizio Andriani, Fabiano Viana, Foca Cruz , Ivan Sória , Julia Arbigaus , Luiz Jyudah , Marcelo Bittencourt, Márcia Széliga, Mari Inês Piekas, Nilson Mueller, Rafael Camargo, Rafael Mox, Raphael Teles,  Raro de Oliveira , Rogério Coelho, Silvia Zyla,  Simon Taylor, Soninha Horn

Caricatura: Ademir Paixão, Alê Mariano, Ari Vicentini, Benett, Cesar Marchesini, Dalton Tiepolo, Dirceu Veiga , Douglas Nogueira, Eduardo Moreira, Francis de Cristo, Giuliano Bulara, Guto Dias, José Marconi, Laqua, Leandro Mendonça, Leilane Krebs, Luiz Antonio Solda, Marcelo Martins, .Marco Jacobsen, Marcos Barret, Nano Gilevicz,  Natan SS, Nilson Sampaio, Nil Martins, .Noelle Porto, Pancho, Pryscila Vieira, Tako X, Tiago Recchia e William Amaro

Animação (estúdios participantes): Dogzilla Studio, Estúdio Padoca, Key Framed, Spirit Animation, cabong studios, café cartum , Carlon Hardt, José Roberto Cahali, estúdio tijucas, zoom elefante, Rosana van der Meer, Marcos hinke.

Serviço:

Mostra Traços Curitibanos – Panorama atual dos quadrinhos, caricatura, ilustração e animação

Local: Museu Municipal de Arte (MuMA) – Av. República Argentina, 3430 – Portão

Datas e horários: De 30 de junho (abertura às 19h) a 20 de agosto. De terça-feira a domingo, das 10h às 19h.

Entrada franca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba prorroga bandeira amarela por mais 15 dias e mantém obrigatoriedade da máscara

Em bandeira amarela há 147 dias, Curitiba mantém medidas restritivas de combate à pandemia de covid-19 na cidade e prorroga as regras atualmente vigentes por mais 15 dias.

O Decreto 1.970/2021, que prorroga as medidas do decreto 1.850/2021, será publicado nesta quinta-feira (2) e começa a valer a partir da publicação. As medidas terão vigência até 16 de dezembro.

O uso da máscara continua obrigatório em espaços de uso público ou de uso coletivo. Também foi mantida a regra que proíbe o consumo de bebidas alcóolicas em vias públicas, salvo em feiras livres e de artesanato.

Indicadores

A decisão de prorrogar as medidas foi tomada pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba, na terça-feira (30/11). Segundo a avaliação técnica, embora o cenário da avaliação da pandemia no município seja positivo nos últimos 14 dias, é necessário manter cuidado por conta da descoberta da nova variante ômicron.

A média móvel do número diário de casos novos apresentou queda de 22,5% nos últimos 14 dias. A média móvel do número de mortes por data de divulgação também apresentou redução de 10% no mesmo período. Também teve queda de 11,5% a média móvel do número de casos ativos, no mesmo período.

A análise dos dados epidemiológicos da última semana (de 23 a 26 de novembro), porém, mostrou ligeira alta na pontuação geral da bandeira, ficando em 1,39. No período de publicação de decreto anterior, a bandeira havia alcançado a pontuação de 1,35, a melhor pontuação desde o lançamento do painel avaliativo da Secretaria Municipal da Saúde.

De acordo com a SMS, a ligeira alta não significa recrudescimento da pandemia, uma vez que foi motivada especificamente pela influência no indicador de leitos, pois houve desativação de leitos exclusivos de covid-19 que não estavam sendo utilizados.

Mesmo com a desativação de leitos exclusivos para covid-19 e a retomada de outros atendimentos eletivos e emergenciais eletivos, as taxas de ocupação permanecem baixas. Nesta quarta-feira (1/12), a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para covid-19 no SUS é de 33%, com 40 pacientes internados, e nos leitos clínicos a taxa é de 35%, com 40 pacientes internados.

Atualmente, o município conta com 120 leitos de UTI exclusivos de covid-19 e 144 leitos clínicos exclusivos de covid-19 no SUS Curitibano. Em maio e junho deste ano, o município chegou a contar com 548 leitos de UTI exclusivos e 746 leitos clínicos exclusivos.

Veja como ficam as principais atividades

Atividade suspensa

•    Consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas, salvo em feiras livres e de artesanato.

Atividades liberadas com uso obrigatório de máscara e respeitando a capacidade de público prevista no Certificado de Licenciamento do Corpo de Bombeiros (CLCB)

•    Atividades comerciais de rua não essenciais, galerias, centros comerciais e shopping centers;

•    Atividades de prestação de serviços não essenciais, tais como escritórios em geral, salões de beleza, barbearias, atividades de estética, saunas, serviços de banho, tosa e estética de animais, floriculturas e imobiliárias;

•    Academias de ginástica e demais espaços para práticas esportivas individuais e coletivas;

•    Restaurantes, lanchonetes, panificadoras, padarias, confeitarias e bares;

•    Lojas de conveniência em postos de combustíveis;

•    Comércio varejista de hortifrutigranjeiros, quitandas, mercearias, sacolões, distribuidoras de bebidas, peixarias, açougues, e comércio de produtos e alimentos para animais;

•    Mercados, supermercados, hipermercados e lojas de material de construção;

•    Feiras livres;

•    Parques infantis e temáticos;

 Feiras de artesanato, cinemas, museus, circos e teatros para apresentação musical ou teatral;

•    Casas de festas e de recepções, incluídas aquelas com serviços de buffet, salões de festas em clubes sociais e condomínios e estabelecimentos destinados ao entretenimento, tais como casas de shows, casas noturnas e atividades correlatas;

•    Eventos corporativos, de interesse profissional, técnico e/ou científico, como jornadas, seminários, simpósios, workshops, cursos, convenções, fóruns e rodadas de negócios;

•    Mostras comerciais, feirões e feiras de varejo;

•    Serviços de call center e telemarketing;

•    Igrejas e templos;

•    Eventos esportivos profissionais com público externo e de apresentação teatral ou musical em espaços abertos.

Pelo terceiro dia seguido, Curitiba não registra morte pela Covid-19

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba não registrou óbitos de moradores da cidade por covid-19 nesta quinta-feira (2). Com isso, a cidade completa três dias consecutivos sem mortes pela doença.

A SMS lembra que as informações são dinâmicas e todos os óbitos por covid passam por intensa investigação. Assim, é possível que o número de mortes notificados em um dia possa sofrer alteração.

Até o momento foram contabilizadas 7.798 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

O boletim desta quarta confirmou que mais 43 moradores testaram positivo para covid-19. Com os novos casos, 298.593 moradores de Curitiba testaram positivo desde o início da pandemia, dos quais 289.643 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 1.152 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Leitos do SUS

Nesta quinta-feira (2/12), a taxa de ocupação dos 120 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 está em 37%. Restam 76 leitos livres.

A taxa de ocupação dos 114 leitos de enfermarias SUS covid-19 está em 31%. Há 80 leitos vagos.

A SMS esclarece que os dados da ocupação de leitos em Curitiba são dinâmicos, com alterações ao longo do dia.